IGREJA LOCAL DE WITNESS LEE E SEU EXCLUSIVISMO RELIGIOSO

Em primeiro lugar quero agradecer aos mais de cinquenta e-mails recebidos de adeptos do movimento de Witness Lee comumente conhecido como Igreja Local. Um tiroteio de linguagem depreciativa e acusações contra minha pessoa, Por que são assim? Devido a seu exclusivismo religioso.

Como sou um profundo estudioso do movimento, e tenho assessoria de ex-adeptos do Sr. Witness, sei muito bem o que dizem em suas igrejas sobre os protestantes e os evangélicos. Vejamos uma declaração interessante:

“O catolicismo romano e o protestantismo, assim como o judaísmo, estão todos nessa categoria, tornando-se uma organização de Satanás, como seu instrumento para danificar a economia de Deus.“ - Apocalipse,Versão Restauração, Edição de 1987, pagina 28. Editora Árvore da Vida.
Afirmar que o Judaísmo faz parte da organização de Satanás é bíblico porque foram DEFINITIVAMENTE rejeitados como nação. E o Catolicismo? Todo cristão ponderado sabe que a Igreja Católica é uma religião Cristã, mas desviada da Sã Doutrina, restando apenas poucos católicos salvos que discordam das heresias da Igreja Romana. Mas incluir o protestantismo [e em seus discursos em seus templos incluem os evangélicos também] como parte da organização de Satanás é um disparate. Então CUIDADO! Não confunda pessoas boas, simpáticas, honestas e de bom caráter com cristãos de verdade. 

Essa Denominação Religiosa "Igreja Local", sem uma denominação, ou nome, apregoa que nossas igrejas estão erradas por nos identificar por nomes: Igreja Batista, Igreja Presbiteriana, Igreja Metodista, e assim por diante. Afirmam eles que na Bíblia não se encontra nomes de Igrejas. Embora isso seja verdade, em momento algum a Bíblia proíbe por nome nas Igrejas. Então, sobre isso, a Bíblia se cala. Mas o mais engraçado é que quando uma igreja passa a ensinar que todas as outras estão erradas por terem nomes denominacionais e ensinar que só aquela que não tem nome é a certa, ela acaba criando um nome para si. Veja o que afirmam:
"Denominacionalismo é pecado em detrimento do crescimento espiritual. A igreja precisa ser unificada: Na vida da igreja, posicionamo-nos pela unidade única do corpo de Cristo...Cremos que a oração do Senhor em João 17 será respondida na terra e que, quando formos aperfeiçoados em unidade, o mundo crera e saberá que o Pai enviou o Filho. - O Que Cremos e Praticamos nas Igrejas Locais, Editora Fonte da Vida, página 12.
O denominacionalismo é pecado quando ele comete a heresia de ensinar que só a Igreja dele, com nome ou sem nome, é a correta. E se você pensa que a expressão acima "a igreja precisa ser unificada" indica que eles creem que as outras igrejas estão corretas, faltando apenas a união, você se engana. Eles afirmam isso porque creem haver salvos em outras igrejas, e por praticarem proselitismo, tentam unificar pessoas de outras igrejas com a deles. Eles querem que as pessoas deixem de pertencer a uma Igreja com nome e pertençam à deles.

O exclusivismo eles evidencia-se em seu conceito sobre nós: Somos filhos da Prostituta, Babilônia, a mãe das meretrizes. Veja como isso é verdade:
"Visto que a Mãe das Prostitutas é a igreja apóstata, as prostitutas, suas filhas, devem ser todas as diferentes facções e grupos no cristianismo que mantêm, até certo ponto, o ensinamento, as práticas e as tradições da Igreja Romana apóstata. A pura vida da Igreja não possui nenhum mal transmitido da Igreja apóstata - Apocalipse - Versão Restauração, Witness Lee. Editora Fonte da Vida, 1a. edição - 1987, página 107.
Quer tirar sua dúvida sobre isso? Faça como eu. Sempre que encontro uma pessoa da Igreja Local de Witness Lee, faço de conta que estou interessado nos ensinos deles. Mostro a declaração acima e pergunto:
"Eu vejo alguns erros na minha igreja, e li esta declaração que afirma que a prostituta e suas filhas devem ser todas as diferentes facções e grupos no cristianismo. Então, na sua opinião, e por favor, em nome de Jesus seja sincero, a Igreja (cite o nome da sua) está incluída aqui?"
A resposta é sempre a mesma: Sim!, o que varia é o tempo em que a pessoa demora para confirmar.

Se essa igreja realmente fosse genuinamente cristã estariam em nosso meio e nos convidariam para pregar em seus templos. Se realmente nos chamam de irmãos, conforme muitos se dirigem a nós, qual seria o problema de eu pregar num de seus lugares de reuniões? Nenhum! Como podem falar de unir a Igreja se eles mesmos pregam o separatismo?

E sem contar que recentemente eles se separaram por questões de comércio! Obrigaram seus seguidores a abraçar a visão de cada cidade ter uma franquia para vender café feito na hora e usar este "point" como meio de evangelizar os clientes. Como isto não deu certo com a maioria dos franquiados, muitos abandonaram o movimento para seguir novas igrejas sem nome fundadas por gente decepcionada. Ou seja, diziam que nossas igrejas são filhas de Babilônia por não praticarmos a uma só fé de Efésios 4:5, mas se dividiram por qual motivo? Por serem de POUCA FÉ?

De forma alguma quero incentivar o ódio religioso. Aliás, isso é coisa de quem tem o diabo no corpo. O que desejo apenas é evitar que alguns caiam vítima de quem fala com os dois lados da boca, ou seja, têm a proeza de nos chamar de irmãos e ao mesmo tempo afirmar que somos filhos da Prostituta Babilônia, a Grande. - Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7