COMO UM CRISTÃO DEVE TRATAR OS HOMOSSEXUAIS?

Embora eu endosse os textos da Bíblia que falam sobre relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo (Romanos 1:24-32; 1 coríntios 6:9-11), sou contra o comportamento homofóbico de cristãos que, baseados nos dois textos acima, denigrem homossexuais, violando outros versículos bíblicos, como os que nos ensinam a amar o próximo como a nós mesmos. Como tenho visto isso?

Em expressões referentes aos homossexuais, do tipo: "Eles são uma aberração da natureza", "São os melhores transmissores de AIDS do planeta", "Em minha empresa ou casa não trabalha homossexual", "Prefiro homossexual longe de mim". 

Não posso admitir que ser homossexual seja uma aberração da natureza, pois se assim fosse, não seria pecado. Também, referir-se a eles como os maiores transmissores de AIDS é uma mentira grosseira, pois os heterossexuais propagam a AIDS em maior número. E proibir homossexuais de trabalhar em nossas empresas ou lares? Preconceito também! Quem disse que a homossexualidade, necessariamente, interfere no andamento de uma empresa ou de um lar? Se levarmos essa regra à risca, deveríamos demitir de nossas empresas bons funcionários que traem suas esposas. Quem faz isso?

Talvez, alguns me questionem: "Mas e se a empregada doméstica for lésbica e estiver influenciando os filhos dos donos da casa a serem homossexuais?" Não custa ser franco e avisar à empregada:
"Da mesma forma que respeitamos, sem concordar, com sua opção sexual, assim também queremos ser respeitados e, portanto, não pretendemos que nossos filhos, conforme a Bíblia nos ensina, sejam homossexuais".
Se tal doméstica não obedecer, ela será demitida por desrespeito aos costumes cristãos de seus patrões, e não por ser lésbica, em si. Além do mais, como creio que pessoas podem deixar de ser homossexuais, os patrões cristãos, pelo seu bom exemplo, podem ser usados por Deus para influenciar homossexuais a se tornarem obedientes à Palavra de Deus.

Com isso em mente, eu não aprovaria a Lei PL-122, pois ela representa realmente uma mordaça gay, patrocinada por ativistas gays. Todavia, defendo que haja leis mais objetivas, punindo qualquer quem recrimine a pessoa do homossexual, mas que não violem o direito de se opinar sobre o homossexualidade com respeito.

Um grande amigo de minha família é homossexual. Oro por ele. Quando posso, eu o visito. Falamos sobre Deus, sobre a Bíblia. E quando ele nos visita, é recebido como um cristão recebe seu próximo: com respeito cristão.

Também, uma palavra às novas denominações religiosas que aprovam a homossexualidade: Não são igrejas genuinamente cristãs aquelas que fazem apologia à homossexualidade.

Independentemente disso, É MEU DEVER CRISTÃO AMAR OS HOMOSSEXUAIS COMO A MIM MESMO, pois não vejo exceções nas palavras de Jesus em João 13:34, 35.

Reafirmo minha convicção bíblica: Os homossexuais não herdarão o reino de Deus. É meu direito crer assim (da mesma forma como eu respeitaria um homossexual defendendo a crença de que os heterossexuais contrários à prática do homossexualismo não herdarão o Reino de Deus); mas é meu dever tratá-los como eu gostaria de ser tratado. - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7