IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA ENSINA COMO EVANGELIZAR MEMBROS DE OUTRAS IGREJAS


NOTA URGENTE: NÃO CAIA NA ARMADILHA DE ALGUNS APOLOGISTAS ADVENTISTAS QUE AFIRMAM DISCORDAR DA PROPOSTA DO LIVRO DE MARK FINLEY. ELES, NA VERDADE, DISCORDAM PORQUE DÁ MUITO NA CARA O EXCLUSIVISMO DA SEITA, MAS NA VERDADE ELES REALMENTE CONCORDAM QUE PRECISAMOS SER EVANGELIZADOS E LEVADOS À FÉ ADVENTISTA. CUIDADO COM ELES! POVO QUE FALA COM OS DOIS CANTOS DA BOCA. SE ESTE NÃO FOSSE O MÉTODO DA IASD, EU NÃO TERIA COMPRADO ESSE LIVRO NA CASA PUBLICADORA ADVENTISTA EM 2011. VEJA COMO FAZEM ISSO ATÉ HOJE:


Com certeza, você já observou que os Adventistas do Sétimo Dia nos chamam de irmãos. Então, temos um problema aqui: Ou não precisamos ser evangelizados por eles, visto que somos seus irmãos em Cristo, ou eles usam a palavra irmão com uma conotação diferente da de "irmão em Cristo". Para determinarmos isso, precisamos descobrir o que eles dizem sobre as nossas igrejas e como consideram aqueles que não são da IASD. Eis a resposta a seguir.

Mark Finley, renomado escritor Adventista, escreveu o livro Estudando Juntos. Este livro aqui no Brasil foi editado pela Editora Sobre Tudo Ltda., uma editora adventista, mas foi amplamente distribuído nas lojas da Casa Publicadora Brasileira, a maior editora Adventista do Brasil. Este livro ensina como evangelizar batistas, membros de igrejas não denominacionais, budistas, católicos, cientistas cristãos, membros da Igreja de Cristo, episcopais, hisdus, muçulmanos, testemunhas de Jeová, nazarenos, pentecostais, presbiterianos, existencialistas, ex-adventistas do sétimo dia, batistas do sétimo dia, membros da Igreja Universal do Reino de Deus e adeptos da Nova Era.

Posto isso, perguntamos: Por que nos chamam de irmãos se endossam um livro que nos ensinam a ser evangelizados? No prefácio do livro, na página 7, fala-se sobre Mark Finley:
"Se há alguma coisa no seu ministério mundial que está acima de tudo é a sua paixão pela conquista de almas para Jesus Cristo." 
Em outras palavras, nós somos os alvos dos Adventistas do Sétimo Dia para sermos ganhos para Jesus. Como uma igreja que se considera cristã quer evangelizar membros de outras igrejas cristãs? 

Como sou cristão de formação batista, ponho abaixo o que esse Sr. Finley escreveu sobre como trabalhar com os batistas no livro Estudando Juntos, páginas 124, 125. Observe:


Depois de ler tudo isso, vejo que eles são vítimas de exclusivismo religioso e, por isso, parecem nos chamar de irmãos apenas para lançar uma base de acordo mútuo. A palavra "irmão" é para ser usada entre membros de Igrejas Cristãs, entre filhos de Deus através da fé em Jesus Cristo. (Gálatas 3:26) E nós, do IACS, por reconhecermos a IASD como uma Igreja que age como seita, OS CHAMAMOS DE IRMÃOS, mas ficamos com um pé atrás em convidá-los para pregar em nossas igrejas, pois não admitimos proselitismo entre nós.

Veja como isso pode acontecer, de fato. Temos ouvido relatos de que Igrejas "Cristãs" inteiras têm se convertido à fé Adventista. E esta Igreja faz questão de divulgar isso. Observe o texto abaixo, extraído de uma publicação oficial da IASD:
“Uma igreja batista, com pastor e membros, está estudando a Bíblia, de acordo com a mensagem adventista, e já dedica o dia de sábado exclusivamente à comunhão com Deus. Como resultado desse reavivamento, a previsão é de que cerca de 100 pessoas sejam batizadas até o fim do ano”. - Revista Adventista - Maio/2001, página 32.
Chamamos de irmãos em Cristo a todos que creem no Jesus da Bíblia, não importa a qual denominação cristã a pessoa pertença. E sendo nosso irmão em Cristo, não praticamos proselitismo religioso. Tal pessoa não precisa ser mais evangelizada. Mas quando os ASD nos chamam de irmãos, parece, na maioria dos casos, ser mero embuste para atrair a nossa atenção, pois na verdade, conforme provei no livro acima, tanto batistas como budistas, presbiterianos como muçulmanos, etc, necessitam ser evangelizados pelos ASD, conforme creem.

Cantam em nossas igrejas, mas não nos deixam cantar na deles. Em outras palavras, são exclusivistas com mania de serem a Única Igreja Remanescente, que deseja se aproximar de nós porque, segundo eles, quando estamos abertos, o "Espírito Santo" (deles) os direcionará para nos ensinarem as verdades da IASD. 



Com todo o respeito aos ASD e à sua liberdade de culto, afirmo: Amo a cada um de vocês, mas deploro o pescar em aquário de vocês! - Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7