TESTEMUNHAS DE JEOVÁ CONSIDERAM EX-MEMBROS COMO INIMIGOS


Se não bastasse negar dizer sequer um "oi" para os que deixam esta seita, as TJs são orientadas a considerar como inimigos aqueles que não mais estão entre elas. Observe:

Nosso Ministério do Reino, julho de 1988, página 2.
Se uma pessoa deixa de ser católica para se tornar TJ, as TJs serão contra que os católicos a tratem mal. Mas se essa mesma TJ decidir ser novamente católica, ela é considerada como apóstata e INIMIGA.

O Cristianismo é mais sensato. Não recebemos em nossos lares, para nos ensinar suas novas crenças quem abandona a doutrina de Cristo  e, por isso, não o saudamos com cumprimentos do tipo "a paz do Senhor", "graça e paz". (2 João 7-11), Mas não o consideramos como inimigo. Podemos conversar com eles, desde que não aceitemos ser ensinados por eles. Se vemos artigos de ex-"cristãos", podemos até ler, desde que, ao ficarmos com dúvidas, busquemos as respostas com bons professores e pastores.

Por eu ser ex-tj, e minha mãe estar doente, um TJ quis visitar minha mãe, mas mandou me sugerir que eu me retirasse de minha casa enquanto ele fosse visitá-la. Quanta humildade e tolerância temos de demonstrar para esses pobres coitados escravizados por uma seita de fanáticos! - Fernando Galli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres