TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - AS TRAPALHADAS DOS DEFENSORES DA TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO REVISADA - PARTE 2


Como escolher a melhor da tradução da Bíblia, segundo o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová? Bem, até 2013 (nos EUA) e 2015 (no Brasil) era encontrar uma tradução que jamais fazia uma paráfrase de qualquer parte das Escrituras. Mas, eis que a luz do "jeová" TJ raiou como nunca e olhem o que aconteceu.

A Sentinela de 1 de maio de 2008, página 22.
Conforme vemos no comentário acima, a característica da MELHOR TRADUÇÃO é: "Não apresentamos nenhuma paráfrase das Escrituras". Mas, a TNM Revisada obrigou seus defensores a mudar um "tiquinho" o discurso deles. Observe o que o fenomenal APOLOGISTA DA VERDADE TJ (verdade que já mudou 329 vezes) escreveu para justificar a diferença entre a TNM anterior e a TNM revisada:


Agora, observe a confusão. Os defensores da TNM Revisada estão tão perdidos em defendê-la, que um outro deles, do site Tradução do Novo Mundo Defendida escreveu:


Como é que é? É paráfrase, ou não é? É claro que é! Qualquer bom professor de português, que conheça o texto hebraico e grego, verá que há muitos casos de paráfrase.

Veja a esperteza do nobre Apologista da "verdade". Ele diz que a TNM anterior era predominantemente literal. Mentira! Ela era SEMPRE LITERAL, do ponto de vista do Corpo Governante, que afirmou na revista A Sentinela supracitada que NUNCA USAM PARÁFRASES. Essa esperteza foi habilmente enfiada no texto para dar a impressão de que apenas aumentaram o número de paráfrases. MENTIRA!

Também, o Apologista da "verdade", se antes falava de "boca cheia" da superioridade da TNM em relação às outras Traduções Bíblicas, agora foi obrigado a admitir que na TNM anterior há um prejuízo na leitura, e na segunda, peca-se  por não transmitir todos os detalhes do conteúdo do texto bíblico.

E o mais incrível! É a desculpa que ele dá para o modo como a TNM revisada traduz do original as palavras para alma: nephesh (hebraico) e psychê (grego). Na TNM anterior, as TJs e suas literaturas exaltavam a uniformidade de tradução desses vocábulos no grego e hebraico, ou seja, sempre traduzindo por alma, enquanto nossas bíblias pecavam por traduzir os mesmos vocábulos por pessoa, ser, etc. Mas, o "jeová" TJ mandou uma luz lá do céu, quem sabe de algum lugar próximo da Constelação de Plêiades, e fez o Corpo Governante e sua Comissão de Revisão imitar nossas Traduções da Bíblia, traduzindo nephesh (hebraico) psychê (grego) por ser, pessoa, etc. Em maus lençóis, o Apologista da "verdade" teve que vir com a desculpa muito engraçada. Observe:


Brilhante, não acha? O motivo de usarem o mesmo método de tradução utilizado pelas nossas versões bíblicas, no caso da palavra alma é para que o leitor não confunda alma com espírito desencarnado. Então, venho por meio destas palavras finais implorar para que você, leitor da TNM Revisada, ao ler Revelação (Apocalipse) 6:9, onde se lê nesta TNM Revisada sobre as almas dos que haviam sido mortos por causa da Palavra de Deus, não me vá imaginar que se trata de espírito desencarnado clamando por justiça, conforme no versículo 10. Qualquer "jegue" sabe a interpretação TJ desse texto é a melhor do mundo: Quem clama ali por justiça não são os espíritos dos mártires cristãos, mas o próprio sangue deles implorando por vingança pelo que fizeram com o sangue deles. Ou seja, o sangue clamando pelo próprio sangue. Depois dessa, melhor almoçar. Hoje tem carne moída com chuchu. - Fernando Galli.