TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - AINDA HÁ VAGAS NO CÉU!


Numa outra matéria, afirmei (1) que o Corpo Governante TJ ensinava anteriormente que o número dos 144 mil já havia sido completado em 1935 e (2) que depois passou a apregoar que o número não está mais completo. Ao ler a matéria, muitas TJs me ofenderam em mensagens no facebook e por e-mail. Agradeço a audiência. Para as TJs de plantão, às provas:


"Significa isso que, desde por volta de 1935, os já ressuscitados ao céu, junto com os do restante gerado pelo espírito, ainda na terra, compõem o pleno número dos 144.000? Sim, esta é a conclusão indicada pela evidência. A chamada geral para tais cessou de ser feita. Mas, deste lado da “grande tribulação”, é possível que alguns destes remanescentes na terra se mostrem infiéis. (Mat. 24:21, 22) Deus tem o propósito de ter o pleno número dos 144.000 fiéis, com lugares permanentes no Reino, quando a sua obra com eles estiver completa. Concordemente, quando um destes ainda na terra se mostra infiel, sua posição tem de ser ocupada por um substituto. (1 Cor. 9:27; Rev. 3:11)" - A Sentinela 15 de fevereiro de 1971, página 30,

"É igualmente evidente que a visão da “grande multidão” (Rev. 7:9) foi dada a João, o apóstolo, depois que ele teve a visão dos 144.000 israelitas espirituais selados. Portanto, esta visão teria aplicação agora, especificamente desde 1935, quando parece encerrar-se a selagem dos 144.000 israelitas espirituais." - A Sentinela 1 de maio de 1970, página 276, volume encadernado.

"Contudo, elas não estão sozinhas. João, numa outra visão, viu a selagem dos últimos que compõem os 144.000. (Revelação 7:1-8) Evidentemente, o ajuntamento destes veio a praticamente completar-se por volta de 1935." - A Sentinela 1 de janeiro de 1988, página 11.

"Nos anos 30, o número dos “chamados, e escolhidos, e fiéis”, os 144.000, parece ter ficado completo." - A Sentinela 1 de Fevereiro de 1999, página 17.

"Antes de 1935, um crescente número dos que aceitavam a mensagem da Bíblia e mostravam zelo na pregação das boas novas manifestavam interesse em viver para sempre na Terra paradísica. Não tinham desejo de ir para o céu, pois Deus não lhes dera a esperança duma vida celestial. Identificarem-se com a grande multidão de outras ovelhas indicou que, em 1935, a chamada dos 144.000 cristãos ungidos estava praticamente completa. — Revelação 7:4." - A Sentinela 15 de maio de 2001, página 15.

MUDANÇA DE ENSINO:

"Parece, no entanto, que nem todos os que a partir dos anos 30 foram chamados para fazer parte do grupo que tem esperança celestial são substituições dos que se desviaram. Evidentemente, Jeová tem se certificado de que sempre tenhamos ungidos entre nós durante os dias finais deste sistema mundial até a destruição de “Babilônia, a Grande”. (Rev. 17:5) E podemos ter certeza de que o número total de 144 mil membros será completado no devido tempo de Jeová, e que todos eles, por fim, ocuparão seu lugar no governo do Reino." - A Sentinela 15 de janeiro de 2008, página 23.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres