IGREJAS CRISTÃS - PRESTEM ATENÇÃO NO QUE O APOLOGISTA TESTEMUNHA DE JEOVÁ ESCREVE!


Um apologista TJ denominado Queruvim publicou uma matéria na internet afirmando que todas as nossas Igrejas são "tudo a mesma coisa" no que se refere à pedofilia e pecados sexuais. Gostaria de solicitar a avaliação de advogados cristãos sobre a matéria desse acusador, que comete a falácia da generalização, atacando a reputação de igrejas sérias que não têm casos de pedofilia, como a minha, por exemplo. Observe o que esse acusador afirmou no site dele:


ADENDO: O indivíduo QUERUVIM, com o rabinho entre as pernas, com medo de ser processado, alterou o parágrafo acima, sem pedir desculpas para seu leitor. Observe:


Observe que ele manipulou o próprio texto e trocou a frase "enquanto a Igreja deles, que são tudo a mesma coisa, só muda o nome" para "enquanto a igreja deles, que defendem tudo basicamente a mesma doutrina, só muda o nome". Ou seja, em outros textos e áudios dele, onde ele condena nossas igrejas não terem uma doutrina só, e por isso nos tacha de Babilônia, neste texto, para consertar a tolice que escreveu, foi capaz de afirmar que nossas igrejas ensinam basicamente a mesma doutrina.

O telefone deste sujeito, divulgado por ele mesmo no site dele, é:

A seita da qual ele faz parte possui pedófilos? Pesquise no youtube TESTEMUNHAS DE JEOVÁ 1006 CASOS DE PEDOFILIA NA AUSTRÁLIA, e você descobrirá se tem ou não. São processos judiciais, não opinião de ex-TJs. 

Por outro lado, eu jamais cometeria o crime de dizer a uma TJ para abandonar a seita dele porque há casos de pedofilia entre os TJs. Por quê? Porque eu sou honesto em afirmar que nunca vi os TJs endossar ensinar o crime da pedofilia. Da mesma forma, os VAGABUNDOS VIRTUAIS TJS não agem. Cometem o crime da generalização. SOMOS TUDO A MESMA COISA, segundo o Vagabundo Virtual. - Pr. Fernando Galli.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

A IMPORTÂNCIA DE SUPORTARMOS UNS AOS OUTROS