MATÉRIA ESPECIAL - TIVE CONTATO COM MATERIAL DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - E AGORA?


O que você deve fazer caso entre contato com as heresias dos TJs, ou com alguma questão que seja relacionada a sua fé, para a qual você não saiba a resposta? Você, caro irmão, já ficou angustiado com algo que leu, viu ou ouviu dos TJs contra a Igreja de Cristo? Quando tinha contato com tais declarações, vinda de pessoas que um dia viveram entre nós, seu coração chegou a bater mais forte e a ansiedade tomava conta de você? 



Ou talvez passou a pensar consigo mesmo: E agora, se tudo isso for verdade que falam contra nossas igrejas, como eu vou saber? Tenho vontade de perguntar tais coisas a meu pastor e revelar que eu tive contato com os Testemunhas de Jeová! 

Fique calmo! Você não é o único a passar por tudo isso! Muitos que servem hoje ao Deus da Bíblia, o Pai, o Filho e o Espírito Santo, passaram por isso também.

É claro que jamais devemos dar atenção às heresias dos desertores, ou seja, dos que saíram dos nossos mas não eram dos nossos!

Mas o que você precisa fazer caso tenha dúvida sobre a sua própria fé? Vejamos duas coisas que você precisa saber sobre o tema:

A identidade e a origem das acusações;

O que fazer após ter recebido esse tipo de informação? Sobre o primeiro ponto (a identidade e a origem das acusações), veremos: Quem são aqueles que fazem tais acusações, por que eles fazem? E onde eles querem chegar? Também veremos aquilo que você pode fazer: Aprenda a pensar, segundo, aprenda a pesquisar, terceiro, aprenda a pedir ajuda, e quarto, defenda-se.

Vejamos sobre a identidade dos hereges que um dia nos abandonaram para ser TJs e questionar nossas crenças na internet.

Digamos que você se depare com um site, uma página ou um canal de vídeos que existe exclusivamente para atacar as crenças de nossas igrejas cristãs. O que seria preciso saber sobre tais sites? Vamos primeiro saber um pouco sobre a identidade dessas pessoas. Quem são eles? 

Essas pessoas que costumam atacar as crenças de nossas igrejas e irmãos em Cristo normalmente podem ser catalogadas entre três tipos diferentes, mas apenas com um único espírito. Esses podem ser TJs que nunca pertenceram às nossas igrejas, podem ser TJs que por um tempo viveram conosco e que, diferentes do profeta Jeremias, que não abandonou o povo de Deus por causa da maioria dos judeus infiéis, não permaneceram no corpo de Cristo por causa dos erros dos outros; ou podem ser TJs que embora não se infiltrem em nossas igrejas, nos templos, fazem questão de questionar nossas crenças pela internet, de forma covarde e safada, usando vídeos de nossos irmãos em Cristo sem a autorização deles para preparar outros vídeos refutando nossos irmãos, e como se não bastasse, ainda fazem gozações e chacotas com os nomes de nossos irmãos. 

Desses três tipos, todos eles têm o mesmo espírito: O que os move é o ódio à Igreja de verdadeiro Jesus Cristo, pois nos chamam de Babilônia, a Grande, o Império Mundial da Religião Falsa, e não o verdadeiro amor a Deus e ao próximo. 

Na verdade, os motivos podem ser variados, mas em resumo é o seu descontentamento pessoas com irmãos de nossas igrejas, rixas carnais, falta de fé e conhecimento também, um pecado grave que cometeram enquanto no meio cristão que os fez sair de lá e desanimar, necessidade de destaque pois a seita TJ não abre espaço para o estudioso TJ aparecer como teólogo ou mestre, chamar atenção ou se fazer de perseguido depois de ter atacado covardemente os outros. 

