CRENDICES, CRENTICES E CRETINICES

Quando tinha uns seis anos, fui com minha mãe para uma doceria. Ela quis comprar doces para levar para casa, mas eu queria comer um dos doces ali. Era um brigadeiro. Não resistindo às minhas súplicas, mamãe disse:

- Vou te dar para não lhe nascer lombrigas.

Cresci crendo assim. Mas certo dia, meu professor de ciências, crente ferrenho do "eteísmo" (ele cria que a vida chegou na terra através de ETs) e ateísmo, arrazoou:

- Há pessoas que creem que da falta de um doce pode surgir do nada lombrigas. Ora, de onde elas surgiriam?

Verdade! Nada surge do nada, a menos que Deus faça. Ele tinha razão. Nem a falta de brigadeiro, nem minha barriga, nem minha imaginação - nada poderia criar do nada uma lombriga. Melhor foi-me, então, descobrir de onde surgem as lombrigas. Então, descobri que elas aparecem em nossos intestinos depois de comermos alimentos contaminados com os ovos delas. Como é bom investigar, aprender, compartilhar e crescer! Quanto mais conhecimento, menos idiotas somos. Crenças ridículas são abandonadas e dão lugar à razão e á lógica.

Na esfera cristã, impressiona-me quantas lombrigas caminham nos intestinos cerebrais:

- Eu quero uma tolhinha para ser curado!
- Doe tudo para repreender o devorador!
- Os homossexuais são endemoniados!
- Viva a Rainha do céu!
- Jesus é o caminho, nós o atalho!
- Não durma de cueca! Jesus está voltando!
- Deus não se importa!
- O líquido que sair de mim e entrar em você vai abençoar sua vida Dona Rosa!
- Deixe-a sempre aberta no Salmo 91.
- Se está dando certo, é de Deus.
- Deus pede para te dizer que...
- Tudo posso (o que eu quero)! 
- Restitui-ME, EU quero de volta o que é MEU. Sara-ME!
- Vou fazer uma oração forte.
- 1843! 1844! 1896! 1914! 1925! 1975! 1977! 1994! 2000! JAMAIS!
- Filho, você vai morrer com o expansor de plasma, mas logo nos veremos.
- Ela foi para o céu em carne e osso.
- Unção de alegria, unção de multiplicação.
- Vou comprar uma bota de couro de cobra Piton para pisar no capeta!
- Determina!
- Na próxima vida eu melhoro, eu consigo.
- Descansar resulta em Salvação.
- Vamos mijar ao redor da cidade. Ela estará protegida.

Quantas lombrigas! Elas não surgem do nada, ou do mero querer, mas das fezes de uma teologia medíocre, avarenta. E o diabo diz: "Que delícia!" E eu: "Barrigas cheias, cabeças vazias." - Fernando Galli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres