SEITA VÓ ROSA E OS VÍDEOS SOBRE A ACUSAÇÃO CONTRA ALDO BERTONI

Aldo Bertoni, sobrinho da Vó Rosa
O Instituto Apologético Cristo Salva vem comunicar a todos os adeptos da "Igreja Apostólica Santa Vó Rosa" que está à disposição daqueles que se sentem tristes com as acusações contra seu líder, Aldo Bertoni. Conforme alguns sites e a TV Record já noticiaram, Aldo Bertoni é suspeito de abusar de mulheres de sua "igreja". Clique aqui para confirmar as últimas notícias. Nossos profundos lamentos se essas notícias procederem!


Todavia, de modo algum pretendemos endossar tais acusações, e oramos a Deus que as autoridades possam averiguar com perícia e competência as acusações, e as verdades e mentiras venham à tona.

Nosso blog tem sido muito visitado por seguidores do movimento, que cresceu à custa de uma esperada ressurreição da Senhora Rosa. Depois de ficar alguns dias sendo velada e não ter ressuscitado, a interpretação que deram ao ocorrido foi que ela havia se tornado o prometido Consolador, conforme João 15:26. Desde a década de 70, seus seguidores defendem com ousadia essa crença, e declaram que não podem ser salvos sem crer na Vó Rosa.

Lamentamos que tantos sejam enganados por ensinos errôneos. Não há outro nome dado a nós, exceto o de Jesus, através do qual possamos ser salvos. (Atos 4:12) Pedimos, com todo o respeito aos seguidores da Vó Rosa que examinem com carinho nossos estudos sobre o movimento.

Pedimos também que assistam aos vídeos da TV RECORD para analisarem com muito critério se as evidências ali apresentadas são consistentes. E o nosso telefone e e-mail, acima, estão à disposição para auxiliar biblicamente aquelas pessoas que se sentiram abusadas de alguma forma pelo líder Aldo Bertoni. Com você, os vídeos da denúncia.

video

video

O julgamento não pertence a nós, mas às autoridades e a Deus. Mas quando observo vídeos como estes, lamento pelo ser humano ser, devido ao pecado, tão carente e tão crédulo em homens. Oremos por tantos enganados! - Fernando Galli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres