JUDAÍSMO - POR QUE NÃO CRÊ NA TRINDADE? - PARTE 3.


O Rabino Benjamin Blech, em seu livro O Mais Completo Guia sobre Judaísmo, página 10, elenca algumas razões pelas quais os judeus se negam a crer na Trindade. Já analisamos duas outras  (Clique aqui [1] e [2]) com nossas refutações. Vejamos a seguir uma terceira razão judaica para negar a principal doutrina cristã.

ARGUMENTO JUDEU - "O mais perturbador na trindade à ideia judaica do monteísmo é que o judaísmo não reconhece a existência de intermediários entre Deus e o ser humano. O primeiro dos Dez Mandamentos, "Eu sou o Eterno, teu Deus" (Êxodo 20:2) e Deuteronômio 5:6), está escrito com um sufixo em hebraico que implica teu no singular. Deus dirige-se diretamente a todas as pessoas e diz: "Eu sou acessível a você sem que haja nenhum intermediário". Para o judeu, isto significa que ele tem um canal aberto com Deus."
RESPOSTA CRISTÃ - Louvamos a Deus pelos judeus se declarem monoteístas. Não há lugar para o politeísmo na adoração a Deus. Um só Deus deve ser adorado. E assim cremos. Mas quando não se reconhece a Jesus como o Salvador, então o judeu não compreende que um Deus Todo-Poderoso pode perfeitamente subsistir em Três Pessoas distintas e ser o mesmo Deus. E uma destas pessoas, subsistindo na forma de Deus, se fez homem, de modo que Jesus, enquanto Deus, teve toda a sua divindade empenhada em atuar em natureza humana sem deixar de ser Deus. Assim, por ser perfeitamente Deus e perfeitamente homem, Jesus é o único que pode nos ligar a Deus, ou seja, ser o nosso mediador. - 1 Timóteo 2:5. 

Este Deus é uno, é singular. Ele é acessível a nós. E ele usou Moisés como mediador para se tornar mais acessível. É do caráter de Deus usar agentes humanos e a linguagem humana para ser melhor compreendido. Por isso, não nos espanta que Deus, o Eterno, experimentasse na Pessoa de Jesus, na prática, o significado de ser homem sem jamais deixar de ser Deus. 
ARGUMENTO JUDEU - "Rezar para o filho para chegar ao pai é contra uma das maiores crenças do judaísmo, tal como codificada posteriormente por Maimônides: "Para Ele e somente para Ele você deve rezar diretamente." Um judeu acredita que nenhum outro pode falar por Ele nem viver por Ele - e com certeza não pode morrer por Ele."
RESPOSTA CRISTÃ - Oramos ao Pai em nome de Jesus. (João 14:6) No Sinai, quantas vezes Deus usou Moisés para falar com o povo e quantas vezes o povo precisou de Moisés para que Deus o atendesse. Deus não precisava disso, mas quis que assim fosse. Deus não constituía os profetas como boca de Deus? Não estaria Deus dando sinais de que se comunicaria de uma forma especial com seu povo por lhes enviar Jesus Cristo? 

O argumento de que Deus lida diretamente com o homem e nós com Deus sem um mediador não se coaduna com o modo que Deus realmente se relacionou com Israel. Deus poderia perdoar pecados sem aqueles sacrifícios de animais. Ele não precisava daquilo para perdoar, mas fez porque assim quis. (Levítico 16) Não prova isto também que Deus, em sua onipotência e soberania pretendesse salvar o homem por se tornar como um de nós, sem deixar sua perfeita divindade? - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)