A INTEGRIDADE CRISTÃ

Integridade cristã edifica os outros
Vivemos num mundo que necessita de cristãos e de igrejas realmente imitadores do caráter de Cristo. Mas, corforme certa pesquisa publicada nos Estados Unidos, chegou-se à conclusão deprimente de que "existe pouca diferença, na estatística, entre práticas éticas dos religiosos e a dos não-religiosos". HUGHES publicou em seu livro Disciplinas do Homem Cristão, na página 115, 5a. Edição (CPAD), a lamentável notícia:
"Doug Sherman e William Hendricks, em seu livro Keeping Your Ethical Edge Sharp ("Como Manter Afiada a Espada da Ética"), observam que, nas estatísticas do Instituto GALLUP, 43 por cento de não-frequentadores de igrejas admitem que furtam material do escritório, contra 37 por cento dos frequentadores. Dezessete por cento dos não-frequentadores usam o telefone da empresa para interurbanos pessoais, mas 13 por cento daqueles que participam do louvor agem dessa forma."
O livro Disciplinas do Homem Cristão, na página 116, menciona o que crentes têm feito, pondo em cheque a sua integridade para com Deus:
  • Falsificam sua declaração de imposto de renda.
  • Cometem plágio/colam;
  • Subornam a fim de conseguir uma licença para construir;
  • Ignoram as especificações de construção;
  • Copiam programas de computador ilegalmente;
  • Roubam tempo;
  • Praticam o 'furto telefônico';
  • Dizem aos outros o que estes gostariam de ouvir;
  • Obedecem apenas às leis que lhes interessam, seletivamente.
Certamente, a Bíblia não corrobora com estas atitudes. Precisamos de que as igrejas invistam tempo na educação e no discipulado de seus membros. O "jeitinho brasileiro" parece justificar tais atos de quem não é íntegro para com Deus.

Ao ler algumas páginas do livro de R. KENT HUGHES, pensei: Enquanto as seitas ensinam que seus membros não se envolvem nessas práticas porque as pessoas entraram para seus movimentos, as denominações cristãs fazem vista-grossa, em sua grande maioria, a tais práticas que repletem a falta de integridade cristã. Enquanto as seitas ostentam sua clientela robotizada a não praticarem tais atos em troca de uma possível salvação, as denominações cristãs se acomodaram na doutrina da certeza da salvação, sempre confiando de que o salvo cresce em integridade naturalmente pela ação do Espírito Santo. Certamente, o Espírito Santo age, mas a igreja e cada cristão precisa fazer a sua parte.

A falta de integridade revela o caráter do pseudo-cristão, ou pelo menos do cristão que precisa rever conceitos. Suja a consciência de qualquer cristão. Atrapalha o desenvolvimento de uma intimidade com Deus. Gera outras atitudes errôneas. Com esses estigmas, nenhum cristão será maluco de evangelizar, pois ele não viverá o que prega.

Não pretendo generalizar. Todos nós erramos. Mas a integridade é uma questão tão antiga quanto a história humana, pois desde o Éden ela esteve sob ataque. Os não-íntegros colhem com o tempo a desgraça e as consequências de seus atos, quer no corpo, quer no espírito. Mas os que andam em integridade para com Deus andam em segurança. - Provérbios 10:9.

Creio que todos os cristãos, inclusive eu, precisamos nos perguntar: Onde preciso melhorar meu caráter para que Deus se alegre com minha integridade? Por exemplo, sugiro reflexões sobre perguntas do tipo: Costumo falar a verdade, e somente a verdade? Se sou pastor, como lido com o dinheiro da igreja? Se estou atravessando uma situação financeira ruim e, por isso, devo dinheiro a instituições ou pessoas, tenho feito o que posso para resolver a situação? Se não posso, pelo menos procuro demonstrar interesse aos credores em quitar as dívidas assim que possível? Se sou casado, será que meu cônjuge me considera íntegro para com ele? Se tenho um trabalho, será que meus colegas e o próprio patrão me encaram como uma pessoa de confiança? Como meus irmãos em Cristo me definem: Pessoa de palavras dúbias, ou que expressam convicção e que são confirmadas por atitudes condizentes com tal convicção?

Que sejamos imitadores, para a glória do Deus triúno - Pai, Filho e Espírito Santo - de Jó, que proferiu as seguintes palavras: "Nunca afastarei de mim a minha integridade". - Jó 27:5. - Fernando Galli.

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS