TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SUAS TENTATIVAS DE IMPESSOALIZAR O ESPÍRITO SANTO - PARTE III


É sempre um prazer refutar argumentos advindo de contradizentes. (Tito 1:9) Não são más pessoas, em geral, por isso merecem nosso respeito. No caso das Testemunhas de Jeová, sempre criam argumentos contra a Personalidade do Espírito Santo, portanto, devemos estar atualizados e prontos para dar uma resposta amorosa a elas. A seguir, veremos refutações a algumas tentativas TJs de despersonificar o Espírito Santo de Deus.

A primeira tentativa TJ trata-se de uma resposta ao nosso argumento em Atos 5:3, 4, aonde lemos que Ananias e Safira mentiram ao Espírito Santo, portanto, mentiram para Deus. Não se pode mentir para uma força ativa, mas apenas para seres pessoais. Veja qual foi a resposta TJ e qual será a nossa réplica. 
Tentativa TJ 1 – “Em Tiago 3:13 o discípulo escreveu: “…não vos jacteis e não mintais contra a verdade”. Será que a verdade é uma pessoa?” 
Refutação da Tentativa TJ 1 – Jesus Cristo ensinou: “Eu sou a verdade.” (João 14:6) Paulo escreveu: “Seja Deus verdadeiro.” (Romanos 3:4) Então, o que é mentir para a verdade, do ponto de vista Bíblico? É mentir para Deus. É mentir para o Espírito Santo, chamado de Espírito da verdade, que procede do Pai. (João 15:26) Este Espírito da verdade ensina, ouve, fala, diz, dá testemunho. - João 16:13, 14.

Outro ponto interessante é que se levássemos a sério essa argumentação TJ acima, então deveríamos levar também a sério aqueles que creem ser Deus uma força apenas. Eles poderiam usar a mesma tentativa TJ para provar que Deus não é um ser pessoal, mas uma força, uma energia. Poderiam dizer: “A Bíblia diz que podemos mentir a Deus (Atos 5:3, 4) e à Verdade (Tiago 3:13). Assim como “a verdade” não é um ser pessoal, assim também o Espírito Santo não é.” Isso ilustra muito bem o estrago que o mau uso da Bíblia pode causar na vida das pessoas. 
Tentativa TJ 2a – “Você ignora que este mesmíssimo espírito foi tirado de Moisés e “distribuído” sobre 70 dos Anciãos de Israel. (Números 11) Sim, o espírito foi distribuído. Não adianta dizer que foi o “poder DO espírito” visto que o texto diz especificamente e sem rodeios que O ESPÍRITO É DISTRIBUIDO. Hebreus 2:4 diz que Deus dá “distribuições de espírito santo”.” 
Refutação da Tentativa TJ 2a – A intenção do argumento acima é provar a impessoalidade do Espírito Santo de Deus pelo fato de Ele ser distribuído. Lemos em Números 11:17 que Deus tirou do Espírito que havia em Moisés e o pôs em setenta homens. Então, a mente TJ raciocina: “Deus distribuiu o Espírito Santo dele para 70 homens, então, um ser pessoal não pode ser distribuído, mas o poder de Deus pode.”

Mas será que Deus pegou o Espírito Santo e repartiu em 70 frações, de modo que cada homem recebeu a septuagésima parte dele? Ou será que Deus deu o mesmo Espírito para cada pessoa? A Bíblia nos ensina: 
“Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?” – 1 Coríntios 6:19.

“Guarda, por intermédio do espírito santo que mora em nós, o que de excelente te foi confiado.” – 2 Timóteo 1:14, Tradução do Novo Mundo das Testemunhas de Jeová. 
O Espírito Santo todo que habita no crente, não frações dele. Mas cada pessoa tem mais ou menos poder de Espírito Santo, dependendo de como Deus determina. O homem Jesus teve mais poder de Espírito Santo do que qualquer outra pessoa. Os apóstolos tiveram mais poder do que nós hoje. Mas tanto Jesus, como os apóstolos e nós temos em nós o mesmo Espírito. Veja:

A outro, pelo mesmo Espírito, é dada a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, dons de curar. (1 Coríntios 12:9) Em momento algum se fala de quantidade de Espírito Santo.

Mas em Hebreus 2:4, lemos sobre “distribuições de Espírito Santo segundo a Sua vontade”. Argumentam as TJs que se o Espírito Santo é distribuído, ninguém fica com a parte total dEle, portanto não pode ser uma Pessoa. Raciocinam: “Como uma pessoa pode ser distribuída? A questão é que o Espírito Santo de Deus está em toda a parte. (Salmo 139:7-12) O Espírito Santo não é como Satanás ou um de seus demônios que podem ocupar ou estar em uma pessoa de cada vez. O Espírito Santo de Deus é onipresente. Então, Ele pode ser distribuído como Deus quer, não como as TJs e seu Corpo Governante querem.

Embora as TJs nos peçam a não sugerirmos que seja o poder do Espírito Santo que seja distribuído, não temos como fugir desse fato, afinal de contas a Bíblia nos fala de “poder de Espírito Santo”. (Romanos 15:13, 17) Jesus disse que os discípulos receberiam poder ao descer o Espírito Santo. (Atos 2:4) Assim, cadê Cristão tem o Espírito de Deus em sua vida, e Ele nos dá poder conforme quer.

Mesmo assim, uma TJ poderia dizer: 
Tentativa TJ 2b - “Quando dizem: Satanás é uma pessoa e pode entrar (eu entendo possuir) em alguém, então o espírito santo também pode. Um “ser” (criatura) espiritual pode envolver apenas um corpo por vez, no caso daqueles dois mil porcos que despencaram foi uma “legião”. Mas só o espírito santo pode ser distribuído a várias pessoas ao mesmo tempo, como em pentecostes, porque não é um “ser”,ou uma pessoa espiritual, e sim a força ativa de Deus e mesmo assim não é uma possessão.” 
Resposta à Tentativa TJ 2b – Quase que a TJ se harmonizou sua crença com a Palavra de Deus. Ela admitiu que só o Espírito Santo pode ser distribuído a tantos quanto Deus permitir, todavia não compreendeu a pessoalidade deste Espírito. E tudo em razão do verbo “distribuir”.

Na resposta anterior, defini que o Espírito Santo pode habitar em cada cristão, e até aqui as TJs concordam comigo. Todavia, no grego, em Hebreus 2:4, é o Espírito Santo quem faz a ação de distribuir. Quem conhece grego sabe que este entendimento é possível. Sobre isso, os peritos em Grego Wilfrid Haubeck e Heinrich Von Siebenthal comentam: 
pneu,matoj a`gi,ou merismoi/j através da distribuição do Espírito Santo deve ser genitivo subjetivo (o Espírito Santo distribui dons), ou então genitivo objetivo (o Espírito Santo e seus efeitos são distribuídos).” – Nova Chave Linguística do Novo Testamento Grego, página 1200. São Paulo : Targumim : Hagnos, 2009. 
Portanto, se o Espírito Santo é distribuído, sabemos que isto se dá devido a sua atuação onipresente, e não que Ele seja dividido em partes, o que seria um absurdo. Se o Espírito Santo é quem distribui dons, isto se harmoniza com a Bíblia. De fato, fala-se sobre recebermos a alegria de Espírito Santo, em 1 Tessalonicenses 1:6. Assim, o Espírito Santo dá a sua alegria a nós.  E a alegria é um fruto do Espírito Santo. - Gálatas 5:22.

Sobre os dons distribuídos pelo Espírito Santo, lemos na Bíblia: 
“Porque a um é dada, pelo Espírito, a palavra de sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra de conhecimento. A outro, pelo mesmo Espírito, é dada a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, dons de curar; a outro, a realização de milagres; a outro, profecia; a outro, o dom de discernir os espíritos; a outro, variedade de línguas; e a outro, interpretação de línguas.Mas um só Espírito realiza todas essas coisas, distribuindo-as individualmente conforme deseja.” – 1 Coríntios 12:8-11. 
Portanto, a interpretação cristã de que é o Espírito Santo quem distribui os dons em Hebreus 2:4 é confirmada tanto pela gramática grega como pelas Escrituras. E se Ele está em todos os crentes é Ele quem distribui dons a eles, então Ele é um ser pessoal. 
Tentativa TJ 3 - Provérbios 1:23 diz que Deus faz “borbulhar” o espírito santo para seus servos. Lemos alí: “Então vou fazer meu espírito borbulhar para vós; vou dar-vos a conhecer as minhas palavras”. 
Refutação da Tentativa TJ 3 – Quando lemos “fazer o meu Espírito borbulhar”, devemos identificar o literal e o simbólico. É evidente que “borbulhar” é o simbólico, pois se fosse literal, o Espírito de Deus seria líquido. A tentação de perguntar como pode uma pessoa borbulhar? Deveria se desfazer diante do fato de que “borbulhar” indica atuar fortemente, com fervor, de forma intensa. O mesmo ocorre quando lemos que o Espírito de Deus desceu na forma de pomba. (Mateus 3:16) Mas o Espírito de Deus não é uma pomba. São palavras simbólicas que realçam uma atuação divina.

A seguir, encontrei na internet uma tentativa de uma Testemunha de Jeová de refutar uma argumentação minha, de que o Espírito Santo é um ser pessoal porque Ele conhece as coisas de Deus. (1 Coríntios 2:11) Vejamos se a resposta faz sentido. 
Tentativa TJ 4a – “(1 Reis 21:5) “Por que está triste o teu espírito e não comes pão?” Neste texto, quem estava triste? Era Acabe ou era outra pessoa?”

“Em 1 Coríntios 2:11, Paulo coloca em paralelo o espírito dos homens e o espírito mundano com o espírito que é de Deus; mas esses espíritos não são pessoas. Se alguém deduz de 2:10 que o espírito dado por Deus é uma pessoa consciente pois SABE, CONHECE ou tem INTELIGENCIA, então o espírito do homem também é uma pessoa, pois 2:11 diz que igualmente ele tem SABER, conhecimento, inteligência. Trinitaristas usam o verso 10 mas ignoram o 11 que o completa e explica dentro do contexto.” 
Refutação da Tentativa TJ 4 – Percebi aqui um “espírito de confusão”, com todo o respeito. A preocupação do apologista TJ foi provar que o espírito de Acabe era o próprio Acabe, portanto, tal espírito era a própria pessoa de Acabe. Depois ele diz que em 1 Coríntios 2:10, 11, o Espírito de Deus e o espírito do homem não são pessoas, mas nos leva a crer que o Espírito de Deus é o próprio Deus (mas Deus é pessoa) e o espírito do homem é o próprio homem (mas o homem é pessoa).

De qualquer forma, o meu espírito é um ser espiritual em mim. Não se trata de outra pessoa em mim porque não sou triúno. O espírito de homem que há em nós pode ser convencido pelo Espírito Santo de Deus que somos filhos de Deus. (Romanos 8:16, 17) As TJs interpretam esse texto como se a força ativa (impessoal) de Deus desse testemunho a força de vida (impessoal) do homem que ele é filho de Deus. Que interpretação errônea! Uma coisa (impessoal) dando testemunho para outra coisa impessoal!

Ademais, João disse que no dia do Senhor ele encontrou-se em espírito, ou seja, foi o espírito dele que vivenciou as revelações. A Tradução do Novo Mundo traduz horrivelmente este texto por “por inspiração vim a estar no dia do Senhor.” Desafio qualquer TJ se arvora a saber grego a justificar tal tradução no grego literal.

Paulo diz que quando ele falava em línguas, era o espírito dele que orava. (1 Coríntios 14:14) Mas a “Bíblia” TJ traduz erroneamente por “o meu dom de espírito que está orando”. Tradução errônea para esconder uma verdade: O espírito de homem ou espírito humano é o eu espiritual de cada um.

Mas e o Espírito de Deus? É o próprio Deus, mas numa acepção diferente de espírito humano. Deus é Espírito, é a essência dele. (João 4:24) O homem não é Espírito, nem espírito, mas tem um espírito. Este Deus que é Espírito subsiste no Pai, no Filho e no Espírito Santo. Assim, o Espírito Santo de Deus, que é o próprio Deus por ser uma Pessoa em que Deus subsiste, conhece tudo sobre Deus porque é o próprio Deus. Não faz o menor sentido uma força ativa conhecer, perscrutar, examinar as profundezas de Deus. Somente Deus sabe as coisas de Deus.

E para concluir, o espírito do mundo do qual não recebemos é o diabo e seus demônios! (1 Coríntios 2:12) Assim, temos três espíritos no texto: O do mundo, o diabo e seus demônios, o de homem, que é o nosso eu espiritual que está em nós (e não que é nós) e o Espírito Santo de Deus, que é Deus. Os três espíritos aqui são seres pessoais, todavia, somente o de Deus é tão Deus quanto o Pai e o Filho. Este Espírito de Deus é tão pessoal que há Paulo cita Isaías 40:13, onde lemos ali que ninguém jamais mediu o Espírito Santo de Deus para o instruir, mas usa MENTE DE DEUS PARA O INSTRUIR em 1 Coríntios 2:16. A mente de Deus é o próprio Deus, um ser pessoal. Assim, ninguém veio a conhecer a Deus, ou ao Espírito Santo de Deus, que tudo sabe e conhece sobre Deus.

É impressionante que as TJs também usem o argumento de que o Espírito Santo não pode ser uma pessoa porque ele é o dedo de Deus. (Lucas 11:20; Mateus 12:28) Mas o dedo de Deus é a própria pessoa de Deus, assim como o meu dedo sou eu mesmo, pois o que o meu dedo faz, sou eu quem faz. Isto é uma metonímia, ou seja, parte pelo todo. Quando eu pedi a mão da minha querida Roberta, eu queria a Roberta inteira, não apenas a mão dela. Assim, o Espírito Santo é o próprio Deus, pois Deus subsiste em três Pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo.

Conclusão

Apesar de as TJs e de seus apologistas virtuais negarem fortemente a pessoalidade do Espírito Santo de Deus, eles podem ainda vir a conhecer o dedo de Deus na vida deles. É com amor, paciência, que poderemos ajudá-los. Que o Espírito Santo de Deus nos ilumine nesta difícil, mas recompensadora jornada, de evangelizá-los e discípula-los. – Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS