MINHA MÃE COM ALZHEIMER!


Queridos irmãos. Não sei quantos de vocês lerão minhas lutas, meu desabafo. Estou acostumado com o descaso e o abandono de 99,9% dos meus irmãos em Cristo e de minha família. De uma igreja de 200 membros, apenas uns 5 vieram nos visitar. Estou triste. - Mateus 24:12.

Em outubro de 2013, deixei tudo em São Paulo para cuidar de minha mãe. Vim decidido a ajudá-la até a hora de sua partida.

Em casa, tenho me dedicado a ela. É a missão que Deus me deu. 

É triste ver minha mãe dia-a-dia definhar. É horrível ver que passam semanas, e as únicas visitas que recebo são das moscas, do vento, e do sol. 

Mas ajuda muito saber que Deus controla tudo, mesmo que de uma forma incompreensível. E eu aceito. Não cabe a mim discutir a vontade de Deus. 

Devido aos cuidados com minha mãe, tive que contratar uma senhora para me ajudar, pois é muito difícil conviver o dia todo com gemidos e inquietação.

Estou com uma sala de aula quase pronta, indo devagar, para iniciar as aulas de Inglês, mas estou sem alunos ainda. 

Com todas as dificuldades financeiras, emocionais e até espirituais que passamos, dizemos: Amém! Deus seja louvado. - Fernando Galli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres