TIPOS DE TOLERÂNCIA E INTOLERÂNCIA À LUZ DA BÍBLIA


Será que nós, humanos imperfeitos, podemos imitar a Deus em demonstrar a Santa Tolerância e a Santa Intolerância? Ou será que poderíamos também praticar a tolerância e a intolerância má?

O Soberano Deus Triúno tem todo o direito de decidir o que Ele tolera ou não e de terminar o que devemos tolerar ou não. Ele não tolera pecado nenhum, portanto, nessa acepção, Ele é intolerante. Mas é tolerante, até um certo limite, para com o pecador, pois dá-lhe a chance de se arrepender. (Provérbios 28:13) Mas por que até um certo limite? Porque Deus é justo e pode decidir não tolerar mais uma certa pessoa. Por isso, lemos no Salmo 101:5: "Destruirei o que difama o próximo às escondidas; não hei de tolerar o que tem olhar altivo e coração arrogante."

O caso de Ananias e Safira ilustra bem como Deus não tolerou o pecado e a própria pessoa deles. Por conhecer o coração deles, diante da mentira contra o Espírito Santo, foram fulminados por Deus diante de todos. (Atos 5:1-11) Há muitos exemplos na Bíblia da Santa Intolerância divina. Todavia, há muitos casos da Santa Tolerância Divina. Jesus disse: "Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes eu quis ajuntar teus filhos, como a galinha ajunta seus filhotes debaixo das asas, e não quiseste!" (Mateus 23:37) Deus podia ter destruído ou abandonado seu povo milhares de vezes na história de Israel. Mesmo assim, não desistia.

Quando nos recusamos a assistir a um filme pornográfico, a falar mal dos outros, a sonegar impostos, a pensar na mulher do próximo, imitamos a Deus quanto à Santa ou boa intolerância. Significa não tolerar o mal. Mas quando cedemos a estes pecados e até persistimos nele, então praticamos a tolerância má. Por exemplo, Paulo menciona que os cristãos em Coríntio suportavam (ou toleravam) um outro Jesus com um outro evangelho. - 2 Coríntios 11:4.

Quando perdoamos um irmão setenta vezes sete, ou seja, sempre, demonstramos tolerância quanto a pessoa dele, porque o amamos. (Mateus 18:22) Esta seria a boa tolerância. Mas há casos em que não devemos mais tolerar o pecador entre nós. Por exemplo, imagine um teólogo liberal em nosso meio. Ele começa a semear dúvidas na mente da Igreja quanto à veracidade e à inspiração da Palavra de Deus. Vamos tentar várias vezes ajudá-lo. Até aqui, estaremos sendo tolerantes, pois cremos que sua atitude se deve a assimilação de falsas doutrinas apregoadas por falsos instrutores. (1 Timóteo 4:1) Assim como levou tempo para essa assimilação, pode ser necessário, para reajustar tal pessoa num espírito de brandura (Gálatas 6:1), vários encontros. Perceberemos progresso nesses diálogos, e aos poucos aquela mente doentia espiritualmente passa a ser curada. Graças à Santa tolerância, foi possível tal reajuste do nosso irmão.

Mas pense no caso de um teólogo liberal que questiona a Palavra de Deus e semeia dúvidas entre os crentes, a quem foram feitas várias tentativas de reajustá-lo de forma branda, com palavras temperadas com sal (Colossenses 4:6). Ele persiste em desacreditar a Palavra de Deus. Não há dúvida que ele se tornou um apóstata. Nestas circunstâncias, o texto de Tiago 3:10, 11 deve ser posto em prática: "Depois de exortar a primeira e a segunda vez alguém que causa divisões, passa a evitá-lo. Sabes que tal indivíduo perverteu-se, vive pecando e já condenou a si mesmo." Em outras palavras, depois de a igreja formalmente exortar tal homem liberal, uma ou duas vezes, não há como tolerá-lo mais em nosso meio. Devemos evitá-lo. Seria a santa intolerância contra alguém que nega a inteira inspiração da Bíblia. E nesses casos, precisamos ser coerentes. Se em nossas igrejas não toleraríamos aqueles que discordam da sã doutrina, jamais deveríamos tolerar a pregação de membros de outras igrejas com fama de serem teólogos liberais.

Finalmente, existe a intolerância má. Ela é exclusiva dos sectários, dos fundamentalistas farisaicos, dos que abusam de querer mamar da misericórdia de Deus, mas ele mesmo não a demonstra. São aqueles que não conseguem se relacionar com quem diverge de suas opiniões e nem faz esforços de ajudar quem se desviou da fé. São os xiitas da fé cristã. Muitas vezes, eu agi assim. Que Deus me perdoe e me ajude a não agir mais assim! Para mim, mesmo evitando os hereges que foram excluídos de nossas igrejas não nos autoriza a sermos intolerantes em grau absoluto, pois não toleraríamos o pecado deles, mas poderíamos ainda ajudá-los a se arrependerem, caso tivéssemos preparo para isso.

Assim, proponho a seguinte definição:
  • Tolerância má - Ocorre quando aceitamos pecados como se tudo fosse normal ou pessoas que já deveriam ter sido excluídas de nossas igrejas.
  • Tolerância boa - Ocorre enquanto tentamos ajudar nosso irmão ou nosso próximo a mudar de proceder, e ele demonstra estar convicto de seu erro e faz esforços para não repeti-lo, todavia, quando cai, nós o toleramos em nosso convívio, porque se arrepende e de modo algum pretende ensinar seu proceder pecaminoso.
  • Intolerância má - Ocorre quando não admitimos diálogo algum com pecadores passíveis de exclusão na Igreja, ou com quem meramente discorda de nossas opiniões.
  • Intolerância boa - Ocorre quando não toleramos os pecados alheios, ou doutrinas de demônios em nosso meio. Pode ocorrer também em determinadas situações para com pessoas.
Com isso em mente, devemos evitar tanto a intolerância como a tolerância más. Mas nos fará muito bem praticarmos tanto a intolerância como a tolerância boas. Que Deus nos ajude a tolerar e não tolerar do modo que o agrade, como forma de adorá-lo. Você poderia me tolerar pensando assim? - Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - DEZESSEIS RAZÕES PARA NÃO SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS

DEBATE: BATISTA X ADVENTISTA: OS ESCRITOS DE ELLEN G. WHITE - INSPIRADOS POR DEUS OU NÃO? (PROFESSOR AZENILTO BRITO X FERNANDO GALLI)