TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEU MODO NÃO BÍBLICO DE PARTICIPAR DA CEIA DO SENHOR


Em minhas palestras sobre a Organização TJ, muitos me perguntam: Como as TJs participam do pão e do vinho? A resposta: Elas pensam que participam, mas não participam. Por quê? Veja:

Em primeiro lugar, conforme ensina o Escravo Fiel e Discreto das TJs, o seu Corpo Governante, apenas os membros dos 144.000 devem participar do pão e do vinho. Isto significa que das 7,6 milhões de TJs, apenas umas 12.000 comem do pão e bebem do vinho, ou apenas 0,15% das TJs realmente participam do que eles chama "emblemas". Mas e os membros da Grande Multidão, ou os 99,85%? Veja neste vídeo o que fazem e se está em harmonia com as Escrituras.


Perguntamos às TJs:
  • Onde a Bíblia ensina que apenas os membros dos 144.000 de Apocalipse 7:4-8 e 14:1-3 deveriam participar da efetivamente da ceia?
  • Onde a Bíblia ensina que os membros da Grande Multidão de Apocalipse 7:9-13 não deveriam participar do pão e do vinho mas apenas passá-los de mão em mão?
A resposta TJ poderá vir acompanhada de um malabarismo de textos e argumentos, mas não dispensará a seguinte explicação delas:
"É que nos dias dos apóstolos, Deus estava escolhendo apenas os membros dos 144.000, e não os da Grande Multidão, pois este último grupo passou a ser escolhido a partir de 1935."
Mas então perguntamos às TJs:
  • Onde a Bíblia ensina que os membros da Grande Multidão seriam escolhidos apenas a partir de 1935?
  • Onde a Bíblia ensina que primeiro Deus começou a escolher os membros dos 144.000?*
Quando Jesus disse: "Fazei isso em memória de mim" (Lucas 22:19), era para todos os que ali estavam presentes. Mas as TJs irão dizer que quando Jesus instituiu o que elas chamam de Comemoração da Morte de Jesus, Jesus disse aos ali presentes:
"Eis que faço convosco um pacto para um reino" (Lucas 22:29, Tradução do Novo Mundo). Então, somente podem participar do pão e do vinho aqueles que reinarão com Cristo durante os mil anos, que são os do 144.000, pois é com eles que Jesus fez o pacto."
 Mas novamente perguntamos às TJs:
  • Onde a Bíblia ensina que Jesus faz um pacto para um reino apenas com os 144.000?
  • Onde a Bíblia ensina que apenas os 144.000 (número literal para as TJs) reinarão com Cristo?
  • Onde a Bíblia ensina que Jesus não fez um pacto para um reino com os da Grande Multidão?
É evidente que a resposta a todas as perguntas acima é um sonoro "EM LUGAR NENHUM!"

Para mostrar quão absurda é esta interpretação TJ, como há apenas cerca de 12.000 TJs que podem fazer uso do pão e do vinho e existem mais de 100.000 Congregações TJs, isso significa que quando elas realizam tal comemoração, cerca de 85% dos Salões do Reino não possuem um membro dos 144.000, mas mesmo assim passam o pão e o vinho de mão em mão. Que aberração! Que Refeição Noturna do Senhor mais estranha às Escrituras, quando a regra é um não-bíblico comei e bebei praticamente nenhum de vós.

Então, por que as TJs creem que devem celebrar o morte de Jesus dessa forma? Porque elas são guiadas não pelo Espírito da Verdade, mas pelo Corpo Governante delas, os quais dependem de malabarismos de textos bíblicos de argumentação não-exegética para defender suas crenças mutantes.

Sempre que as TJs lhe convidarem para participar da Comemoração da Morte de Jesus Cristo, raciocine com elas usando as perguntas acima. Ensine-as a verdade de Deus: Todos os crentes comem do pão e bebem do vinho (suco de uva). Por quase dois mil anos a Igreja de Jesus Cristo tem feito isso em memória de Jesus Cristo. - Fernando Galli.
______________

* Nos tempos de Russell, o fundador do movimento, ele ensinava que toda a igreja deveria participar do pão e do vinho. Depois, Rutherford ensinava que tanto os do 144.000 quanto a grande multidão (uma classe de cristãos que teria uma segunda chance) deveriam e participar desses emblemas. Depois de 1935, passou-se a ensinar que apenas os do 144.000 poderiam fazer isso. Quanto aos 144.000, Russell ensinava que este número seria os escolhidos por Deus a serem arrebatados em 1914, qual igreja. Depois, Rutherford ensinou que o número dos 144.000 havia sido preenchido em 1931. Em 1966, Knorr e o Corpo Governante disseram que a data de encerramento das "vagas celestiais" havia ocorrido em 1935. E recentemente, em 2009, afirmou-se que não se sabe quando foi completada a escolha dos 144.000 e a cada ano o número dos que afirmam ser desta classe tem aumentado. Em outras palavras, que rolo!

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)