MORMONISMO - O NOME DA IGREJA VERDADEIRA PRECISA TER EMBUTIDO O NOME DE JESUS CRISTO?


Nos diálogos com nossos queridos mórmons tem sido comum o seguinte argumento da parte deles: "A igreja verdadeira, se é de Jesus, precisa ter o nome de Jesus Cristo". Será que este argumento procede?


Muitas seitas existem em torno do nome, não da essência, da Igreja de Cristo. Levantam placas com suas alegações nominalísticas do tipo: "Nossa religião é a única verdadeira porque:
  • "Somos testemunhas de Yeshua".
  • "Somos testemunhas de Yehoshua".
  • "Somos testemunhas de Yahushua".
  • "Nossa igreja possui o nome Jesus Cristo."
  • "Nossa igreja não tem nome". 
  • "Somos testemunhas de Jeová, e Abel já era da nossa religião porque ele foi a primeira testemunha de Jeová".

Isto é típico de seita pseudo-cristã. Jesus não pôs nome nenhum em sua Igreja. (Mateus 16:18) Povo para o nome de Deus (Atos 15:14) nada tem a ver com o nome da religião verdadeira, pois se assim fosse, desde o século I, ou mais especificamente, desde o Pentecostes de Atos 2, a Igreja já teria se identificado com um nome. As seitas que reivindicam que o seu nome tem respaldo bíblico deveriam provar que os cristãos já possuíam a placa pela qual se esforçam intelectualmente em defender. 

Então, que prova os mórmons teriam de que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a única verdadeira com base no argumento acima? Nenhuma! Nada foi encontrado, além das bizarrices dos livros de Joseph Smith Jr, que atribuem tal nome a Igreja de Jesus. A ladainha é sempre a mesma: "Nosso nome, Deus nos dá", mas esse nome é sempre recente e NUNCA, antes da seita surgir, falava-se deste nome de igreja. Ou seja, bobagem dos sectários.

A Igreja Verdadeira, antes de carregar um nome dado por homens, já era o corpo de Cristo, essencialmente católica, por ser universal (Mateus 28:19, 20), apostólica e profética, por ser fundamentada na doutrina dos apóstolos e profetas (Efésios 2:20), santa porque é imaculada, pois somente agimos como Igreja quando fazemos a vontade de Deus, e UNA, pois não há duas Igrejas de Cristo (embora hajam denominações diferentes que procuram ser uma expressão desta Igreja). E o principal: Ela tem Cristo como seu cabeça. - 1 Coríntios 11:1; 12:27; Efésios 4:12.

Portanto, quando os mórmons vierem com o argumento de que a Igreja Verdadeira precisa ter o nome Jesus Cristo embutido, contra-argumente que não há nada na Bíblia e na história, em termos de provas documentais, que a Igreja Verdadeira precise ter um nome como defendem os mórmons. - Fernando Galli.



Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)