Enfim, um desses motivos leva o ex-evangélico que se tornou TJ a nutrir um ódio tão grande pela Igreja de Jesus Cristo, que existe desde o ano 33 d.C., e não de 1870 para cá, que passaram a fazer de suas vidas uma causa anti Igrejas Cristãs. E daí, militam na internet, ruas, igrejas e outros com um único objetivo: chamar nossas igrejas de Babilônia, a Grande, como se não soubéssemos que dessa pequena seita TJ já surgiram 27 seitas menores afirmando serem também verdadeiros cristãos. Uma verdadeira Babilônia de confusão de seitinhas que saíram de uma seita maior. 

O objetivo desses TJs é enfraquecer a sua fé no Deus da Bíblia, em Jesus Cristo e na sua igreja. Para esses TJs militantes, o caminho novo a seguir é uma seita que afirma ser a única religião verdadeira, que já mudou mais de 300 vezes de ensinos, que já previu a volta de Jesus para 1914, 1925 e 1975. Bem intencionados ou não, sinceros ou enganados, servem aos objetivos destrutivos de Satanás.

Pense no seguinte: Você não acha estranho que o único objetivo deles seja fazer você deixar de ser um filho de Deus para ir para uma seita que considera 99,13% de seus adeptos como não sendo filhos de Deus, mas que serão apenas daqui no mínimo 1000 anos? 

Perceba que eles buscam ateus, budistas, umbandistas, evangélicos, macumbeiros, muçulmanos, enfim, eles não estão nem aí e querem levar a todos para uma seita que se uma criança precisar urgentemente de transfusão de sangue, os pais dela seriam capazes de processar os médicos caso ministrassem sangue para salvar a vida da criança, cumprindo seu dever de sempre procurar salvar a vida das pessoas! 

E esses TJs virtuais que a serviço de Satanás querem tirar você da Igreja de Cristo se satisfazem quando levam pessoas a uma seita que encara o ser policial e ser político como meios de se desobedecer a Deus, mas quando precisam vão pedir ajuda a policiais e políticos!!! Pode uma coisa dessas? 

Você não acha isso MUITO estranho? Não é à toa que muitos desses TJs que vivem tentando te desencaminhar se tornam com o tempo ateus, homossexuais, espíritas, satanistas, desigrejados, sendo até expulsos por isso, mostrando o que acontece na vida de muitos deles por não se considerarem filhos de Deus só porque não creem que viverão no céu. Pode uma coisa dessas? 

Como pode muitos evangélicos ir para uma seita que ensina que 99,13% de seus membros não são filhos de Deus se a Bíblia diz que somos filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus? Quão bom seria se eles se tornassem cristãos de verdade, sendo filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus! – Gálatas 3:26.

É interessante que há várias páginas de ex-evangélicos na internet, e seus proprietários, sempre no anonimato, escondidos atrás de fakes e nomes falsos, se unem exclusivamente para tirar você da igreja de Jesus Cristo e te levar para uma seita que proíbe você doar sangue, mas permite que você use, se precisar, remédios feitos com frações de sangue doado por outras pessoas. 

Quão bom se eles deixassem de servir ao Corpo Governante deles, se arrependessem e viessem para o mesmo destino, ou seja, Cristo Jesus! Quão bom se nós, portadores da luz de Cristo, pudéssemos ajuda-los a se tornarem cristãos de verdade!!!! 

Mas infelizmente, os apóstatas de nossas igrejas que se tornaram TJs preferem ficar numa seita que já mudou 336 vezes de ensinos, acreditando que cada mudança de ensino é uma luz de Jeová! Mas que Jeová é esse que não elucida corretamente, mas deixa suas testemunhas no erro até que ele resolve ensiná-las o certo?

Também, se você decidir seguir apóstatas que se tornaram TJs, terá de enfrentar a decisão de seguir o Corpo Governante e seus ensinos. Você sabia que se discordar dos ensinos dos líderes TJs e manifestar aos outros TJs que pensa diferente, tanto em assuntos primários como secundários, poderá ser expulso dali e nunca mais os TJs poderão sequer cumprimentar você? 

Então, se você se tornar TJ, a quem seguirá: a Bíblia ou ao Corpo Governante com seus ensinos mutantes? Ou será que vai decidir seguir os apologistas TJs virtuais, que vinte e quatro horas por dia agem como apóstatas criticando nossas igrejas na internet? Pois é exatamente isso que eles esperam de você.

