TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - CENTRAL DE DEFESA BÍBLICA E MAIS UMA TENTATIVA PARA TRANSFORMAR O LOGOS EM CRIATURA


Lemos em João 1:3: Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito existiria. A criatividade dos apologistas virtuais TJs não tem limites. Eles simplesmente acham que arrebentam com nós, teólogos, com os argumentos deles. Veja abaixo como que um site TJ explica o texto, tentando levar o leitor a crer que o texto foi escrito em grego para provar que Jesus é uma criatura.



RESPOSTA CRISTÃ - Em primeiro lugar, a comparação acima é ridícula. Coleciono mais de 100 ilustrações TJs em que eles usam o humano para explicar o divino. Tipo assim: Assim como você não conversa consigo mesmo, assim também sua avó não conversa com ela mesma, e assim também Jesus não falava com o Pai. São ignorantes em todos os sentidos.

Eu sinceramente não sei o que esses estupradores do texto bíblico seriam capazes de responder se disséssemos a eles: Se a Bíblia afirma que Deus não fez nada sem Jesus, logo, Jesus não estava com Deus antes da criação, então, na mesma linha de raciocínio, se Deus não fez nada sem o seu Espírito Santo, então seu Espírito Santo, antes de Deus criar, não estava com ele. Mas pode acreditar que eles respondem, porque Bíblia na mão de herege é esterco para novas heresias. 

Em segundo lugar, dizer que nada do que foi feito se fez enquanto Deus estava sozinho, isto é, sem o logos, é uma questão de pura ignorância. A Bíblia responde: Assim diz o SENHOR, teu Redentor, o que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço todas as coisas, que sozinho estendi os céus e sozinho espalhei a terra; (Isaías 44:24) Ou admitem que Jesus é Deus e estava com Deus, e esse Deus triúno fez tudo sozinho, ou terão que bufar pelo cérebro a heresia de que Isaías 44:24 apenas foi escrito para dizer que os deuses falsos não estavam com Deus quando Ele criou tudo, mas que o jesuizinho TJ (garotinho de recado do jeová-TJ), na verdade, estava lá como criatura. Mas acredite: Eles sempre respondem. E todas as vezes que eles responderem, lembre da palavra ESTERCO. Veja a próxima deles:


RESPOSTA CRISTÃ - Com o nariz tapado ao máximo, vamos responder a esse argumento bem fedorento. Parece que quando Paulo e a Bíblia querem ensinar uma exceção, ela afirma: É claro que não inclui aquele que lhe sujeitou todas as coisas. Mas se Jesus fosse uma criatura, o esperado é que se mencionasse que de todas as coisas criadas, em João 1:3 se excetuaria Jesus. Mas o texto não disse isso. Por quê? Porque só Deus cria, e nada sem Deus veio a existir, logo Jesus é Deus. Somente um péssimo intérprete da Bíblia ensinaria que todas as coisas vieram a existir através de uma criatura usada por um Criador, como se o Criador não tivesse criado tudo sozinho, como a Bíblia ensina e vimos em Isaías 44:24. Veja a próxima:


RESPOSTA CRISTÃ - Ainda de nariz bem tapado, de luvas nas mãos, vamos mexer com essa coisa feia acima. Esse moço não sabe em que cremos. Na Trindade, cada Pessoa Divina tem uma função na criação. Está corretíssimo dizer que Jesus atua como intermediário do Pai, pois o Pai é quem decide o que vai ser criado e, por isso, nada do que existe foi feito sem Jesus. Portanto, problema seriíssimo tem o intestino intelectual bíblico de certos hereges que só vivem deixando para traz suas heresias AOS MONTES (que o leitor use de discernimento). Então, aproveitando o gancho, o Pai seria a causa e o Filho o meio. Ainda que isso tenha um certo fundamento, nem esse pum argumentativo e teológico fedido desse TJ nos traria qualquer problema para a doutrina da Trindade, a não ser o desconforto de ter que cheirar uma porcaria dessas e ainda ter que refutar para prevenir que outros sintam o mesmo desconforto. Próxima:


RESPOSTA CRISTÃ - Aqui é um perfeito caso de desonestidade intelectual. Os teólogos católicos, que creem na Trindade e que o Lógos NUNCA foi criado, explicam que a sabedoria de Deus é a primeira criatura de Deus, e que João certamente se lembrou disso quando escreveu João 1:3. É simplesmente um crime deixar nas mãos desses pseudos intelectuais comentários de quem crê na Trindade, pois essa gente consegue usar tais comentários para tentar provar que a Trindade não existe e que Jesus é uma criatura. Se essa gente se preocupasse mais em DE FATO primeiro saber em que os teólogos católicos creem, e nós também, não usariam um comentário desses em benefício próprio. Então, vamos dar uma aulinha:

Em textos poéticos, a sabedoria de Deus pode ser criada. Mas encosta o TJ na parede e pergunta: A sabedoria de Deus pode ser criada, literalmente? A resposta que darão é: Não, mas é criada na acepção de que Jesus foi criado e revelou a sabedoria de Deus ao mundo, ou que Jesus, a primeira criatura de Deus, é a sabedoria de Deus manifesta ao mundo. Daí, eu dou mais uma apertadinha, e pergunto: Mas é Jesus ou a sabedoria de Deus que foi criada? Pois se você diz: Jesus foi criado e revelou a sabedoria (que sempre existiu) de Deus ao mundo, então, Jesus não é literalmente a sabedoria de Deus, pois uma pessoa não pode ser algo. 

Depois dessa apertadinha, eu aperto mais e pergunto: Jesus é a sabedoria personificada de Deus ou não? A resposta é: Sim. Mas como pode a sabedoria de Deus ser personificada numa criatura, se uma criatura, mesma sendo a mais poderosa de todas, é infinitamente menos sábia que o infinitamente todo sábio, Deus? Aí, o jeito será admitir: Mas é a sabedoria que Deus quis manifestar ao mundo. Então, eu abro a Bíblia e leio: A sabedoria é a primeira criatura de Deus no sentido de ser a realização mais antiga de Deus, ou seja, ela foi poeticamente "criada" ou "produzida" (criar aqui é nesse sentido, de produzida) como o primeiro ato de Deus. O próprio texto diz isso, em Provérbios 8:22. Essa sabedoria, que serve de arquiteto de Deus, é a sabedoria do próprio Deus guiando-o em todos os passos da criação. Por isso que muitos, inclusive os TJs, usam para arquiteto a expressão mestre de obras. A função de um mestre de obras é orientar, guiar e averiguar o modo como o projeto está sendo executado. Mas uma criatura orientando Deus na criação? Os TJs responderão que sim, pois somos colaboradores de Deus, segundo a Bíblia. Mas nossa colaboração é na acepção de fazer a sua vontade, e não ser mestre de obras dEle na realização da vontade dEle, o que seria ridículo. Por isso, tome muito cuidado com o jogo de palavra dos hereges.

Portanto, quando teólogos católicos, evangélicos e protestantes afirmam que a sabedoria de Deus é a primeira criatura de Deus, é no contexto poético, e criatura na acepção de produção. É criar no sentido de trazer à tona, pela primeira vez. E não como os TJs entendem o que nós escrevemos. Aliás, eles são especialistas em usar textos nossos para usá-los contra nós mesmos, como se nós estivéssemos em contradição ou não tivéssemos percebido que sem querer revelamos a verdade sobre a qual nós não queremos ensinar. 

Por fim, afirmo que estarei, à medida do possível, sempre disposto a refutar esses estupradores do texto sagrado. Graça e paz! - Pr. Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7