MAÇONARIA - HERESIAS DO GRAU 3 - RITO ESCOCÊS, ANTIGO E ACEITO

Neste texto mostraremos heresias absurdas que pseudo-cristãos de nossas igrejas evangélicas e protestantes se dignam participar no Terceiro Grau do Rito Escocês Antigo e Aceito. É inacreditável que ainda haja líderes-servos em nosso meio que ousam trocar o Cristianismo bíblico, puro e autêntico pelo lixo espiritual da Maçonaria. Deleite-se com as fotos extraídas diretamente do Manual do Grau 3 e os comentários feitos a base delas:


Página 3
Logo de ínicio, na página 3, vemos evidenciais da teologia maçônica, que em todos os 33 graus com seus rituais já muito bem conhecidos por mim, não é apresentada como teologia para que os enganados por Satanás que por ali trilham pensem que não se trata de mais uma religião e, assim, não precisarão abandonar a sua própria. Então, ensinam que a vida nasce da morte, através do sacrifício da própria vida. Seria o sacrifício da própria vida um meio de se morrer e ganhar a vida? A Bíblia mostra que é Jesus Cristo que se sacrificou por nós e, portanto, não precisamos de nos sacrificar para ganhar a vida. (João 3:16; Romanos 3:25; 8:3) A vida nasce não da nossa morte, mas da morte de Cristo. .

Página 5
Na página 5 do livro secreto maçom do grau 3, observamos como os maçons são religiosos, orando ao Adonai Elohim da Bíblia! Estas palavras são proferidas à vista do corpo de Hiram Abi Assassinado. Quem é este Hirãm Abi? Hiram Abi é um nome extraído da Bíblia. Ele foi enviado pelo rei de Tiro, também chamdo Hiram, para ajudar a Salomão na construção do Templo. (1 Reis 5:1-9) Hiram Abi tinha muita competência em lidar com objetos de bronze. Ele veio ao Rei Salomão para fazer toda a obra necessária. (1 Reis 7:14) Assim, no conceito maçom, Hiram Abi era um pedreiro, ou um maçom. Mas que conversa é esta de o Maçom do grau 3 orar à vista do corpo de Hiram Abi? Mais abaixo saberemos a resposta.

Página 13.
Em nome de Jesus, jamais se  abre as sessões da loja maçônica, mas que maravilha ver um cristão - talvez pastor, diácono, missionário - exclamar: "Em nome de Deus e de São João, nosso padroeiro, está aberta a loja de mestre". Na Igreja, ora em nome de Jesus, mas na Loja Maçônica, em nome de São João. Mas este São João não é o São João Batista da Bíblia, mas o São João da Escócia, também conhecido como São João Esmoleiro ou São João de Jerusalém. A maçonaria reserva até um dia para este "São": 24 de junho. Por que este suposto cristão não ora na Igreja em nome de São João?

Pergunta ao cristão maçom: Você já orou hoje ao seu santo padroeiro? Se fez isso, você não tem identidade cristã. 

Depois dessa oração antibíblica, observe o que ocorre na preparação para se admitir os candidatos ao Grau 3 do Rito Escocês Antigo e Aceito:

página 14.
Sim! Uma pessoa entra num esquife, ou caixão, e o rosto dela deve estar coberto com pano mortuário desde os pés até a cintura e o seu rosto deve ser coberto com um pano de linho tinto de sangue! Será que Jesus participaria de uma ritualística espiritual dessas? E você, cristão verdadeiro, que segue apenas a Cristo e que somente ao sangue dele aceita como simbolo eficaz para a sua vida - participaria de um ritual destes? Você já não morreu com Cristo e se tornou corpo de Cristo? Não será ressuscitado na semelhança da ressurreição de Cristo? (Romanos 6:1-7) Que nojento, não é mesmo? E na Igreja Protestante e Evangélica não faltam pastores, diáconos e membros comuns para participar disso!

Continuando, o Ritual prossegue, e das páginas 15 em diante, a preocupação dos maçons ali é averiguar se o candidato a se tornar parte do Grau 3 é um assassino ou não. Claro que há um simbolismo nisso, MAS JESUS PARTICIPARIA DISSO?

Desconfia-se dele como assassino pelo fato de ele saber a palavra sagrada do Grau 3 que é Tubalcaim.  Imagine a cena agora, em que um pastor, diácono ou membro de igreja comum estivesse dentro da loja maçônica, no Ritual, recebendo a seguinte ofensa por desejar participar deste grau. 

