ENSINA A BÍBLIA O MINISTÉRIO PASTORAL FEMININO?

A resposta é um SONORO NÃO! Por quê? Veja:

1. Paulo escreve que não é permitido às mulheres ensinar e exercer autoridade na Igreja. (1 Timóteo 2:12) Quando se diz "na igreja", está se referindo ao culto. Portanto, debaixo da chefia e autoridade de um pastor, ela poderia ensinar na Escola Bíblica Dominical, como forma de simplesmente repassar o que pastores decidiram ensinar.
2. Elas precisam aprender a perguntar a seus maridos, pois isto é o princípio de chefia. - "Se quiserem aprender alguma coisa, perguntem em casa ao marido, porque para a mulher é vergonhoso falar na igreja." - 1 Coríntios 14:35.
3. Na criação, Deus criou a mulher para ser ajudadora de seu homem, e não para, em algum setor da vida espiritual, lhe ser o cabeça dele. Mas a Bíblia, ao contrário, diz que o marido é o cabeça da esposa. (1 Coríntios 11:3) E não é que há igrejas em que a mulher é pastora e o esposo não? Em casa, o cabeça é ele, na igreja é ela. Pode um absurdo desses?
4. Deus usou apenas homens para escrever as Escrituras. Não há sequer um livro Bíblico que tenha sido escrito por uma mulher, nem os de Rute e Ester. Se uma mulher tivesse escrito algo inspirado, a própria Bíblia teria entrado em contradição com ela mesma, pois de alguma forma essas mulheres estariam ensinando a igreja com autoridade através de seus escritos inspirados.
5. Nenhum dos apóstolos de Jesus era mulher. Todos eram homens. Se Jesus tivesse escolhido uma apóstola, a igreja estaria debaixo dos ensinos dela, o que estaria em choque com textos em que a Bíblia proíbe a mulher de exercer autoridade na igreja.
6. Nenhum presbítero (ou pastor) na Igreja do primeiro século poderia ser mulher, pois um dos requisitos para cada presbítero ser irrepreensível era ele ter sua esposa em sujeição a ele. (1 Timóteo 3:1-3) Só nos faltava essa, um marido ser submisso à autoridade e chefia de sua esposa dentro da Igreja.
7. Nenhum presbítero poderia ser mulher porque outro requisito para ele ser irrepreensível era o de ser marido de uma só mulher, e não mulher de um só marido. - 1 Timóteo 3:1-3.
8. Pior ainda é ver a classe eclesiástica feminista dizer que assim como Deus usou juízas em Israel, assim também usa pastoras. A primeira cláusula é verdadeira, portanto, se Deus um dia mandar um e-mail do céu autorizando haver juízes entre nós novamente, aí sim as irmãs poderão ser juízas. Mas enquanto isso não acontece, as irmãs farão muito bem em servir a Deus na igreja em submissão, lavando a cozinha da Igreja, limpando o chão dos banheiros, e quando muito ensinar na Escola Bíblica Dominical debaixo de completa supervisão masculina do pastor da Igreja ou outros líderes homens. Além disso, podem orar e louvar a Deus na Igreja, dar testemunhos.
9. Por fim, assim como elas, no lar, apelam para o sentimentalismo típico ao qual denomino ginecopatia apelativa, assim também apelam para raciocínios do tipo: (a) Se mulher pode ser professora, presidenta, por que não pode ser pastora? A resposta é: Porque Deus não autorizou, e fim de papo. Discuta com ele, não com a gente; (b) Se a Igreja é chamada de noiva de Cristo, então porque mulheres não podem ser pastoras de Cristo? E a resposta é: Como noiva de Cristo, seja submissa a Jesus e à sua palavra.

A fuga descabida de muitas irmãs desinformadas, que não sabem a diferença entre um bicho e um ser humano, é mencionar que Raquel era pastora de ovelhas. (Gênesis 29:9) Bem, ovelhas aqui é bicho, não gente; e as ovelhas nem eram dela, mas de seu pai, Labão. E que belo exemplo de pastora de gente ela teria sido! Ela furtou ídolos do pai dela. - Gênesis 31:19.

Outras mais irresponsáveis ainda pioram sua situação diante de Deus por nos acusar de machistas, mas é a Bíblia que não autoriza o ministério pastoral feminino. Seria Deus, então, o machista, quando diz que a mulher não pode ensinar? Ou será, então, que Deus foi machista só naquele tempo porque o povo era machista, e Deus resolveu ceder ao machismo de Paulo? Ou não foi Deus quem disse, e Paulo nem inspirado estava?

Portanto, é expressamente proibido haver mulheres que sejam "pastoras". Igrejas que apoiam o ministério feminino estão em pecado e contra o arranjo da chefia e autoridade instituído por Deus. Arrependam-se, corrijam-se e sigam a Bíblia, em vez de serem irmãzinhas moderninhas e biblicamente incompetentes. Ou comprem umas ovelhinhas no pasto mais próximo e mãos à obra. - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

A IMPORTÂNCIA DE SUPORTARMOS UNS AOS OUTROS