Já notou que nem dos apologistas virtuais TJs se esforçam em cumprir com o requisito Bíblico de pregar normas de conduta, ética, fé e obras? Já percebeu que eles são tão sem vergonha que nem a Sede da seita deles em nosso país sabe quem eles são, já que eles não revelam seus rostos e nomes, mas descaradamente usam vídeos de nossos irmãos em Cristo e expõem os rostos e a voz deles, sem a autorização deles? Então por que dar ouvidos a eles? 

Pense bem: Se você fosse pesquisar informações sobre judaísmo, pesquisaria as informações num site nazista? Se tivesse vivido nos dias de Jesus, e quisesse saber informações sobre ele, perguntaria para quem? Para os fariseus ou para os discípulos de Jesus? Então, como poderia confiar em informações bíblicas que vêm de sites de adeptos de uma seita com tantas mudanças de ensinos, de pessoas que ODEIAM o que ensinamos? Qual a chance de que o que eles ensinam não vai mudar de novo no futuro? Não seria melhor continuar cristãos, perdoar os erros que há em igrejas cristãs compostas por pessoas imperfeitas, mas que pelo menos ensinam a sã doutrina dos apóstolos?

Mas o que fazer quando os questionamentos TJs parecerem fazer sentido e venham afetar o seu ânimo de servir ao Deus da Bíblia?

Passo 1 – Aprenda a pensar. Pode ser que um TJ chegue a você e diga: Você sabia que a Bíblia condena as igrejas de vocês porque elas não estão unidas numa mesma interpretação, conforme diz 1 Coríntios 1:10, onde Paulo diz que devemos estar unidos na mesma mente e na mesma maneira de pensar? 

Antes de ficar desesperado e chutar tudo para o alto, mantenha a calma e reflita: Já sabemos que esse questionamento vem de uma seita que vive mudando de interpretação. Então, pense: Se eles podem mudar de interpretação, por que não podemos ter interpretações diferentes, e ao mesmo tempo nos chamarmos de irmãos em Cristo, assim como marido e esposa pensam diferente a vida toda, mas são uma só carne? 

Assim, vemos que os TJs nada sabem sobre o assunto de serem unidos de fato, e vivem servindo seus líderes mundiais, sem poder discordar deles. Pergunte-se: A verdadeira união é aquela que Deus consegue unir pessoas apesar dos pontos de vista diferentes, ou aquela conseguida à força, com a seguinte ameaça: Confiem em nossa interpretação, senão serão expulsos de nossa igreja?

Outro ponto é: Quando acusam de sermos igrejas de Babilônia por haver problemas em nossas igrejas, será que isso deveria afetar mesmo a nossa fé? Então aprenda a pensar: Será que porque houve um Judas Iscariotes entre os apóstolos, todos os outros estão errados também? É óbvio que não! Assim, concentre-se no exemplo de Jesus, e não o abandone devido aos erros dos outros, e muito menos para ser membro de uma seita fundada por um falso profeta acusado de adultério pela sua própria esposa! Você sabia disso?

Outro ponto ainda: Imagine que os TJs dissessem a você que há pedofilia entre muitos pastores, e que toleramos a imoralidade sexual entre as nossas igrejas. O que você faria? Aprenda a pensar: Por acaso não há crimes de pedofilia entre os Testemunhas de Jeová? Sabia que os meios noticiosos na Austrália revelaram que nos últimos 70 anos houve mais de 1000 casos de pedofilia praticados por membros TJs, e alguns deles por líderes religiosos deles? 

Pense bem! Pedofilia existe em todos os lugares! O importante é que você sirva a Jesus e não seja um pedófilo! Então, não ligue para o que os TJs dizem sobre nós na internet. A acusação deles contra nós cai sobre eles mesmos, e parece que de forma pior. E alguns TJs são tão malandros ao tentar obscurecer o fato de que há pedófilos entre eles, que nos perguntam: Quantos casos de TJs pedófilos você conhece? Valem-se de que nós não sabemos de casos realmente, mas por que não sabemos? 