Página 19.
Um outro PDF que tenho aqui usa a expressão "fala infeliz", em vez de "fala desgraçado". Como um cristão, se de fato o é, pode aceitar ser humilhado com a palavra "desgraçado" ou "infeliz" num ritual que segundo os pastores maçons nada os incomoda na maçonaria? Não recebeu ele a graça de Deus em Cristo Jesus? Mas ele é desgraçado por se desconfiar que ele é um assassino, que pode estar ludibriando os maçons ali presentes. Mesmo que tudo isso seja simbólico, conseguiríamos imaginar um apóstolo participando disso? Nem de longe! Enquanto esses verdadeiros profanos espirituais são chamados de desgraçados por não conhecer a palavra passe, nós, cristãos, salvos em Jesus, somos agraciados por Deus com tão grandiosa salvação (Hebreus 2:3).

Sabia você que muitos pastores e diáconos maçons, com quem já conversei, chegaram a me falar que entraram para a maçonaria para ver se ela, em algum aspecto, poderia ajudar no ministério deles? Isso sim é ser profano! Buscando na maçonaria ajuda para o ministério deles!

Enquanto isso, dentro da Loja Maçônica, durante o ritual, permanece o esquife. É o esquife de Hiram Abi, aquele que foi assassinado e que os maçons ali presentes estão a inquirir do candidato se ele é o assassino. Obviamente que há um simbolismo nisso, pois Hiram Abi morreu bem antes de Jesus e não poderia ter sido o candidato o seu assassino. Mas continuemos com as heresias cometidas ali.

Depois do candidato falar a palavra passe, prestar o juramento e ser aceito no Grau 3, para se tornar Mestre Maçom, ele é convidado a representar Hiram Abi, o maior de todos os maçons. Veja:

Página 23
Enquanto os cristãos são exortados a representar a Cristo, o maçom do Grau 3 recebe a ordem de representar o maior homem do mundo Maçom, Hiram Abi. Pode uma coisa dessas?

Após tal aprovação, o RESPEITAB:. passa a narrar a história de Hiram Abi e como ele foi morto. Segundo a maçonaria, Hiram era o grande artífice do templo de Salomão e foi morto por três traidores que ainda não eram mestres maçons e quiseram saber de Hiram a palavra secreta dos mestre maçom. O nome dos três seriam: Jubeias, Jubelos e Jubelum, sendo este último o que teria dado o golpe de misericórdia em Hiram. Quando os três se reúnem e descobrem que não haviam descoberto a palavra secreta de Mestre, decidem enterrar o corpo de Hiram em Jerusalém.

Segundo a lenda registrada no Ritual do Grau 3, os assassinos confessam o crime e recebem uma punição terrível de Salomão. Esta punição tem muito a ver com o juramento que o maçom faz para ingressar nessa sociedade/religião de Satanás. Observe:

Página 30
Em cada grau que o maçom avança, ele presta um juramento desejando que, caso viole os segredos maçônicos, sua garganta seja degolada, seu coração arrancado e seu corpo seja dividido ao meio (com algumas variações em cada grau). Este juramento maçônico vem desta "estória", ou lenda.

Conforme confidenciou-me um ex-maçom grau 33, QUE SE ARREPENDEU DE TER SIDO MAÇOM, a maçonaria manda matar o traidor em sentido simbólico. Se ele tem um comércio e os maçons ali frequentam, tal traidor jamais terá seus amigos maçons em seu estabelecimento. Também, os maçons "fritam" a pessoa na cidade toda, acabam com a reputação dele, desacreditando-a de todas as formas possíveis.

A seguir, preste atenção no que ocorre quando se encontra o corpo de Hiram. Um certo procedimento que se faz ali é feito em todos os funerais maçons, onde a retirada dos profanos (quem não é maçom) é solicitada. Veja:

Página 31
Espetaram na terra um ramo de acácia. No enterro maçom, o mestre de cerimônia segura no dedo mínimo e diz "a carne se desprende dos ossos".

Página 33
Daí, os maçons começam a rodar em volta do túmulo. Na outra extremidade do caixão, o Venerável Mestre tira o ramo de acácia do caixão, leva-o às suas narinas, e volta para dentro do caixão. Mas de onde eles trazem essa ritualística? Em Ezequiel 8:1-18, mostra como a casa de Judá nos dias de Ezequiel haviam se tornado sincretistas, ou seja, misturaram formas diferentes de adoração pagã e as trouxeram para dentro do templo. E uma das abominações que faziam eram levar o ramo ao nariz: "Vê, eles levam o ramo ao nariz". (Ezequiel 8:17) O que significava "levar o ramo ao nariz"?

De acordo com o Novo Comentário Bíblico de São Jerônimo, Antigo Testamento, página 632, trata-se de um dos gestos mesopotâmicos que indicavam um sinal fálico (sexual) e também de humilhação a um deus. Era a adoração ao Deus Tamuz, de acordo com o contexto de Ezequiel 8:1-18, sendo praticada em Israel.

É interessante que no Dicionário de Maçonaria, página 22, de Joaquim Gervásio de Figueiredo, Grau 33 da maçonaria, ele confessa que a Acácia, para os maçons, simboliza a inocência, a iniciação e a imortalidade da alma. Portanto, no funeral maçom, a acácia é usada para simbolizar a imortalidade da alma que o maçom terá. Mas simbolizam isso através de um ritual que Deus condena em Ezequiel 8:17.

Retornando ao Maçom que é aceito no Grau 3 e se torna Mestre Maçom, o ritual continua dentro da Loja. Ele precisa agora fazer um juramento de lealdade. Perceba que não faz o menor sentido um Pastor, Diácono ou membro comum de Igreja fazer tal juramento:


Além de um cristão verdadeiro não jurar desta forma, colocando seu corpo, o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19) e a morada do Pai e do Filho (João 14:23) nas mãos da própria maçonaria e do seu deusinho genérico, o G:.A:.D:.U:., neste juramento ele afirma que a Loja é consagrada a quem? A São João! Você gostaria de ter um pastor, diácono ou membro comum de Igreja que consagra sua vida a Deus mas faz juramentos numa loja consagrada a São João? Não é vergonhoso que as igrejas cristãs tolerem isto?

Mais vergonhoso ainda é compreender o significado da morte de Hiram nessa lenda maçônica. Isto é um absurdo que vou lher revelar. Na página 4 do Ritual do Grau 3, há a seguinte ilustração:

Página 4
Aqui temos um caixão de defunto. Representa a morte de Hiram. Segundo relatos de ex-maçons, eles tiveram que entrar aqui no ritual. Outros negam isso. Seja como for, como vimos na primeira foto acima, o objetivo do Grau 3 é ensinar que a vida nasce da morte. Hiram foi morto. Mas o que este Hiram, nesta lenda, significa? Isto é revelado aos maçons durante as sessões e não está transcrito no Ritual do Grau 3, todavia, quando vasculhamos a literatura maçônica, desvendamos que no Ritual do Grau 3, ao sair do caixão se está celebrando a ressurreição de Hiram Abi. Sim, é isso mesmo. Observe a explicação que o Sr. Joaquim Gervásio de Figueiredo dá, em seu livro Dicionário de Maçonaria - Seu Mistérios, Seus Ritos, Sua Filosofia e Sua História, página 176:


Observe a confissão de um maçom Grau 33 em seu próprio dicionário! Ele afirma que esta ritualística de Hiram Abi e a lenda de seu martírio é vinculada às lendas de ressurreição de Osíris, Tammuz (o mesmo a quem os judeus em Ezequiel 8:17 estavam adorando por levar os ramos ao nariz), Khrishna, Adônis e Cristo. Em primeiro lugar, a ressurreição de Cristo é posta em pé de igualdade com a dessas falsas divindades. Em segundo lugar, a ressurreição de Cristo é considerada para explicar o que ocorre com Hiram Abi. E para o maçom, o seu grande exemplo a ser seguido é Hiram Abi, que não revelou os segredos aos que não estavam aptos ainda para conhecê-los.

Portanto, o maçom que entra no caixão imita ao seu exemplo mor, Hiram Abi, morrendo para o mundo profano e ressuscitando, quando sai do caixão, após receber a ritualística do ramo de acácia, símbolo da imortalidade da alma. Pode um cristão participar da maçonaria?

Se você souber que seu pastor é maçom, ou foi e não se arrepende de ter sido, cuidado ao se posicionar contra a maçonaria. Ele, de alguma forma, te perseguirá. Eles não reagem como um pastor que foi maçom e deixou à maçonaria dizendo para seus colegas e pastores maçons: "Se vocês conseguem ser cristãos e conviver com isso, fiquem. Eu não consigo." Os maçons nas Igrejas se unem para destruir sua reputação quando você condena as heresias maçônicas. Você perceberá que em comparação aos outros, você não terá oportunidades de pregar, ser um professor da Escola Bíblica Dominical, orar, etc. E muito menos espere ser diácono e pastor. Pelo menos é o que tenho ouvido de ex-maçons. Quer um conselho se seus líderes são maçons? Caia fora desta Igreja! Ela está em prostituição espiritual! - Fernando Galli.

2 comentários:

  1. Você é um fanático religioso, usa a maçonaria e um ritual usurpado para tentar enganar leigos. Com certeza você não tem capacidade de liderança e intelectual para ser pastor, ai inventa asneiras para se promover. Vai estudar mais e tente conquistar as coisas por seus méritos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado comentarista Anônimo,

      CONTRA FACTUM NON EST ARGUMENTUM. Obrigado pela lembrança! Esqueci-me de fazer mais denúncias. Já está agendado. Quanto a suas ofensas, elas são o último recurso dos desesperados sem respostas.

      Excluir

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres