DECLARAÇÃOCRISTÃ DOS MEUS 45 ANOS DE VIDA


Agradeço muito a Deus por mais um ano de vida. O texto, a seguir, trata-se do presente que eu dei a mim mesmo. Trata-se de algumas confissões as quais me sinto muito bem em torná-las públicas:

1. Sou grato a Deus por meus pais terem me ensinado a ter sido um bom cristão, desde o meu nascimento. Não me importa onde eles tenham errado em sua fé Católica Romana; o que me interessa é que me deram uma base cristã e, com eles, aprendi, em meio aos exageros e problemas doutrinários do Catolicismo, que Cristo morreu por mim. Isto me basta, pois é o mais importante.

2. Tornei-me membro da seita Testemunhas de Jeová, e culpo por isso minha família, a qual não me providenciou ajuda cristã necessária para, à luz das Escrituras, jamais ter entrado para esta organização de Satanás. 

3. Sou grato a Deus que me fez ser expulso da seita Testemunhas de Jeová, e novamente ter abraçado uma igreja cristã.

4. Considero o início de minha vida cristã desde o dia que meus pais me batizaram na Igreja Católica Apostólica Romana, e apesar de ter me desviado da Igreja Corpo de Cristo dos 13 aos 32 anos, entendi o chamado de Deus para seguir a Cristo, e simbolizei isto no batismo por imersão, numa denominação evangélica. Como cristão católico, eu sempre soube que Jesus morreu por mim na cruz para me salvar, então desde que me entendi por gente eu já era convertido a Cristo, todavia, errado em acrescentar junto a Cristo outras ajudas para a salvação, as quais a Bíblia não ensina. Então, como Católico Romano, eu já era um filho de Deus, mas que jamais havia crescido na fé. Foi ao me tornar um cristão batista que recebi desta amada igreja condições necessárias para me desenvolver espiritualmente. Tudo isso significa que os CATÓLICOS SÃO MEUS IRMÃOS EM CRISTO, apesar dos erros que sua denominação romana possui. Isto significa também que os BATISTAS SÃO MEUS IRMÃOS EM CRISTO, apesar dos erros desta denominação. 

5. Declaro que sou salvo pela graça de Deus, por meio da fé em Cristo Jesus e, portanto, (Efésios 2:8-10)  sou membro do Corpo de Cristo, a verdadeira Igreja Católica (universal), Apostólica, Una e Santa, e que para mim todas as denominações cristãs, incluindo a Igreja Católica Apostólica Romana, são expressões do Corpo de Cristo, algumas delas expressando mais, outras menos tal Igreja Corpo de Cristo.¹

6. Em minha carreira como cristão protestante-evangélico, vivi um grande conflito com a tremenda divisão religiosa. Por ela, culpo o Sr. Martinho Lutero, que prestou um grande desserviço ao reino de Deus, não por discordar dos erros do Romanismo, mas por ter ensinado seus discípulos como que se reforma mal uma igreja com sérios problemas e se abre as portas para um universo de pluralidade de "igrejas". Eu teria feito diferente! A loucura desse homem foi o meio de Satanás introduzir outro problema entre o povo de Deus: A desunião religiosa, que hoje abunda no que se chama de protestantismo ou evangelicalismo. A Igreja de Cristo NÃO É ESSA PORCARIA que estamos vendo hoje: mais de 20 mil denominações brincando de ser a expressão da Igreja Corpo de Cristo. Uma babilônia de denominações, que na verdade mais "não se gostam" do que se amam. Nem tentem raciocinar comigo sobre o assunto. Tenho centenas de provas disso. Declaro aqui minha decepção, não com a graça de Deus, mas com as gracinhas dos homens, que abrem denominações religiosas como trocam de roupa, e ainda conseguem que suas próprias igrejas se dividam de novo. Ah se pelo menos houvesse unidade apesar da diversidade entre elas, mas não é o que vemos. NOSSAS DENOMINAÇÕES ESTÃO EM PECADO! TODAS ELAS! E ESTE PECADO SE CHAMA SECTARISMO.

7. A partir de hoje, 27 de Dezembro de 2014, DECLARO também o que sempre cri, desde que comecei a crescer na fé: 
  • Estou na Denominação chamada Igreja Batista porque tenho alguns bons amigos ali, e que a IGREJA A QUAL EU PERTENÇO, de fato, como membro ativo, atuante, não tem um nome, mas se trata daquela que Cristo morreu e se entregou por ela: A Igreja composta por todos os salvos em Jesus Cristo. - Efésios 5:25.
  • Espero em Deus uma denominação que seja uma expressão melhor da Igreja de Cristo e nela servir em consonância com meu chamado. Enquanto isso, pregarei nas denominações a unidade em Cristo e como podemos nos amar como irmãos em Cristo, e abandonar o sectarismo religioso entre nós. 
  • Deploro os salários pastorais praticados em muitas igrejas. Pastores que enriquecem à custa do dinheiro dos fiéis prestarão contas a Deus. Deploro o comércio religioso e os abusos da fé cometidos em nosso meio.

8. A Doutrina da Salvação na Igreja Católica Romana está tão corrompida quanto a suposta unidade cristã entre as denominações cristãs. Por isso, meu grau de felicidade quando considero o Catolicismo ou o Protestantismo ou o Evangelicalismo é o mesmo, pois tenho que ali estar e driblar os erros teológicos de cada grupo.Todos têm acertos e erros graves. 

9. Coloco-me à disposição de todas as Igrejas Cristãs - Católicas, protestantes e evangélicas - para pregar o nome que está acima de todo nome: Jesus Cristo. - Fernando Galli.
_______________________________________

¹ Aqueles que estranharem eu incluir a Igreja Católica Apostólica Romana aqui, queiram por favor me explicar quem era a Igreja de Cristo antes da Reforma.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7