TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - QUE ROLO EXPLICAR JESUS COMO CRIATURA, MESTRE DE OBRAS E A SABEDORIA PERSONIFICADA DE DEUS!


Na concepção de muitos teólogos renomados, Jesus, conforme Provérbios 8:30, é o arquiteto [ou mestre de obras] da criação de Deus Pai. As TJs também creem nisso. O impasse está: Como "mestre de obras", Ele criou ou não criou tudo? A fé cristã crê que tanto o Pai, como o Filho, como o Espírito Santo participaram em criar. Isto põe Pai, Filho e Espírito Santo como Deus Criador. A fé TJ ensina que Jesus não criou nada, pois não creem que Jesus seja Deus, portanto, não poderia ter criado nada, mas foi usado apenas como mestre de obras na criação. Observe, a seguir, a "lambança" das TJs para fugir do fato de que Jesus é Deus e Criador, conforme as Escrituras claramente ensinam.

O Corpo Governante afirma o seguinte sobre a atuação de Jesus como mestre de obras do Senhor YHWH:
(a) "O Filho teve muito prazer em ser o Mestre-de-Obras usado por Jeová para criar todas as outras coisas. — Provérbios 8:22-31." - Achegue-se a Jeová, página 88, parágrafo 5.
RESPOSTA ÀS TJS - Se Jesus não é Deus e, portanto, não criou, o que foi exatamente o papel de Jesus em ser o mestre de obras de Deus? Nós cremos que a sabedoria de Deus, tratada poeticamente como uma criança criada e nascida antes de Deus criar todo o que existe, foi o tal mestre de obras. Mas mestre de obras em que sentido? Gerenciando as obras de Deus? Só se Jesus for Deus, pois como poderia uma criatura gerenciar o trabalho de criar de Deus? Isso seria ridículo! Mas se Jesus é Deus, a sabedoria dEle, infinita e inesgotável, gerenciou os trabalhos de Deus. Assim, perceba o problema que as TJs têm: Se admitirem que Jesus criou, admitem que Ele é Deus-Criador. Se não admitirem que Jesus criou, então precisam explicar como um ser criado por Deus poderia personificar a sabedoria de Deus e agir como mestre de obras dEle, como se Deus tivesse criado tudo ao lado de uma criatura gerenciando suas obras. Mas continuemos a analisar as explicações dos líderes da Organização do jeová TJ:
(b)"Reflita no fato de Jeová criar seu Filho unigênito e delegar a ele uma participação no restante de sua obra criativa. Sim, “mediante ele foram criadas todas as outras coisas nos céus e na terra, as coisas visíveis e as coisas invisíveis”. (Col. 1:16) O Criador poderia ter feito tudo sozinho, mas decidiu dar a seu Filho a alegria de participar na realização de trabalho produtivo. (Pro. 8:31) Isso ajudou o Filho a aprender mais sobre as qualidades de Deus. Pode-se dizer que o Pai usou essa oportunidade para treinar seu Filho unigênito." - A Sentinela 15 de junho de 2006, página 29.
RESPOSTA ÀS TJS - Façamos de conta que Jesus tivesse sido criado e recebido de Deus o privilégio de participar da criação de todas as outras coisas. Qual teria sido esta participação? Responderão: Ser mestre de obras. Mas como uma criatura seria mestre de obras do Criador? Teria Jesus dado palpites e Deus acatado? Bem, isto faria Deus um pedreiro de Jesus. Acho que eu não vou crer numa bobagem dessas. Os apologistas TJs se perdem escandalosamente em responder minha objeção. 


Sabe de onde eu extraí isso? Do site Tradução do Novo Mundo Defendida, quando fiz um questionamento com outro nome para que o Sr. Rubens Dantas, famoso apologista TJ, para que ele pudesse me explicar se Jesus criou ou não. Ele afirma que não criou, mas fez. Isso é sério? Qual a diferença? Sugeriu que Jesus gerenciou a mão de obra, administrando a criação. Como uma criatura poderia administrar o ato criativo do Todo-Poderoso? E ainda afirmou que Jesus auxiliou Jeová Deus na criação. Como? Fazendo o que? Criando? Se não criou, fez o que? Será que ele fez, mas não criou, o que Jeová já havia idealizado? Que rolo, hein?

Retornando à Sentinela acima, que é o ponto de vista oficial das TJs, ela afirma que Deus poderia ter feito tudo sozinho, mas decidiu dar o privilégio a Jesus de participar deste trabalho produtivo? Mas eu pergunto: Jeová não fez tudo sozinho? A Bíblia diz que fez, e ainda Ele pergunta: "Quem estava comigo?" (Isaías 44:24) Ora, na opinião das TJs, a criatura Jesus estava com Jeová, trabalhando ativamente. Então veja em que situação as TJs se encontram:

SE DEUS CRIOU TUDO SOZINHO E AINDA PERGUNTA: QUEM ESTAVA COMIGO, ou as TJs admitem que JESUS É O MESMO DEUS COM O PAI E O ESPÍRITO SANTO, e assim Deus teria feito tudo sozinho, ou incorrerão em heresia, ao afirmar que no ato criativo uma criatura estava lá gerenciando as obras de Deus. CRUZ CREDO! E não adianta inventar que Jeová se referia a estar sozinho no sentido de não ter havido nenhum falso deus com Ele na criação. É óbvio que estar sozinho implica na ausência de qualquer deus falso, mas também na ausência de qualquer criatura.

Mas e quanto à atuação de Jesus na criação? Que atuação foi essa? Vamos ver se a seguir o Corpo Governante consegue explicar melhor essa questão.
(c) "Como “mestre-de-obras”, trabalhou ativamente com seu Pai na criação de todas as coisas. — Colossenses 1:15-17." - A Sentinela 15 de setembro de 2006, página 17.
RESPOSTA ÀS TJS - Como é que Jesus poderia ter trabalhado ativamente com seu Pai na criação de todas as coisas se ele não criou nada? Irão novamente me dizer: "Ele foi mestre de obras. Mas eu crio e faço as perguntas: Em que consistiu o trabalho ativo de Jesus em ser mestre de obras? Gerenciar o que Deus fazia? Deus tinha gerente na criação? Somente a sabedoria dEle poderia gerenciar sua criação, sabedoria esta que poética e lindamente é descrita em Provérbios 8:22-31 como uma criança, um aprendiz, que já existia antes de tudo ser criado. Mas ninguém ousaria a levar isso ao pé da letra pois a sabedoria de Deus não foi criada, assim, entendamos a bela didática de Deus.

Vejamos, a seguir, as declarações do Corpo Governante das TJs sobre o trabalho ativo de Jesus na criação:
(d) "Até mesmo o Filho unigênito de Jeová, que serviu como “mestre-de-obras” durante a criação, jamais é chamado de Criador, ou de co-Criador, na Bíblia. (Provérbios 8:30; Mateus 19:4)" - Achegue-se a Jeová, páginas 55, 56, parágrafo 19.
RESPOSTA ÀS TJS - Aqui entendemos em que o Corpo Governante crê: Jeová Deus teria usado Jesus para criar, mas Jesus não criou nada, pois não é Criador. Citam Mateus 19:4 onde Jesus diz: "Não leste que aquele que os criou..." com a intenção de racionar: Se Jesus disse "aquele que os criou" não está se referindo a si mesmo como Criador. Mas o homem Jesus não criou nada! Nem a cueca que ele usava! Mas Jesus sabia que quando Deus criou Ele disse: "FAÇAMOS o homem a nossa imagem, segundo a nossa semelhança!" (Gênesis 1:26, 27) Para quem Deus teria dito isso? Aos anjos? Não, pois se assim fosse seríamos à imagem e semelhança de Deus e dos anjos. Teria Deus dito isso a um único Arcanjo, O Miguel-Jesus TJ"? Não, porque se assim fosse seríamos feitos à imagem e à semelhança de Deus e do Arcanjo Miguel. Então, o que a Bíblia diz? Que nós humanos, e até Jesus como homem, somos imagem e semelhança de Deus. Assim, para quem Deus disse "FAÇAMOS", este alguém era Deus! Ou seja, o Pai disse isso ao Filho e obviamente ao Espírito Santo.

Comentemos, a seguir, uma última das muitas explicações do Corpo Governante que não explica nada:
(e) Não Concriador. A participação do Filho nas obras de criação, porém, não o tornara Concriador de seu Pai. O poder de criação procedia de Deus por meio do seu espírito santo, ou força ativa. (Gên 1:2; Sal 33:6) E visto que Jeová é a Fonte de toda a vida, toda a criação animada, visível e invisível, deve sua vida a ele. (Sal 36:9) Então, o Filho, em vez de ser Concriador, era o agente ou instrumento por meio de quem Jeová, o Criador, operava. O próprio Jesus atribuiu a criação a Deus, assim como fazem também todas as Escrituras. — Mt 19:4-6." - Estudo Perspicaz das Escrituras, página 534, Volume 2.  
RESPOSTA ÀS TJS - O Corpo Governante aqui afirma que Jesus, a primeira criação de Deus, foi o instrumento pelo qual o Pai, YHWH, usou para criar tudo. É heresia isso! Deus criou tudo sozinho. Ninguém estava com Ele, nem mesmo uma suposta criatura Poderosa. É óbvio que Jeová é a fonte da vida, mas Jesus disse: "Eu sou a vida". (João 14:6) Qual a diferença entre ser "a vida" e a "fonte da vida"? Nenhuma!

Conclusão

Então, quem seria o impressionante mestre de obras do Jeová TJ na criação? Uma CRIATURA! E se é criatura, comparada ao Deus Todo Poderoso, por mais poderosa que fosse, ainda assim seria INFINITAMENTE INFERIOR A DEUS. Então, RESPONDAM-ME SE FOREM CAPAZES, APOLOGISTAS TJS DE PLANTÃO:

Como é que uma criatura infinitamente inferior a Deus poderia personificar a SABEDORIA INFINITA DE DEUS E SER AINDA O GERENCIADOR DAS OBRAS CRIATIVAS DE DEUS?

Eu vou dar uma ajudinha às TJs, porque está ficando feio para vocês.  Por que não começam o debate nesta página com o argumento que eu usava quando eu era TJ? Querem saber qual é? Então, eu vou iniciar o debate para vocês no comentário abaixo, fazendo de conta que eu sou o Fernando Galli TJ, certo? - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)