Porque em vários países, conforme os noticiários mostram, os TJs até uns tempos não incentivavam os pais das vítimas de pedofilia a denunciarem o criminoso TJ na justiça, para não causar vitupério ao nome do “deus” TJ. Portanto, tome cuidado! Será que os TJs, ao usar os casos de pastores pedófilos contra nós, demonstram preocupação com as vítimas de pedofilia, ou querem apenas nos arrancar da Igreja de Jesus com emocionalismo e comoção pública? Muito cuidado, meu irmão!

Aprenda a pensar também quando um TJ tentar te enganar com o seguinte raciocínio, para desviar do foco a verdade sobre milhares de casos de pedofilia denunciados entre os TJs ao redor do mundo. Os TJs dizem: “Quando expulsamos pessoas, vocês dizem que somos muito duros. Quando não expulsamos e nem denunciamos, somos muito moles.” Não caia nesse truque de palavras! O certo e excomungar pessoas e trata-las com dignidade, sem menosprezá-la, mas quando ela for um pedófilo, deve-se denunciar às autoridades, afinal, a Igreja não pode acobertar casos de crimes hediondos com a desculpa de não se vituperar o nome de Deus, como o nome de nosso Deus pudesse ser manchado por nossos pecados!

Você deve aprender a pensar quando os TJs lhe atacam chamando você de politeísta por crer na Trindade, como se crêssemos em três deuses. Mas creem como nós: O Pai é uma pessoa, o Filho é outra pessoa. Se cremos em UM ÚNICO DEUS, em três pessoas, e não em três deuses, como podem nos acusar de politeísmo, se somos monoteístas? Viu como são contraditórios? 

Por isso, tome muito cuidado com os TJs, principalmente aqueles que na internet procuram nos desviar. Eles são marionetes do Corpo Governante, quando repetem tudo o que o Corpo Governante quer que eles ensinem, mas são desobedientes ao Corpo Governante que não os aprova quando postam matérias próprias para explicar a Bíblia, já que o Corpo Governante entende que apenas ele é comissionado por Jeová para alimentar as pessoas espiritualmente na internet. Veja como são contraditórios: Ao mesmo tempo que são marionetes, conseguem ser desobedientes! Pode isso?

Aprenda a pensar também no seguinte: Os TJs mudaram mais de 300 vezes de ensinos. Onde nós achamos que eles precisam mudar, para ficar de acordo com a Bíblia, eles não mudam. Mas há muitos ensinos que mudaram que passaram a ser uma réplica do que já ensinávamos há muito tempo. Então pense: Se é Jeová quem revela essas novas luzes ao Corpo Governante TJ, por que ele não ensinou tais ensinos primeiro para suas testemunhas para depois nós copiarmos dos TJs? Quanta contradição! É a esse tipo de gente que você quer seguir? Desculpe, mas para os cristãos, não cola.

Pense também no seguinte: Cristãos de verdade possuem vidas úteis, mas TJs que tentam nos arrancar da igreja de Jesus possuem vidas inúteis. Por exemplo, tem TJs na internet que dedicam todo o seu tempo para não apenas discordar das nossas crenças, mas para agir como verdadeiros bandidos virtuais. É o caso do A Verdade É Lógica. Veja se é neles que você pode confiar:

Eles dizem que não participam de debates nas redes sociais, mas copiam vídeos de nossos irmãos em Cristo defendendo nossas crenças e os refutam. Se não querem um debate, por que se valem do que filmamos e sem a nossa autorização? Não são verdadeiros arruaceiros? Deveria confiar nessa atitude contraditória? Não seria isso uma prova de que levam vidas inúteis, por agir dessa forma?

Afirmam que não é da nossa conta expor que eles fazem algo que o próprio corpo governante deles não aprova! Mas é óbvio que é da nossa conta, porque são irmãos de nossas igrejas que estão tendo seus vídeos usados e refutados, e como se isso não bastasse, esses vagabundos TJs virtuais ainda fazem chacota e gozação com os nomes de nossos irmãos. Por exemplo, o Pastor Paulo Romeiro foi chamado de Paulo Bolero. O Pastor Leandro Quadros foi chamado de Leandro Porta Retratos. O Pastor João Flávio Martinez de Pr. Martini (nome de bebida alcoólica). É nesses impostores sem ética que você quer acreditar? Sim, eles se dedicam a uma causa sem nenhuma responsabilidade!

O que mais chama a nossa atenção é que eles um dia foram membros de nossas igrejas, mas depois de saírem, em vez de exercerem apenas seus direitos de discordar de nós, e quanto a isso não temos objeção, eles saem e passam a criticar com gozação nossas crenças, pondo em seus vídeos o personagem Kiko rindo de nós. Quanta vadiagem! 

Então, aprenda a pensar: Imagine que você tenha uma ex namorada que fica fazendo vídeos na internet e pondo o Kiko para rir de seus vídeos, e ainda por cima usa sua foto e lhe atribui nomes alterados com a intenção de fazer gozação com você? O que essa sua ex-namorada tem de problema? Qual o perfil psicológica dela? Psicótica, neurótica, compulsiva, obsessiva, ciumenta, não aceitou o fim do namoro? 

Ora, pense bem! Não é exatamente esse o perfil desses apologistas TJs na internet? Eles abandonaram nossas igrejas, mas vivem falando mal delas, em vez de apenas discordar de nossos ensinos. Tem uns deles que me ligam no telefone, ou me adicionam no Whatsapp, fingindo ser ex-Tjs para tentar pegar alguma informação e me denunciar em seus sites. 

Chegaram a ligar aqui na minha cidade para descobrir o meu passado e publicar na internet mentiras absurdas a meu respeito, inclusive afirmando que eu era um servo ministerial que dava aula de inglês, e que não fui chamado para ser tradutor e intérprete na Sede TJ aqui no Brasil porque eu não gostava de trabalhar. Que cambada de mentirosos! Se eu não gostasse de trabalhar, eu não seria professor de Inglês e muito menos teria sido aprovado para ser servo ministerial (diácono) da seita. Então, eles são como uma mulher desequilibrada, que largando o namorado, ainda acham que é namorada dele, e ainda por cima ataca-o desavergonhadamente. 

A vida deles é tão inútil que não usam seu precioso tempo de sobra para apenas refutar o que discordam, mas para agir como vagabundos virtuais. Não conseguem cuidar da própria vida deles, então fazer calúnia e chacota com os outros é o mais interessante. E de forma anônima, por sinal. Vivem do meu passado, igual museu, e dos vídeos de gente séria, que nem tem chance de se defender na página deles! Qualquer bom ser humano faria diferente deles.

Outra informação para você pensar se deve ou não perder seu tempo com esses vagabundos virtuais. Eles acusam todos os ex TJs de jamais ajudarem os outros, principalmente nas situações de calamidades. Mas como eles sabem disso? Isto mostra que são caluniadores de mão cheia! O comportamento do A Verdade é Lógica e de outros TJs na internet é tão pútrido que certamente a razão pela qual eles não se identificam tem a ver com o próprio medo de serem descobertos pela seita deles e serem expulsos dali.

Outro ponto para você pensar: Eles querem se infiltrar em nossos lares, com sua propaganda satânica contra nossas igrejas. Se apenas discordassem de nós, tudo bem. Mas eles buscam pôr na sua mente que nossas igrejas são moradias de Satanás. Então, eu pergunto: O Cristianismo persegue ou é perseguido? O Cristianismo mente ou é vítima de mentiras? O Cristianismo usa erros dos outros e generaliza, ou ele é vítima dessa prática da parte das seitas? Você acha que existe, então, alguma possibilidade de esses apologistas TJs virtuais serem cristãos de verdade? Existe? Como dizia o Padre Quevedo: Isso non Eksiste!

Outra coisa importante é que você saiba diferenciar a informação real da informação induzida. Por exemplo, vamos voltar à questão dos casos de pedofilia entre nossos pastores. Os Tjs têm uma informação que nós também temos: Há pedófilos entre nós, e alguns são pastores (ou eram). Mas os TJs, em posse dessa informação, postam na internet informação induzida, ou seja, eles usam esse fato para dar a entender que toleramos a pedofilia. E ainda por cima publicam nas páginas deles notícias dos jornais expondo pastores pedófilos para tentar provar que estamos no caminho errado. 

Agora, aprenda a pensar: Por que é que os pastores pedófilos são expostos nos meios noticiosos, e os casos de pedofilia na Austrália (e até em outros países) demoraram muitos anos para vir à tona? Porque nossas igrejas cristãos denunciam mesmo às autoridades constituídas por Deus (Romanos 13:1-7) que exigem essa denúncia, mas parece que o mesmo não aconteceu nos casos de pedofilia entre os TJs na Austrália e outros ao redor do mundo, quando a seita TJ, conforme um ancião TJ daqui de minha cidade me confidenciou, buscava resolver o caso entre quatro paredes para não denegrir o nome do deus dessa seita! O nome desse ancião é ROBERTO. E quero ver ele ser homem de negar que disse isso para mim, pois contra provas não há argumentos.

Então, prezado irmão, quando você vir na internet TJs usando a pedofilia entre líderes de nossas igrejas, saiba: Querem induzir você a raciocínios errados. Eles tentam girar a sua forma de ver as coisas. Não caia nessa!

Além de aprender a pensar, você precisa aprender a pesquisar sobre o que falam contra a Igreja de Jesus e suas doutrinas. Você sabia que todo e qualquer questionamento TJ contra a nossa fé pode ser respondido com a maior tranquilidade, e que nossos sites apologéticos refutam toda essa propaganda TJ contra nós? Também, livros publicados por nossos apologistas põe a doutrina da Torre de Vigia em pedaços. Só no meu site tem 1500 páginas em Word onde já publiquei argumentos contra os TJs que eles jamais ousaram a refutar! 

Esses TJs, tanto na internet quanto nas portas de nossa casa, quando querem nos confrontar, vomitam por diversas vezes os mesmos ataques de sempre. Às vezes vem com argumentos como se fossem algo novo, mas já foram refutados por nossa literatura. Também aprendemos nessas literaturas nossos pontos divergentes em algumas questões de doutrina, e mesmo assim nos consideramos irmãos. 

Mas esses apóstatas e hereges TJs querem fazer você achar que nossas igrejas têm segredos e que não somos sinceros em admitir que há divergências entre nós, e que nos odiamos devido a essas divergências. Mentira! Geralmente usam leigos de nossas igrejas com muito pouca instrução, ou exemplos de falsos cristãos entre nós, que brigam por questões de doutrina, mas não revelam que nossas igrejas não ensinam que isso deva acontecer, e que há muitos cristãos que convivem bem apesar das diferenças de interpretação. Ou seja, eles usam o mau exemplo do joio entre nós para julgar o trigo. Coisa de Satanás, por sinal! Portanto, aprenda a pesquisar.

Outro grande passo a ser tomado quando um TJ te deixar com dúvidas é pedir ajuda. Sim, aprenda a pedir ajuda. Não tenha vergonha de pedir ajuda. Não é feio ter dúvidas. Concentre-se no seguinte: Todos nós temos dúvidas, mas não é nos sites e nas literaturas de uma seita que já mudou 336 vezes de ensinos que você vai tirar dúvidas. Você tiraria dúvidas com um médico de como tomar certos remédios se soubesse que esse médico já mudou 336 vezes de opinião sobre como tomar vários remédios? É claro que não! Então, peça ajuda a apologistas cristãos, não a hereges!


Por último, defenda-se. Intensifique seu estudo pessoal. Faça anotações de seus estudos. Produza planilhas, gráficos, estudos. Leia sempre a Bíblia. Conheça as doutrinas cristãs. A melhor forma de descobrirmos o erro não é indo ter com ele, mas indo ter com a verdade. Eu espero que este vídeo o tenha ajudado. – Pr. Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1