terça-feira, 7 de julho de 2020

ADVENTISTA

IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA – PARTE DE SEUS PIONEIROS NÃO CRIAM NA TRINDADE!
Todos sabemos que a Igreja Adventista do Sétimo Dia se considera a única Igreja remanescente. Não que afirmem haver salvos apenas entre eles, mas alegam ser a Igreja de Deus na terra e que membros de todas as igrejas, muitos deles salvos, que professam o Cristianismo, estão em Babilônia, a Grande. Por isso, apelam para sairmos dela e irmos para a deles.
Então, eles estariam com a verdade. Desde o movimento Millerita, de 1820 em diante, e mais especificamente desde que Ellen Gould White (EGW) iniciou seus escritos, Deus teria restabelecido a verdade anteriormente deturpada através de sua suposta e única igreja remanescente. Mas será que os fatos provam que o Espírito Santo de Deus considerava a IASD como a Igreja Remanescente?
Como cristãos convertidos, o Espírito Santo age em nossa vida para nos ensinar verdades. (João 16:13, 14) Então, crer em verdades bíblicas é o resultado da ação do Espírito Santo em nosso viver, em nossa doutrina cristã. Assim, desde que Jesus ressuscitou, ascendeu aos céus e nos enviou seu Espírito Santo, a Igreja recebeu doutrinas inspiradas e as portas do inferno não resistiram a essa Igreja em toda a sua existência, pois por maior que fosse a apostasia depois dos anos 100, sempre a Igreja foi coluna e amparo da verdade. (1 Timóteo 3:15) Por isso mesmo, logo cedo na história do Cristianismo, assim que o Cânon bíblico foi reconhecido pela Igreja, a verdade da Doutrina da Trindade Santa, claramente ensinada nas Escrituras, tornou-se o pilar da doutrina cristã. Ela, quando ensinada de forma ortodoxa, é o marco divisor entre Igreja e seita.
A doutrina central do Cristianismo e pilar de todas as outras, até mesmo em relação à Salvação, deveria ser a primeira a ser reconhecida pelos líderes precursores da Igreja Adventista do Sétimo Dia, e seus sucessores. Seria um absurdo que depois de supostos tantos séculos de apostasia e, enfim, o também suposto ressurgimento da verdadeira adoração, que o ensino mais importante das Escrituras demorasse 75 anos, de 1820 até 1897, para ser reconhecido definitivamente, e diga-se de passagem, depois de a Trindade ter sido fundamentada e reconhecida definitivamente em 325 d. C no Concilio de Niceia.
Então, perguntamos aos adventistas do sétimo dia, sim a eles que nos chamam de irmãos antes mesmo de aceitarmos ser membros da suposta única igreja remanescente: Como vocês conseguem acreditar que Deus usou os pioneiros de sua igreja para restaurarem a verdade da Bíblia, se muitos deles morreram sem acreditar na Trindade, quando a Igreja Cristã já professava tal verdade desde os primeiros séculos da história cristã? Como imaginar que Deus teria revelado informações a EGW tão inspiradas quanto à Bíblia, e não revelou a natureza Triúna de Deus senão definitivamente em 1897? Como que a igreja que já era a única remanescente teria revelado as verdades ao mundo mas não afirmou inequívoca e veementemente nos primeiros 75 anos a mais importante das doutrinas bíblicas?
A mais importante revista dos nossos amigos adventistas diz:

Esta declaração comprova que EGW reconheceu o Espírito Santo como a “Terceira Pessoa da Trindade” após uma mensagem em 1896. O Espírito de Profecia da IASD não fez EGW reconhecer definitivamente a Trindade até essa data! Antes de 1897, vemos uma tremenda bagunça nos escritos inspirados dela, ora defendendo ideias unicistas, ora até arianas. Se a IASD fosse a única igreja remanescente, como poderia ser isso, principalmente porque já tínhamos a Bíblia completa há quase 1800 anos, e as igrejas cristãs já criam na Trindade de forma correta há séculos?
Observe agora a confissão final de que o Espírito Santo de Deus não teria convencido EGW e outros pioneiros de quem Ele mesmo era, o que tornaria a Igreja Remanescente um mito e dos grandes:

Quanta desonestidade! Puseram a culpa em nossos credos com seus supostos erros. Mas a questão não é essa! A questão é: Por que o Espírito Santo teria demorado de 1820 até 1897 para convencer a suposta Igreja Remanescente (IASD), que restaurava as verdades bíblicas, de uma verdade tão fundamental como essa? Na verdade, a IASD inicia seu movimento com uma maioria de pessoas que não criam na Trindade, ou eram unicistas, ou arianas, ou nem sabiam definir a doutrina da Trindade, sendo que alguns posteriormente admitiram seu erro. Todavia, um erro desses jamais poderia, depois de 1800 anos de Cânon bíblico pronto, deixar de ser revelado logo de início à portadora do suposto Espírito de Profecia, EGW, a qual revelava “coisas” tão inspiradas quanto à Bíblia. Pasmem! O Espírito de Profecia (O Espírito Santo na verdade) levanta a Igreja Remanescente, mas se esqueceu de revelar a sua real identidade ao grupo que usou para restabelecer à verdade, de modo que muitos morreram na heresia! Quanta incoerência!
No final da matéria, a desculpa é:

Ocorreu sim uma apostasia, pois membros de nossas igrejas nos abandonaram para organizar uma igreja, sendo que eles não criam mais na Trindade. Foram apóstatas que fundaram a IASD, em sua maioria. Felizmente, com o tempo, reviram este ensino e hoje creem na Trindade.
Até mesmo um livro bem mais recente e famoso da IASD afirma que os primeiros líderes adventistas não concordariam com a crença atual adventista sobre a Trindade:
“A esmagadora maioria dos primeiros líderes adventistas não conseguiria concordar com pelo menos três seções da declaração denominacional de crenças de 1980. Essas três seções tratam da Trindade, da plena divindade de Jesus e da personalidade do Espírito Santo.” – KNIGHT, George R. Em Busca de Identidade. O Desenvolvimento das doutrinas adventistas do sétimo dia. Página 112. CPA. 1a. Edição. 2006. Tatuí, São Paulo.
Por isso, nossos amigos adventistas precisam ser ajudados a abandonar outras heresias que ensinam, para que seu movimento, na volta de Cristo, não seja considerado definitivamente como herético e parte de Babilônia, a Grande, ou o Anticristo – todos os movimentos e correntes religiosas na história da humanidade que se levanta contra Jesus.
Assim como os ASD estiveram errados em não crer na Trindade no início de seu movimento, assim também estão errados em outros pontos, como por exemplo, considerar os escritos de EGW tão inspirados como a Bíblia, embora numa luz menor. Definitivamente, os escritos dessa senhora NÃO SÃO INSPIRADOS! Estão repletos de erros, tanto que já sofreram várias revisões. Que os adventistas se arrependam de ser membros dessa organização que jamais foi usada por Deus para restabelecer verdades. Isto é uma grande mentira deles! – Pr. Fernando Galli.

ADVENTISTA

IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA – PARTE DE SEUS PIONEIROS NÃO CRIAM NA TRINDADE! Todos sabemos que a Igreja Adventista do Sétimo Dia se con...