CATOLICISMO ROMANO E SEUS CONCEITOS MARIANOS


Este artigo objetiva tecer comentários respeitosos sobre os conceitos Católicos Romanos sobre Maria. Não visa agredir a fé alheia, mas expor nossa opinião mediante os ensinos da Palavra de Deus, a Bíblia.
CONCEITO MARIANO 1 - "829 - Enquanto na beatíssima Virgem a Igreja já atingiu a perfeição, pela qual existe sem mácula e sem ruga, os cristãos se esforçam por crescer em santidade, vencendo o pecado. Por isso elevam seus olhos a Maria: Nela a Igreja é já a toda santa." - Catecismo Católico, página 238. Cânon 829. São Paulo : Loyola, 2004.
REFUTAÇÃO CRISTà- A igreja de Deus, que para muitos intérpretes começa na terra com Adão e Eva, ou seja, a união de todos os salvos pelo sangue de Cristo, é perfeita em Cristo Jesus, não em Maria. Esta declaração do Catecismo Católico NÃO se harmoniza com a Bíblia, a qual é muito clara ao dizer: "A ele anunciamos, aconselhando e ensinando todo homem com toda a sabedoria, para que apresentemos todo homem perfeito em Cristo." (Colossenses 1:28) Segundo este texto, todo homem membro da Igreja é perfeito em Cristo, não em Maria. 

Sobre a Igreja ser santa em Maria, a Bíblia ensina que somos santificados em Jesus Cristo. Observe:
1 Coríntios 1:2 - "à igreja de Deus em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados para serem santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso."
1 Coríntios 6:11 - "Mas fostes lavados, santificados e justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus."
Alguns católicos romanos, principalmente seus apologistas, poderão dizer: "Sim, somos santificados em Jesus, mas e se Deus quer que Maria santifique também?" O problema é que a santificação ocorre pelo sangue de Jesus Cristo, pela oferta do corpo de Cristo, ou seja, o seu sacrifício, o qual é suficiente. Veja:
Hebreus 10:10, 14 - "É nessa vontade que fomos santificados pela oferta do corpo de Jesus Cristo, feita de uma vez por todas. [...] Pois com uma só oferta aperfeiçoou para sempre os que estão sendo santificados."
Perceba que não há possibilidade alguma da Igreja, aqui na terra, ser santa sem o sacrifício de Jesus. Por isso, só ele, que morreu por nós, pode nos santificar, pois ele é Deus (PERFEITO) e Homem (PERFEITO). Nenhum homem pode fazer isso, nem anjo, nem salvo no paraíso, mas apenas Jesus. Então, não seria o caso de o Papa e o Magistério Romano repensarem esta doutrina romana? - Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7