TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - AJUDANDO O VICTOR A REFUTAR UM ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE


A mente sem o Espírito Santo de Deus é evidenciada pela escravidão satânica com que adeptos de seita são obrigados a oferecer a seus líderes. No afã de justificar a existência de um Corpo Governante central em sua seita, um certo escravo dele publicou uma resposta em seu site a um jovem chamado Victor que servirá de base para uma aula sobre como uma pessoa bem informada pode demolir os argumentos de qualquer TJ.

ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "Victor, nos dias do antigo Israel os israelitas fiéis precisavam ser obedientes aos chefes de 100 e chefes de 1000. Precisavam também ser submissos a Moisés e Arão. Estes eram responsáveis em liderar a nação. Jeová Deus usou Moisés para organizar os israelitas na adoração verdadeira."
RESPOSTA CRISTà- A velha tática de enganar os outros com mentiras através de verdades. O nosso Moisés maior, na Igreja, é Cristo, não um grupo de homens que previu a volta de Jesus para 1914, 1925 e 1975. Na Igreja há líderes-servos que à medida do possível, dentro de suas limitações, formulam as crenças centrais de cada denominação., todas com base na Bíblia. Não se intitulam Corpo Governante porque quem nos governa é Cristo, o cabeça da Igreja. Fora das questões centrais da doutrina cristã, tais líderes-servos permitem que os membros da Igreja estudem a Bíblia e tirem suas próprias conclusões. Em momento nenhum a Bíblia ensina que todos os servos de Deus precisam ter uma interpretação unânime e uniforme da Palavra de Deus, mas prega que devemos ser unidos na mesma mente e na mesma maneira de pensar ao servirmos a Deus. (1 Coríntios 1:10) Toda seita que tem uma liderança que não permite que seus liderados tenham pontos de vista diferentes sobre assuntos secundários é do diabo, pois se ela erra, todos erram juntos. Outro ponto é: Moisés não interpretava a Bíblia para o povo, pois nem Bíblia havia ainda. E muito menos escrevia literatura para que todo o povo fosse obrigado a ler e crer que elas são luzes de Jeová para o eles. Veja a foto abaixo e tire suas conclusões:
A Sentinela de 1.10.1987, página 10.
Observe que as mãos de Jeová segura o que eles chamam de provisões de Jeová - as gráficas, as revistas que saem das gráficas, e os salões do Reino que distribuem as revistas para o povo "comer", pois são, segundo as TJs, alimento espiritual no tempo apropriado.

ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "Avalie Victor, os procedimentos relacionados ao acampamento deles durante sua jornada no deserto do Sinai. Com certeza, teria sido um caos se cada família tivesse permissão de armar sua tenda em qualquer lugar que desejasse. "
RESPOSTA CRISTÃ - Não devemos confundir arranjos organizacionais com submissão escrava às interpretações bíblicas de uma liderança mundial. Em toda Igreja Cristã, séria, há a mesma organização e os mesmos problemas que havia em Israel. E cada igreja local é responsável por zelar pela doutrina e como andam seus membros. O que não é assim, é igreja doente. No entanto, comparar igrejas locai e denominações diferentes com hebreus armando tendas em qualquer lugar é uma bobagem do tamanho da ignorância do autor do texto. Simplesmente, nada a ver. As TJs são uma empresa camuflada de religião. A forma como elas conseguem a suposta unidade até eu consigo, se fosse bíblica: "Pense como nós ou você está fora". Mas a unidade bíblica, ou seja, estar unido em Cristo apesar da imperfeição e dos pontos de vista diferentes - essa sim vem de Deus. Deus, através do seu Espírito Santo, e não da ameaça de excomunhão que proíbe até os filhos de conversarem com mães expulsas, sim, este Deus nos une, tanto que eu prego em muitas denominações diferentes e sou tido como irmão em Cristo.

ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "No caso dos que questionavam aquela liderança, e ainda achavam que tinham o favor de Jeová, tiveram uma surpresa muito desagradável ao passo que descobriram que a morte era a recompensa pela oposição feroz!(Observe Números cap. 12 e 16) "
RESPOSTA CRISTà- A liderança da época era um profeta que ouvia a voz de Deus. Hoje, não ouvimos a voz de Deus a não ser pela leitura da Palavra dEle. É bem diferente o arranjo. Discordar de Moisés era discordar de Deus, quando Moisés escrevia o que Deus queria, ou falava o que Deus desejava. Hoje não é assim. Todas as igrejas cristãs tentam interpretar mais fielmente possível a Palavra e buscam fazer o melhor. Muitas são crianças na fé, como os Coríntios, outras possuem problemas como as igrejas da Ásia, mencionadas no livro de Apocalipse. Mas em todas há cristãos que seguem a Jesus, mesmo que uns mais, outros menos. Por isso, é espiritualmente criminosa e maldita a doutrina TJ, um desserviço à humanidade, insinuar através dessa comparação descontextualizada que quem discorda do Corpo Governante merece a morte (espiritual), como creem as TJs. Mereceriam a morte espiritual aqueles que não creram em Russell e no Corpo Governante quando eles previram a volta de Jesus para 1914, 1925 e 1975? Ou que discordaram de outras interpretações que posteriormente foram mudadas? 
ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "As Testemunhas de Jeová não consideram o Corpo Governante e dirigentes da obra mundial como sendo infalíveis ou inspirados, muito menos “amos” da fé de ninguém, contudo, reconhecem a importância destes na supervisão e organização da obra mundial de pregação das boas novas do Reino.(Mat. 24:14)"
RESPOSTA CRISTÃ - Dissimulado! Não se deixe enganar, Victor, por esse perdido nas trevas do diabo. É esperto como seus líderes. Se ele discordar de sua liderança em qualquer tipo de interpretação e ensinar seu ponto de vista na internet, revelando o nome dele, ele será expulso da seita dele se não se arrepender. Se as TJs não consideram seus líderes mundiais inspirados, então por que exigem que todas elas concordem com as interpretações mutantes dessa patota de teólogos meia-boca? Por exemplo, viviam ensinando que a "bibra" deles é a mais exata do mundo, mas na Tradução do Novo Mundo Revisada em 2013, passaram a traduzir muitos versículos como nós já fazíamos há séculos! O autor do texto que está sendo refutado viu-se até obrigado a remover do site dele os comentários em que se gabava pelo fato de a Tradução do Novo Mundo mais antiga traduzir sempre a palavra alma em hebraico (nephesh) e (psykê) sempre por alma, mas agora mudou tudo! Eles estão fazendo como nós: As vezes, nephesh e psykê são traduzidos por alma, outras vezes por pessoa, outras por ser, e assim por diante. Será que a luz de Jeová tinha brilhado primeiramente para nós e depois para a suposta única religião verdadeira. Então, pergunto: Como seria tratado um TJ que dois meses antes de a Tradução do Novo Mundo ser revisada resolvesse discordar publicamente, com respeito, do modo antigo desta Tradução verter uniformemente o uso dos vocábulos nephesh e psykê? Ele seria expulso! Isso prova que o Corpo Governante tem sim autoridade de amo da fé de seus asseclas, mas se fazem de servos humildes. Pura conversa fiada!
ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "Não devemos sugerir que as coisas devem ser como por exemplo, na Igreja Batista onde cada um faz o que quer e estão divididos em centenas de milhares de escolas teológicas com várias visões conflitantes. Alguns mais radicais, outros menos e ainda outros tolerando homossexualismo ou ainda o legalismo, no caso dos que defendem a guarda do sábado! Isso ocorre devido a falta de um corpo governante central.
