ÉTICA DOS DEZ MANDAMENTOS - DEVEMOS GUARDAR UM DIA SABÁTICO?


A resposta é um sonoro SIM! Mas antes de dar a minha resposta, que se baseia em Bíblia, comentários bíblicos cristãos e Confissões de Fé, quero deixar bem claro que o sábado guardado nos moldes da Igreja Adventista do Sétimo Dia está para os cristãos fora de cogitação, porque guardam o sábado a fim de conquistarem a salvação, e depois de se considerarem salvos, continuam guardando para não perdê-la. Ou seja, ensinam camufladamente salvação pelas obras. Sem contar que a """""""profetisa""""""" adventista Ellen G. White afirma: Guardar o sábado importa em salvação eterna. [1] 

E no mesmo pecado de ensinar salvação pelas obras caem as igrejas que ensinam perda de salvação, quando afirmam que um desviado, que se tornou um não-salvo, precisa se arrepender e mudar de proceder para voltar a ser salvo de novo. Isto é blasfêmia e uma verdadeira imundície espiritual, pois o salvo que se desviou, por ser salvo (ou por nunca ter perdido a salvação) retornará a Deus arrependido. 

Quanto ao Sábado. A Igreja sempre guardou em toda a sua história um dia sabático. Considerou o domingo, desde os primeiros cristãos, como dia a ser guardado. Comentando sobre o texto de Hebreus 4:9, veja o que uma obra Presbiteriana afirma [2]:



Então, antes de os apologistas antinomistas incompetentes me chamarem de herege, por gentileza, tenham a coragem de chamar a Igreja Presbiteriana de herege também, e jamais marquem palestras apologéticas nesta igreja. Sejam coerentes.

A Confissão de Fé de Westminster, no capítulo 21, Itens VII e VIII afirmam:
VII. Como é lei da natureza que, em geral, uma devida proporção de tempo seja destinada ao culto de Deus, assim também, em sua Palavra, por um preceito positivo, moral e perpétuo, preceito que obriga a todos os homens, em todas as épocas, Deus designou particularmente um dia em sete para ser um sábado (descanso) santificado por ele; desde o princípio do mundo, até a ressurreição de Cristo, esse dia foi o último da semana; e desde a ressurreição de Cristo, foi mudado para o primeiro dia da semana, dia que, na Escritura, é chamado dia do Senhor (domingo), e que há de continuar até ao fim do mundo como sábado cristão. O SÁBADO SEGUNDO A CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER VIII. Este sábado é santificado ao Senhor quando os homens, tendo devidamente preparado os seus corações e de antemão ordenado os seus negócios ordinários, não só guardam, durante todo o dia, um santo descanso de suas obras, palavras e pensamentos a respeito de seus empregos seculares e de suas recreações, mas também ocupam todo o tempo em exercícios públicos e particulares de culto e nos deveres de necessidades e de misericórdia.
Portanto, como cristãos salvos, vamos, sem exageros, respeitando a essência da Lei, guardar e santificar um dia da semana, o domingo (ou outro dia), dia em que Cristo ressuscitou, como gratidão a Deus e como demonstração de fé de que um dia, de forma mais especial, entraremos no descanso eterno de Deus. 

E pelo amor de Deus, não saiam dizendo que estou defendendo a Igreja Adventista do Sétimo Dia, nem usem meu texto para serem membros dessa seita. Tem que ser muito ignorante em Bíblia para crer como eles, que o Papa vai emitir um decreto dominical, o tal 666, e todos os que guardarem o domingo serão do time do 666, e os que guardarem o sábado serão do time da Igreja Remanescente. Pelo mor de Deus, não creia numa bobagem dessas! 

Veja o maravilhoso artigo escrito por Joel Beeke, pastor da Heritage Netherlands Reformed Congregation, presidente do Puritan Reformed Theological Seminary e autor de vários livros. Clique aqui! 

E pelo amor de Deus também: Quando a Bíblia diz que Cristo é o fim da Lei (Romanos 10:4), significa que o fim ou a finalidade da Lei é o Cristo, ou seja, a Lei foi dada para nos conduzir a Cristo, logo, o fim dela é Cristo! De toda essa Lei, que é a mesma que a Lei do Cristo, muitas delas se cumpriram em Cristo. Outras foram abolidas. Mas do Decálogo, todas devem ser obedecidas como gratidão a Deus por tão grandiosa salvação em Cristo Jesus. - Pr. Fernando Galli.
______________________________

Observação: Se você trabalha no domingo, não precisa cair no conto dos satânicos hereges e pedir demissão. Deus entende que você precisa trabalhar. Afinal, esses xiitas à margem do Cristianismo não vão pagar suas contas nem te alimentar se você fcar desempregado. Descanse e santifique de forma mais especial outro dia para Deus. O princípio está acima do método. O dia, em si, é um método. Assista sim programas de TV que tenham a ver com a sua instrução espiritual. Não sacralize o sábado como meio de você ganhar a salvação. Lave sim suas panelas. Faça sim comida para sua família. Ser porco e não cozinhar para sua família é coisa do diabo. E não se esqueça - tem muito herege sabatista que anda de ônibus no sábado, telefona para alguém valendo-se de trabalhadores que garantem o funcionamento das ligações telefônicas, e não acham isso pecado. Pois não é mesmo! Trabalhos indispensáveis, no contexto da Lei sob as lentes da Igreja, não são considerados como pecado!

[1] Testemunhos Seletos, Volume 3, p. 23. 
[2] Comentário Novo Testamento : Hebreus, pp. 159, 160. Cultura Cristã. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

A IMPORTÂNCIA DE SUPORTARMOS UNS AOS OUTROS