AS SEITAS E A IGREJA À LUZ DE 1 CORÍNTIOS 1:10-13


Já percebeu a aparente unidade das seitas em suas doutrinas? Elas são obrigadas a aceitar a interpretação de suas lideranças sem poder questioná-las. Agarradas a isto, fazem críticas às diferenças de interpretações entre as Igrejas Cristãs, valendo-se do texto de 1 Coríntios 1:10-13, onde Paulo exorta àqueles cristãos o seguinte:

"Irmãos, rogo-vos em nome de nosso Senhor Jesus Cristo que entreis em acordo quando discutirdes, e não haja divisões entre vós; pelo contrário, sejais unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer. Pois, meus irmãos, fui informado a vosso respeito, pelos da família de Cloé, que há discórdias entre vós. O que quero dizer com isso é que um de vós afirma: Eu sou de Paulo; outro, Eu sou de Apolo; outro, Eu sou de Cefas; outro ainda, Eu sou de Cristo. Será que Cristo está dividido? Foi Paulo crucificado em vosso favor? Fostes batizados em nome de Paulo?." - 1 Coríntios 1:10-13. 
Será que com o texto acima Paulo exigiu das Igrejas e de todos os seus membros uma mesma interpretação para cada versículo da Bíblia dada por uma única liderança mundial ? A resposta é um sonoro não!

Evidentemente que as divisões ou partidarismos ali em Corinto até pudessem ser uma das causas da desunião, mas uma coisa é os cristãos brigarem devido a divergências de interpretação, outra é os cristãos viverem em comunhão apesar das divergências de interpretação. O texto critica a postura de desunião apenas. Estar unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer não implica numa mesma interpretação de cada versículo da Bíblia, mas no respeito mútuo que deve haver quando há pluralidade de pensamentos ao mesmo tempo.

Por isso, as seitas tipo franquias deveriam analisar melhor o contexto antes de nos criticar. O problema ali era a divisão causada pelo fato de alguns afirmarem pertencer a Paulo, outros a Apolo, outros a Cefas (Pedro) gerando discórdias na Igreja em Corinto. (1 Coríntios 1:10-12) Obviamente, temos que buscar a unidade nas doutrinas cristãs que têm a ver com a Salvação em Cristo Jesus, mas em questões secundárias, nunca a Igreja Cristã, em momento algum de sua história, foi plenamente unida quanto às interpretações bíblicas. Por quê? Porque somos imperfeitos e não podemos interpretar as Escrituras cem por cento corretamente.

Todavia, as seitas não estão unidas na mesma forma de interpretação. Na verdade, seus adeptos são obrigados por suas lideranças mundiais a engolirem a mesma interpretação, conforme são dadas e refeitas. Isto é unidade ou uniformidade? Buscar a unidade é nos respeitarmos uns aos outros apesar de opiniões diferentes sobre questões secundárias da sã doutrina. É deixar de partidarismo. Ser uniforme é se render às interpretações de uma classe dominante, sem poder questioná-las.

Ademais, o fato de uma liderança de seita interpretar a Bíblia para todos pensarem igualmente não prova que suas interpretações estejam corretas, tanto que mudam de ensinos constantemente. Também, se estudarmos a fundo a história dessas seitas, veremos que delas surgiram outras seitas. Por quê? Porque não souberam viver em unidade apesar da diversidade. Isto é uma característica infantil de seitas que se dividem e formam outras seitas. Passam até a se odiarem devido a interpretações divergentes.

Infelizmente, assim como nos dias da Igreja em Corinto, temos observado evidências de sectarismo em certas denominações cristãs. Elas professam as doutrinas centrais do Cristianismo, mas evitam receber pregadores de outras denominações. Será que estão falando de acordo com seus irmãos em Cristo de outras denominações? Evidentemente que não!

Portanto, que procuremos evitar qualquer comportamento parecido com o das seitas e com o daqueles cristãos em Corinto. No Corpo de Cristo - a sua amada Igreja - não há lugar para o espírito sectário. Devemos orar pelas denominações e iguais a Paulo rogar, 'suplicar, pela unidade da família de Deus', os nossos irmãos. "E o instrumento de apelo deve ser o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, um que não pode ser dividido.¹"- Fernando Galli.
____________________

BRUCE, F. F. [at. al.] Comentário Bíblico NVI, página 1873. São Paulo-SP : Editora Vida, 2009.

Postagens mais visitadas deste blog

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)