RESPOSTA CRISTÃ - O Sr. Rubens Dantas, autor das Palavras acima, escreve muito sobre a igreja Batista porque é a única forma que ele tem de debater comigo. A seita dele o proíbe de debater comigo na TV, no Rádio, como Russell fazia com os pastores. Corre de mim como uma galinha corre na frente do carro. Sabe que levaria uma surra bíblica diante de um dos maiores peritos em TJ do planeta Terra. Então, resta-lhe a comodidade atrás do teclado, onde ele ataca e seleciona os comentários que bem entende para a sua platéia lhe aplaudir.  
A igreja batista é, na verdade, uma denominação, ou uma expressão da Igreja Verdadeira, assim como são os presbiterianos, metodistas, e tantos outros grupos. Graças a Deus, temos a liberdade de interpretar as Escrituras e pensar biblicamente, podendo considerar quão melhor nos parece ser determinada interpretação ou não. E graças a Deus, apesar das divergências de interpretações, somos irmãos em Cristo um do outro! Nossas visões são conflitantes em termos acadêmicos e, às vezes, em termos espirituais, mas procuramos servir a Deus. Não somos capazes de interpretar a Bíblia 100% igualmente, então, o resultado são pontos de vista diferentes. Mas com certeza, percebemos que nossas divergências sempre possuem cada subponto com uma interpretação bíblica sincera. Vamos errar umas vezes, acertar outras. A seita TJ faz o mesmo que nós: Já se dividiram 27 vezes, e há dois grupos que ainda resistem a estas divisões aqui no Brasil, em número pequeno: Os Auroristas do Milênio e os Russellitas. As TJs já mudaram 321 vezes de ensinos. É pura hipocrisia um fujão de debates apontar nossas falhas se as mesmas existem lá.
Sobre os batistas fazerem o que bem entendem, isso é calúnia. Fui membro em 4 igrejas batistas e jamais vi isso. Há disciplina. O que alguns filhos de Satanás fazem é observar casos de adultérios, abusos da fé, e outros pecados e reagem sem esperar como cada caso foi julgado, se a pessoa se arrependeu ou não, se ela foi excluída ou não. Geralmente, povinho com fama de ser fofoqueiro faz isso sempre. 
ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "Imagine por exemplo a unidade na fé que as Testemunhas de Jeová possuem em vista desta organização! Alguns poderiam questionar alguns ensinos básicos, tais como a ressurreição ou ainda a vida eterna no paraíso na terra,( Salmo 37:29) começando uma linha sectária de entendimento. Se não houvesse um corpo governante de confiança de todos os estudantes sinceros nas fileiras de TJ, e se fossem permitido “Anciãos” com idéias sectárias que questionassem ensinos bíblicos claros, arrastando consigo os membros da congregação, então, haveria uma desordem.”Deus não é Deus de desordem” como lemos em 1 Cor 14:33."
RESPOSTA CRISTÃ - A seita TJ apenas é, na verdade, uniformizada em interpretar ao mesmo tempo a mesma doutrina. Mas os pontos de vistas diferentes surgem lá da mesma forma que surgem entre os cristãos. A diferença é que quem decide são os papas delas - o Corpo Governante. O Sr. Rubens Dantas cita aqui assuntos básicos como ressurreição e vida eterna na terra e diz que sem um corpo governante de confiança não haveria tal unidade. Conversa fiada! O Corpo Governante delas já reinterpretou várias vezes o que a seita pensa sobre esses assuntos básicos. Por exemplo, quando os dos 144 mil foram ressuscitados? Em 1919 ou 1799? Ambos! A vida eterna na terra sempre sempre foi um ensino da seita, ou não? Ambos. Os sodomitas seriam ressuscitados? Sim, Não, Sim, Não! Mudaram 4 vezes de opinião. E sobre a questão de Deus não ser um Deus de desordem, não podemos aplicar esse texto à interpretação bíblica, pois qualquer grupo religioso é composto de pessoas imperfeitas, limitadas e, portanto, somos suscetíveis a mudanças e interpretações diferentes. Mas cremos que o Espírito Santo está nos levando a toda verdade. - João 16:13, 14.
ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - "Em Tito 3:10 fala para “rejeitar” alguém que promove um desvio de ensino. Deve ser feito isso “depois de uma segunda admoestação”.Isto implica em não tolerar “sectarismo” como sendo o padrão da primitiva Igreja. É neste sentido que o Corpo Governante serve de ajuda a fim de manter a unidade na fé tanto mencionada por Paulo em 1 Cor 1:10 onde diz que devemos todos “falar de acordo e que não haja entre [nós] divisões” Isso seria impossível sem uma liderança terrestre.."
RESPOSTA CRISTÃ - O Sr. Rubens Dantas engana de forma sutil. O texto de Tito 3:10 não diz que "causar divisões" é ter opiniões diferentes sobre interpretações bíblicas. Pode incluir, mas não se trata exclusivamente disso. Assim, numa igreja cristã, se um cristão passa a negar que Cristo morreu por nós, ou se ele move um grupo de irmãos contra o pastor, ele precisa ser advertido e, caso não mude seu proceder, será excluído da igreja por conduta imprópria. Estou me referindo a igrejas sérias, obviamente, porque há muita porcaria por aí levando o nome de nossas denominações mas são verdadeiras sinagogas de Satanás. 
Por outro lado, pense que entre as TJs apenas o Corpo Governante pode mudar de interpretação. Então, considere o meu caso. Um dos assuntos que eu discordei da seita TJ era sobre o escravo fiel e discreto. Eu achava muito mais coerente, enquanto fui TJ, que o escravo fiel e discreto fosse apenas os membros do Corpo Governante. Os anciãos vieram a me desassociar por isso. E não é que em 2012 o Corpo Governante passou a ensinar o mesmo que eu cria? Então, como fica isso? Piter Lents, um querido amigo TJ já falecido, ancião TJ (pastor), convertido à seita nos campos de concentração nazista, me disse que quase perdeu seus privilégios quando discordou da seita sobre a data de 1975 que foi anunciada como o provável ano da volta de Cristo. Ele me disse que se tivesse insistido, teria sido até desassociado. Ele estava certo. Coisa pior acorreu com uma família que foi desassociada em 1974 por permitir um transplante de órgãos em seu filho. Anos mais tarde, os transplantes foram liberados. Então, isso é ser unido na mesma mente e maneira de pensar? Pelo contrário, isso é governo do diabo dentro de uma seita que ousa achar-se a única religião verdadeira, com 321 mudanças de ensinos. Graças a Deus estou livre desse instrumento de Satanás para uniformizar a mentira!
ESCRAVO DO CORPO GOVERNANTE - " É obvio que esta liderança não é ditadora ou autoritária, mas amorosa e compreensível, além de serem fiéis e discretos. Pode ver como são discretos. Não vivem no noticiários assim como muitos líderes evangélicos envolvidos com roubo e imoralidade. Isso você tem que admitir. "
RESPOSTA CRISTÃ - É muito ditatória e autoritária. Demais! Pense, por exemplo, no que aconteceria se uma TJ permitir o  uso de seu próprio sangue estocado anteriormente numa cirurgia. Ela será expulsa se não se arrepender. Onde a Bíblia ensina isso? Em lugar nenhum! E se uma TJ passasse a ensinar às outras TJs que não são apenas os do 144 mil que já são filhos de Deus, mas os da Grande Multidão também, o que lhe aconteceria? Assim, como não chamar de autoritários e ditatórios esses líderes TJs? Só não percebe quem deles é escravo, cegado pelo diabo.
Percebeu, então, por que o Rubens Dantas corre de mim? Por que qualquer ancião TJ não aceita um debate comigo? Porque sei tudo deles!, e a casa cai quando me encontram. Quando uma TJ me aborda, seja ancião, superintendente de circuito, ou até o mais sábio TJ no planeta terra, ele sofrerá uma enxurrada de provas e questionamentos que o se o debate for em rede nacional a vergonha será enorme. O medo que eles têm de mim é vergonhoso, pois a suposta verdade não deveria temer a suposta mentira. Então, enfatizo:

A TEOLOGIA DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ É UMA BOMBA ATÔMICA PARA OS DESAVISADOS, MAS PARA MIM É UM TRAQUE DE FESTA JUNINA MOLHADO, QUE MAL DÁ PARA FAZER UM PS! - Fernando Galli.

Um comentário:

  1. Os tj falam que a Grande multidão vai viver na terra, sendo que todo o cenário onde a Grande multidão estar e no céu diante de Deus dos anciãos e dos anjos apocalipse 7 a parti do 9 .Não sei que dificuldade eles tem pra entender isso!

    ResponderExcluir

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres