MORMONISMO E SUA CEIA HERÉTICA


Há quase dois milênios, a Igreja Cristã celebra a Ceia do Senhor Jesus com o vinho (ou suco de uva) e o pão, pois Jesus fez assim. (Mateus 26:26-29) Todavia, os mórmons afirmam ter recebido uma revelação que os orientava a usar água em vez de vinho. Veja:

Princípios do Evangelho, página 139.
No Livro Doutrinas & Convênios, capítulo 27, versículos 2 e 3, lemos o seguinte sobre uma suposta ordem de Jesus:
"Pois eis que vos digo que não importa o que se come ou o que se bebe ao participar do "sacramento", se o fizeres com os olhos fitos na minha glória - lembrando perante o Pai o meu corpo, que foi sacrificado por vós, e o meu 'sangue, que foi derramado para a remissão de vossos pecados. Portanto, um mandamento vos dou, que não compreis vinho nem bebida forte de vossos inimigos."
Todavia, o verdadeiro Jesus Cristo ensinou a se celebrar a ceia utilizando-se os seguintes elementos:
"Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, abençoando-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei; isto é o meu corpo. E, tomando um cálice, rendeu graças e o deu a eles, dizendo: Bebei dele todos; pois isto é o meu sangue, o sangue da aliança derramado em favor de muitos para perdão dos pecados. Mas digo-vos que desde agora não mais beberei deste fruto da videira até aquele dia em que beberei o vinho novo convosco, no reino de meu Pai." - Mateus 26:26-29.
Da forma como ensina o livro mórmon, baseado em supostas revelações, tanto faz celebrar a Ceia com suco de pitanga e bolacha, ou guaraná e bolo de nozes, ou água e pão. Somente um elemento não devem usar: O fruto da vide, ou seja, exatamente o vinho que Jesus ensinou a usarmos. Como Jesus é a verdadeira videira (João 15:1). Ele derrama o seu sangue pelos salvos, de modo que os salvos como que bebem do seu seu sangue, em sentido figurado. (João 6:53-56) Jesus é o pão que desceu do céu. (João 6:41) Portanto, pão e vinho foram usados por Jesus para simbolizar seu corpo e seu sangue derramado. 

Os mórmons tentam perverter o correto entendimento das Escrituras valendo-se da promessa de Jesus à Samaritana: "mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna." (Mateus 4:14) Entretanto, Jesus não estava falando de ceia, mas de vida eterna, muito bem simbolizada pela "água", aqui, símbolo este bem usado devido ao contexto, em que a Samaritana colhia água de um poço. Por isso, lemos em Apocalipse 22:17: "O Espírito e a noiva dizem: Vem! E quem ouve, diga: Vem! Quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida."

Outros ainda alegam que o uso da água tem muito a ver com o batismo em água, como símbolo de um recomeço de vida em Cristo. Então argumentam: Se a água simboliza a conversão, por que não usá-la para simbolizar o sangue de Cristo? Todavia, perguntamos aos mórmons: Se vocês tivessem feito esta mesma pergunta a Jesus, nos dias em que ele instituiu esta celebração, o que acham que ele teria respondido? Algo do tipo: "Hum, eu estava pensando em usar o vinho, mas pensando bem, vocês têm razão?" Acho que não, certo? Se ele usou o vinho, é porque ele não pensava como os mórmons, e nem mudaria de opinião 1800 anos depois. Que os mórmons pensem nisso!

E para complicar de vez a situação de confusão doutrinária no Mormonismo, o Livro oficial deles, já mencionado acima, o dito Doutrinas & Convênios (D&C), capítulo 20:79, dá as seguintes instruções sobre como o Élder (Ancião) deve ministrar a Ceia:
"79 Ó Deus, Pai Eterno, nós te rogamos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, que abençoes e santifiques este vinho para as almas de todos os que beberem dele, para que o façam em lembrança do sangue de teu Filho, que por eles foi derramado, e testifiquem a ti, ó Deus, Pai Eterno, que sempre se lembram dele, para que possam ter consigo o seu Espírito. Amém."
A pergunta que não quer calar é: Por que em D&C 20:79 é revelado para se ministrar a Ceia com o vinho, mas em D&C 27:2, 3 se diz que não importa o que se use, conquanto que não seja vinho?

Portanto, a ceia mórmon é herética por dois motivos: (1) Porque está em desacordo com o modelo estabelecido por Jesus; (2) Porque está de acordo com uma revelação extra-bíblica, o que piora o caso, pois revelações fora das Escrituras, mesmo que sejam creditadas como advindas do próprio Jesus, não são revelações do verdadeiro Deus e muito menos do verdadeiro Jesus. Assim, queridos mórmons, leiam e pratiquem isso: Assim como Jesus fez, assim também vou fazer. - Fernando Galli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres