TESTEMUNHAS DE JEOVÁ VIRTUAIS - A CRISTANDADE NEGA A DOUTRINA DA REDENÇÃO?


Acabei de receber um desafio: "VAMOS VER, FERNANDO GALLI, SE VOCÊ É MACHO para REFUTAR O ARTIGO DO Apologista da Verdade, o qual prova que a Igreja "Cristã" nega a redenção de Cristo pelo pecador devido a outros ensinos de vocês." Vejamos, então, quais ensinos são esses e se realmente procede a argumentação proposta.

1. Doutrina da Trindade. Segundo tal Apologista da "verdade", se Jesus tivesse duas naturezas (humana e divina), o sacrifício de Cristo teria sido muito além do necessário, pois seria necessário apenas um sacrifício humano perfeito para nos dar o que o homem perfeito, Adão, nos tirou. 
RESPOSTA CRISTÃ - Os adeptos de seitas que negam a Trindade não querem compreender que de modo algum a natureza divina de Jesus morreu na cruz. Cristo veio dar sua vida como homem, não como Deus. Da mesma forma como o "jesus" TJ não morreu como arcanjo Miguel mas como homem, o Jesus da Bíblia, aquele a quem Tomé disse "ho kýrios mou kai ho théos mou" (literalmente: O Senhor de mim e O Deus de mim - João 20:28) não morreu como Deus. Será que possuem algum encosto maligno para não admitir que Deus, por ser Todo-Poderoso, não tem poder para humilhar-se a si mesmo e, como Deus, assumir a natureza humana e MORRER APENAS COMO HOMEM?
2. Doutrina da Imortalidade da Alma - Segundo tal Apologista da "verdade", se o homem já tivesse uma parte imortal, não seria necessário Jesus morrer pelos pecadores, pois eles viveriam para sempre da mesma forma.
RESPOSTA CRISTà- Cristo veio dar vida eterna. Como é esta vida eterna? Vida em abundância. (João 10:10) É eterna não apenas quanto ao tempo, mas quanto à qualidade. É vida com felicidade plena, não apenas sem morte física, mas sem dor, clamor de tristeza, pranto. (Apocalipse 21:4) 

Depois da queda, não foi apenas o corpo do homem que foi afetado pelo pecado, mas seu espírito (ou alma). Ou seja, o homem todo foi afetado. Por isso, sem o sacrifício de Jesus Cristo, o homem todo - corpo e espírito - estava condenado. Uma vez ressuscitado para o julgamento (João 5:28, 29), seu corpo ressuscitado e seu espírito partiriam para o sofrimento eterno. Isto é a vida eterna conquistada e dada por Cristo? De modo algum, pois não é vida em abundância, com felicidade plena. A vida para os condenados nada mais é do que ter uma vida nada abundante. E não me venha afirmar que a Bíblia não ensina isso, pois ela diz: "Ali haverá choro e ranger de dentes". Mateus 8:12; 13:42, 50; 22:13; 24:51; 25:30; Lucas 13:28.

Portanto, SERIA NECESSÁRIA a redenção de Cristo para herdarmos a vida eterna em abundância. E o fato é que desde já usufruímos vislumbres de como será a vida eterna em abundância, pois o Espírito Santo de Deus nos faz nascer de novo e sermos filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo. Tudo muda em nós. Mas quanto às TJs, incluindo o seu Apologista  da "verdade", conforme elas mesmas ensinam, não nascem de novo e não são filhos de Deus a menos que sejam dos 144 mil. Então, como pode uma pessoa que não nasceu de novo e não é filho de Deus, por convicção, compreender assuntos espirituais? Por isso que somos obrigados a refutar as heresias dele.
3. Destruição do Planeta Terra. Segundo o Apologista da "verdade", visto que redenção tem o significado de readquirir e reconquistar o que se havia perdido, Jesus teria através de sua redenção reconquistado o Planeta terra para o homem, pois a Bíblia ensina que o propósito original de Deus era que o homem vivesse para sempre na terra. (Gênesis 1:28; 2:15; 3:22) Como cremos que Deus destruirá os atuais céus físicos e esta terra juntamente com as pessoas iníquas (2 Pedro 3:7) para nos dar novos céus e uma nova terra (2 Pedro 3:13), então estaríamos negando a redenção de Cristo por não admitirmos que Jesus nos reconquistou esta terra.
RESPOSTA CRISTà-  Na questão salvífica, sermos redimidos significa que fomos libertos do pecado e da morte por Cristo. Nada na Bíblia indica que a redenção salvífica de Jesus indica que o homem ganhou o direito de viver numa terra restaurada. Mesmo entre cristãos piedosos que acreditam na restauração desta terra para uma vida em corpos glorificados eterna, não se admite que o papel de redentor de Jesus envolva tal "devolução". Isto é exegese tola de sectário, servo do corpo governante. 

E por incrível que pareça, o argumento dele volta-se contra duas crenças TJs: (1) Cristo, em sentido estrito, é mediador apenas entre Deus e os 144 mil, sendo que a Grande Multidão é salva por associar-se com os 144 mil; (2) Os 144 mil viverão no céu e a Grande Multidão viverá na terra. Sendo assim, na teologia TJ, Jesus, por ser mediador apenas dos 144 mil, deveria deixá-los aqui na terra, pois deveria ter reconquistado a terra para eles. Mas parece que não é isso que ocorre. E pior, Cristo não é mediador da Grande Multidão, mas reconquista a terra para elas. Quanta bobagem!

Aos apologistas TJs de plantão, os mesmos que não se declaram filhos de Deus e não membros do Corpo de Cristo (privilégio apenas dos 144 mil), para azar de vocês, toda a Igreja de Cristo tem uma esperança melhor. - Hebreus 7:19.
4. Volta de Cristo. Para o Apologista da "verdade" (a verdade que já mudou 322 vezes de ensino), o fato de cremos que Jesus ressuscitou no mesmo corpo usado para nos salvar indicaria que negamos a doutrina da redenção, pois cristo afirmou que daria sua carne a favor da vida do mundo. Se ele deu seu corpo, como poderia tê-lo de volta?
RESPOSTA CRISTÃ - Não sei se rio ou se choro. Levando a sério o argumento acima, eu poderia afirmar que negamos também a redenção de Cristo porque Cristo deu a sua vida mas a tomou de volta ("a fim de recebê-la de novo", na "bíblia" TJ). (João 10:17) Isto seria ridículo, não é mesmo? Da mesma forma, o argumento TJ acima é absurdo. Jesus disse que levantaria o seu próprio corpo, em João 2:19-21. 

Algumas TJs dirão: Mas quando o templo de Jerusalém foi reconstruído, não era mais o mesmo templo, mas um outro. Da mesma forma, Deus deu a Jesus um outro corpo, não o mesmo. Novamente, usam a lógica humana para explicar os atos de Deus. Quando reconstruímos um templo, usamos outros materiais similares porque não temos o poder de trazer de volta o que foi destruído. Mas e o deus TJ - será que ele tem este poder? Creio que não também. Mas e o Deus Todo-Poderoso da Bíblia? Ele tem o poder de trazer de volta as mesmas células que compunham o corpo de uma pessoa falecida? SIM! Sabiam disso TJs? É!!!! Por isso, aquele corpo de Jesus era o mesmo!

Outras TJs dirão: Mas como poderia ter sido o mesmo corpo se os discípulos não reconheciam Jesus "de cara"? A Bíblia responde o motivo disso: "Os olhos dele estavam como que fechados, de modo que não o reconheceram". (Lucas 24:16) Quando Deus quis que eles reconhecessem Jesus, o texto diz: "Então os olhos deles foram abertos, e o reconheceram". (Lucas 24:31) Assim, enquanto a seita TJ apregoa que Jesus não foi reconhecido porque se materializou num corpo parecido, mas diferente (onde a Bíblia ensina isso?), a Bíblia explica que Jesus não foi reconhecido após sua ressurreição porque os olhos dos discípulos estavam como que fechados. 

Bíblia neles, meus irmãos! Bíblia neles! Minha resposta ao desafiante é: É NA BÍBLIA QUE VOCÊ TEM QUE SER MACHO, NÃO NAS PÁGINAS DE GENTE ANÔNIMA, QUE APREGOA UMA VERDADE QUE JÁ MUDOU 322 VEZES DE ENSINOS, QUE VIVE CORRENDO DE MIM, IMPEDINDO ATÉ MEUS COMENTÁRIOS EM SEUS BLOGS. MACHO NÃO FOGE DE DEBATES, MAS CORREM COMO O PESSOAL DA FOTO ACIMA! - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)