TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SUAS HERESIAS 005 - ENGANANDO TOLOS ATRAVÉS DO DICIONÁRIO DO DR. MCKENZIE

No afã de defender suas heresias, os TJs são capazes de usar uma palavra ou frase que defende a Trindade e usá-la fora do contexto cristão para dar a entender que não existe Trindade. Veja um exemplo de como um TJ na NET manipula o texto. Ele pretende provar que Jesus não é o Deus verdadeiro, mas um ser divino. Veja:


O autor desse dicionário é John L. McKenzie. Na página 212, debaixo do verbete "DEUS", diz-se que em João 1:1, onde lemos literalmente no grego Deus era a palavra, a tradução correta deveria ser E A PALAVRA ERA UM SER DIVINO. 

Citando esse dicionário, valendo-se de que sua seita acredita que Jesus é um ser divino pois vive no céu em espírito e tem poder, usa o Dicionário Bíblico acima para provar que Jesus não é Deus, mas apenas um ser divino em conformidade com a crença TJ.

Todavia, não podemos ser enganados! Para o Dr. McKenzie, Trinitário convicto,  Jesus é o verdadeiro Deus. Logo, Jesus é um ser divino porque é Deus e possui todos os atributos aplicados ao Pai. Na linguagem trinitária, um ser divino era a Palavra porque Jesus tinha natureza divina, e apenas Deus pode ter a natureza divina, pois é naturalmente e essencialmente Deus.

Mas o TJ, manipulador de provas, usa a frase do Dr. McKenzie, como se ele, sendo trinitário, cresse na interpretação TJ.

Na verdade, todo apologista TJ faz isso. E eles o fazem porque copiam essa atitude de seus líderes mundiais, o Corpo Governante.

Outra tentativa do autor TJ é argumentar: Este dicionário Bíblico diz que Jesus é Filho de Deus. Com isso, o autor TJ quer raciocinar: Percebeu que até os trinitários afirmar que Jesus é Filho de Deus, e não o próprio Deus?

Todavia, para nós, cristãos trinitários, Jesus é o único Filho de Deus porque apenas Ele é o único dentre os chamados filhos de Deus que é TÃO IGUAL AO PAI EM NATUREZA DIVINA. O Espírito Santo é tão igual ao Pai em natureza divina, mas não chamado de Filho. 

Todos nós, Trinitários, sabemos que a doutrina da Trindade não está explícita nas Escrituras, ou seja, não há um texto na Bíblia que diga: Deus é uma trindade de pessoas. A Trindade foi revelada de forma implícita, assim como outros ensinos bíblicos que envolvem mistérios de Deus. Assim, a Igreja coleta as evidências bíblicas e elabora a doutrina. E o resultado final é uma doutrina recheada de evidências sobre algo que cremos por tais evidências embora não possamos explicá-la como Deus a explicaria, pois ser uma Trindade de Pessoas num só Deus é algo ímpar do próprio Deus. Isto explica a não explicitação desta doutrina nas Escrituras.

A Bíblia ensina que Jesus é o Filho de Deus (Mateus 16:16; João 3:16) e o próprio Deus e Senhor nosso. (João 20:28) Para os judeus, essas expressões poderiam ser sinônimas, por isso, Deus chama os maus juízes, em sentido irônico, de "deuses" e "filhos do altíssimo". (Salmos 82:6) No hebraico, é poesia em paralelismo, ou seja, palavras ou expressões diferentes com o mesmo significado. A ironia é tão grande que Deus aplica aos juízes pecadores duas expressões aplicadas apenas a Jesus Cristo: Ele é Deus e Filho de Deus por ser distinto do Pai, mas não separado, pois possui a mesma divindade.

Mas como conclusão, alertamos: Muito, mas muito cuidado com os escritos de TJs na NET, pois eles são mestres em apanhar textos dos outros e aplicá-los em benefício próprio. Que coisa feia! - Pr. Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA