TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E OS EMBUSTES DE SEUS APOLOGISTAS VIRTUAIS - PARTE 2


Os adeptos da seita do Corpo Governante que possuem sites na internet não medem esforços para negar a verdadeira divindade de Cristo. E para se safar de uma argumentação cristã sobre Jesus ser chamado de Deus, seus apologistas virtuais saíram com uma outra. Quando elas dizem que Jesus é "deus" porque até Satanás é chamado de Deus, nós perguntamos: "Mas e Jesus é deus falso ou Deus Verdadeiro? Como Ele pode ser Deus verdadeiro e não ser o mesmo Deus que o Pai, se há apenas um só Deus verdadeiro?" Para dar uma ajudazinha a elas, certo apologista TJ postou uma argumentação e minha refutação mostrará os erros dela. Observe:


Fonte: Clique aqui
De início, o zombador TJ responde que nosso argumento é horrível. Então, que o leitor julgue entre a argumentação dele e a minha.

Na resposta do Apologista TJ, virtual e anônimo para não ser identificado pela liderança da seita que condena as TJs que fazem site para explicar a Bíblia, ele procura argumentar o seguinte: Não é correto fazer a pergunta se Jesus é deus falso ou deus verdadeiro porque se levarmos isso a risca o fato de Deus ser o verdadeiro Salvador tornaria os juízes falsos salvadores quando a Bíblia os chama de salvadores. (Juízes 2:16; 3:9, 15; 1 Samuel 10:19). Para uma pessoa desavisada e inexperiente, um argumento difícil de se responder. Mas para um apologista cristão, uma moleza. Se os Juízes se proclamassem salvadores na mesma acepção que Deus é o único Salvador, eles seriam falsos salvadores, simplesmente porque não poderiam salvar as pessoas como Deus salva, ou seja, dar-lhes a vida eterna ou ser a fonte de qualquer salvação.

Quando os Juízes são, assim, chamados de deuses, é numa acepção bem diferente do que ser o Deus Verdadeiro. Uma coisa é representar a Deus na terra, outra coisa é ser o Criador de tudo. E a Bíblia diz que Jesus Cristo criou todas as coisas, pois Deus, o Pai, deu nas mãos do Filho o privilégio de criar tudo, portanto se diz que tudo foi feito por meio de Jesus. (João 1:3; Colossenses 1:15-19) Se Jesus criou algo, Ele é tão Deus Verdadeiro quanto seu Pai. O Deus criador não daria nas mãos de um ser inferior o privilégio de criar pois a criação não seria inferior ao que é, já que não podemos admitir que uma criatura criaria tão bem quanto Deus. E também não seria tão bom Arquiteto quanto um Ser Todo Divino.

A seguir, o Apologista TJ segue a mesma linha de raciocínio com a palavra "Pai". Para ele, o fato de Jesus ter dito "A ninguém chameis de "pai" porque um só é o vosso Pai celestial" não torna o meu pai, o Sr. António, um falso pai, e não faria sentido eu perguntar se meu pai é um pai falso ou verdadeiro se só Deus é o pai verdadeiro. Minha resposta a isso é: Meu pai nada tem a ver com o SER que é Pai por ser o Criador de tudo, por intermédio de Jesus. Mas se eu considerasse meu o Sr. António de "pai" na mesma acepção que Deus é meu único Pai, e meu pai aceitasse isso, ele seria um falso Pai.

Daí, o apologista vem com a heresia mor dele: O Pai é Deus num sentido superativo aos outros que podem ser chamados de deus, como os juízes, reis, e até Jesus quando representa Deus aqui na terra. Que erro! Deus não é o mais Deus que os outros, mas o único Deus. Só Ele é Deus por essência! O resto é "deus" falso quando o sentido é adoração ou "deus" quando o sentido é representar a Deus na terra, no caso, os juízes, os anjos, etc. E a Bíblia afirma que os anjos adoram a Jesus. (Hebreus 1:6) As TJs ensinaram que Jesus era adorado pelos anjos até 1971, mas depois inventaram que lá no céu os anjos prestam homenagem a Jesus, o que é um absurdo! Por intermédio de Jesus, os anjos foram criados. E se Jesus participou na criação dos anjos, Jesus é Deus, pois só Deus é Criador. E ensinar que Jesus era o mestre de obras do pedreiro Jeová é um tremendo absurdo que só os ruins em teologia podem cometer. Fico imaginando Jesus vendo seu Pai criar e sendo o mestre de obras dEle. Só na cabeça de quem tem a meia ideia de crer nisso! Se Jesus foi mestre de obras foi na acepção de tudo ser Criado de acordo com a sua santa vontade, sob a sua autoridade. Então, resta admitirmos que Jesus criou sim todas as coisas, ou seja, que foi o incumbido, na economia da Trindade, a criar todas as coisas e seres, incluindo os anjos que o adoram como Deus.

Então, será que Jesus é Deus no mesmo sentido que o Pai? A teologia cristã, mediante a Bíblia, responde muito bem a questão: Deus criou tudo sozinho.(Isaías 44:24) E aqui as TJs têm um problema: Ou Admitem que Jesus é o mesmo Deus que o Pai e o Espírito Santo, portanto Deus criou tudo sozinho, ou seja, o Único Deus Criador foi o Pai, Filho e Espírito Santo, ou terão que admitir que Deus mentiu ao dizer que estava sozinho, quando na verdade estava usando Jesus para criar todas as coisas. Alguns apologistas TJs afirmam que este estar sozinho se referia a não estar com nenhum deus falso do lado para criar tudo. Embora isso seja verdade, ainda assim o estar sozinho não poderia incluir ninguém, nem deuses falsos, nem alguém que fosse menos deus que Ele. Sozinho é sozinho. E o Deus que criou tudo sozinho é o único que é Pai, Filho e Espírito Santo de eternidade à eternidade.

Assim, Jesus ao ser chamado por Tomé de "o Deus de mim e o Senhor de mim" (João 20:28), e ao ser adorado pelos anjos (Hebreus 1:6), não é deus por representar a Deus. É o próprio Deus que veio como homem representar o Pai (João 7:29) por proceder do Pai. - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7