IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA - DEUS ABOLIU OU NÃO AS LEIS DIETÉTICAS?

Que delícia!
Os adeptos da seita IASD entendem que ao dar uma visão a Pedro de um grande lençol com animais impuros e ordená-lo a matar esses animais e comê-los, Deus não estava abolindo as leis dietéticas dada a Moisés. (Atos 10:9-16) Qual a interpretação que dão para a passagem? Está ela correta?

Para uma compreensão correta, em primeiro lugar, é importante lermos o texto:
"No dia seguinte, enquanto estavam a caminho, já perto da cidade, Pedro subiu ao terraço para orar, por volta da hora sexta. E, sentindo fome, quis comer; mas, enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe uma visão. Ele viu o céu aberto e um objeto descendo, como se fosse um grande lençol, baixado pelas quatro pontas sobre a terra. Nele havia todo tipo de quadrúpedes, animais que rastejam sobre a terra e aves do céu. E uma voz lhe disse: Levanta-te, Pedro, mata e come. Mas Pedro respondeu: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi algo profano ou impuro. Pela segunda vez lhe falou a voz: Não chames de profano o que Deus purificou. Isto aconteceu três vezes; e logo o objeto foi recolhido ao céu." - Atos 10:9-16.
Em segundo lugar, é importante lermos o contexto. A visão não foi dada a Pedro com a intenção primária de abolir as leis dietéticas, mas de ensinar a Pedro que ele não mais deveria considerar puros apenas os judeus em detrimento dos gentios, e que Deus salvaria tanto judeus como gentios pelo nome de Jesus. Pedro, de início, não entendeu a visão, pois ela, a princípio, o ensinava a fazer algo absurdo para os judeus, ou seja, comer animais considerados impuros. Levítico Capítulo 11 fornece a lista deles. Depois de meditar na visão (Atos 10:17, 19), e ter contato com Cornélio e sua família, gentios, ao ver o Espírito Santo mover esta família a falar em línguas assim como acorrera com Pedro no Pentecostes (Atos 2:1-4; 11:17), conclui que Deus não é parcial, mas em cada nação tem salvos. (Atos 10:34, 35) Pedro, então, aprendeu a lição: "Bem sabeis que não é permitido a um judeu misturar-se com não judeus ou aproximar-se deles. Mas Deus mostrou-me que a nenhum homem devo chamar de impuro". - Atos 10:28.

Em terceiro lugar, precisamos compreender que toda visão parte de uma verdade primária para significar uma verdade mais importante. Os adventistas sabem muito bem que depois que Jesus desceu do monte, em sua transfiguração, o próprio Jesus chamou de visão o que Pedro, Tiago e João viram ali. (Mateus 17:9) Mas a visão incluiu pessoas reais: Jesus, Moisés e Elias. Aquela visão partiu de uma verdade primária, ou seja, que tanto Jesus, como Moisés e Elias estavam vivos, para significar algo maior. Aí, cada estudioso tem suas conclusões. 

Então, perguntamos aos adventistas: Como Deus poderia ensinar Pedro a considerar os gentios como alvos da salvação em Cristo Jesus através de uma visão onde Deus o manda, através de uma encenação, a fazer algo totalmente contra a sua suposta lei dietética em vigor? Esta visão só teria sentido se Deus realmente tivesse desobrigado os cristãos de observar Levítico 11. Ou então, o Deus da Bíblia não tem criatividade. E por que Deus manda, na visão, matar e comer os animais? Seria esta uma expressão correta e necessária à didática divina se Deus ainda considerasse pecado comer tais animais? Afinal, Deus não poderia ter usado o mesmo lençol e dito a Pedro: "Assim como estou levando esses animais impuros para você visualizá-los como puros, assim também te levarei àqueles que Deus não mais quer que você os considere impuros, ou seja, os gentios." Será que eu sou mais criativo do que Deus, ou Deus usou a expressão mata e come para ensinar duas lições: (1) Na nova aliança, não há mais animais impuros espiritualmente falando; (2) Não há mais homens impuros, pois todos são convidados a serem salvos. 

Os cristãos, ao contrário dos nossos queridos sectários adventistas, podem comer ATÉ RATO, se tiverem certeza de que foram tratados em condições de tornar a carne saudável. Não estamos mais debaixo das leis dietéticas, todavia, isto não significa que Deus se agrada quando comemos o que nosso médico já nos disse não fazer bem. Estaríamos em pecado, por exemplo, por ingerirmos doces em excesso se formos diabéticos.

Por fim, seguem aos adventistas do sétimo dia suas informações: (1) Este texto é uma pequena, e se precisar se tornará gigantesca, refutação ao vídeo de Leandro Quadros, do programa NA MIRA DA VERDADE. O endereço é http://novotempo.com/namiradaverdade/videos/qual-o-significado-da-visao-de-pedro-em-atos-10-na-mira-da-verdade/. Assista dos 6:20 até 12:32. No final, Leandro Quadros diz que nós, por pensarmos assim, estamos mais por fora do que arco de barril. Então, vem a segunda informação: (2) Vamos, mande-nos um bom arsenal de refutações, pois estou preparado para quaisquer argumentos dos supostos propagadores da verdade num programa que deveria ser chamado Na Mira da Mentira! - Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

A IMPORTÂNCIA DE SUPORTARMOS UNS AOS OUTROS