TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEUS JOVENS QUE MORRERAM RECUSANDO TRANSFUSÕES DE SANGUE


Até 1945, os testemunhas de Jeová aceitavam transfusões de sangue. Depois, a luz do "jeová TJ" brilhou, depois de décadas permitindo transfusões (que esquecimento desse 'deus'!). Passou o tempo e a própria seita publicou numa revista Despertai! as fotos e as histórias de crianças que morreram por falta de sangue, ou que pelo menos deixaram de viver mais tempo devido a essa crença típica de seitas extremistas. Vejam os absurdos publicados na Despertai! de 22 de maio de 1994.


Este rapaz faleceu vítima de um linfoma no estômago. Sua convicção de rejeitar sangue é descrita assim na supracitada Despertai!


Despertai 22 de Maio de 1994, páginas 4, 5.


















Como se pode ver, uma criança de 11 anos TJ tem a mente preparada para crer cegamente na interpretação errônea do Corpo Governante sobre não comer sangue (Gênesis 9:4, 5; Levítico 17:10. 11) e abster-se de sangue (Atos 15:28, 29) E ainda morreu achando não ser inteligente prolongar a vida tomando sangue, como se receber transfusão de sangue, que é um meio de se usar o símbolo da vida para salvar uma vida, fosse o mesmo que comer sangue, que é um meio de tratar o símbolo da vida como comida. Vejamos o próximo caso:

Despertai! 22 de Maio de 1994, pp. 9, 10.

Essa jovem chamava-se Lenae. Ela morreu convicta de que estava fazendo a vontade do 'deus' dela. Mal sabia ela que se o sangue é símbolo da vida ele pode e deve ser usado para se salvar uma vida. 

Abster-se de sangue refere-se ao seu não uso na alimentação, e ao respeito pela santidade da vida, como evitar ter relações sexuais com uma mulher menstruada, conforme a Lei de Moisés. Todas as vezes que a Bíblia proíbe o sangue, tanto de humanos como de animais, tem a ver com este contexto: não tratar o sangue como alimento a ser comido ou como algo de somenos importância, para satisfação sexual, como no caso de desrespeitar uma mulher menstruada. As proibições de sangue nas Escrituras nunca têm algo a ver com salvar a vida pelo uso do sangue em si. 

E além do que, derramar no chão o sangue do animal abatido para ser comido era um símbolo de que se estava devolvendo a Deus a vida que Ele havia autorizado ser tirada para que se pudesse comer tal animal. Grande parte do sangue fica no animal. 

Pior do que isso: Se os médicos quisessem retirar o sangue dela para usar nela mesma semanas depois, nem assim essa jovem aceitaria.  Onde a Bíblia ensina isso? Em lugar nenhum. E se fosse possível dar a ela remédios feitos com frações de sangue? Essa seita proíbe as frações primárias e libera as secundárias. Onde a Bíblia ensina isso? Em lugar nenhum! Legalismo puro de uma seita com interpretações errôneas da Bíblia, e extremistas a ponto de suas crianças serem instruídas a morrer fiel a essa interpretação. Vejamos mais um caso de 'fidelidade ao jeová-TJ' narrado na Despertai! de maio de 1994. 






Esta moça morreu nos braços dos pais serenamente. A mesma revista diz que ela se ajuntou aos muitos jovens que puseram a Deus em primeiro lugar. De fato, muitos jovens TJs (um já é demais!) faleceram ou viveram menos por recusarem sangue. Essa moça considerou o sangue mais importante do que aquilo que ele simbolizava para ela: A VIDA!

PAIS, PENSEM BEM!

A primeira pergunta que faço aos TJs é: Se a proibição de comer sangue se aplica também às transfusões de sangue, onde estava o tal deus 'jeová TJ' entre os anos de 1874 e 1945, que não ensinou seus escravos a evitar transfusões de sangue, já utilizadas nos hospitais nesses anos? A segunda pergunta é aos pais que não são TJs: Olhe bem para a foto abaixo e se pergunte: Gostaria de ver seu filho na capa de uma futura Despertai! exibindo a imagem de crianças que morreram ou viveram menos por recusar transfusão de sangue? 


É bem verdade que a medicina tem feito avanços para a respeitar a consciência dos TJs. Se por um lado isso ajuda a seita a se afundar ainda mais nessa interpretação errônea, por outro lado tratamentos e procedimentos cirúrgicos novos, sem sangue, têm garantido que menos TJs morram prematuramente. Mas esses avanços não servem de base bíblica para a proibição das transfusões de sangue. 

Oro a Deus por essas pobres TJs, vítimas de seu Corpo Governante e suas interpretações aberrantes! Não sei se estarei vivo para testemunhar o arrependimento dessa seita do pecado desta má interpretação bíblica. Quem sabe algum dia essa seita publique novamente elogios a quem toma a atitude de receber sangue!


- Fernando Galli.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)