IURD - MAIS UMA CONDENAÇÃO À INDENIZAÇÃO DE FIEIS

"Doe aquém do eu"
A IURD - Igreja Universal do Reino de Deus - tem mais um processo nas costas. De fato, tem sido característico dessa organização, declarada pelos presbiterianos como seita (pena que por não por outras denominações) oferecer milagres e pedir dinheiro escancaradamente. Veja a notícia publicada no site do Yahoo (clique aqui para conferir):
"A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a indenizar em R$ 20 mil, por danos morais, uma fiel portadora de Transtorno Afetivo Bipolar (TAB). A decisão, unânime, é da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) e reformou a sentença em primeiro grau na Comarca de Esteio. O RJ-RS considerou que a mulher foi coagida moralmente a efetuar doações após receber promessa de graças divinas. Na ação contra a igreja, a mulher afirmou que passou a frequentar os cultos após sofrer uma separação conjugal. Ela disse que estava em tratamento psiquiátrico e havia perdido seu juízo crítico. Teria então sido enganada pela Universal, tendo doado dinheiro à instituição. A igreja lembrou o direito constitucional à liberdade de crença, que a mulher não teria sido incentivada a dar dinheiro e alegou que não havia provas das doações."

Obviamente, os adeptos do movimento dirão que a mulher está errada, e que ela não foi curada porque não teve fé, ou porque teve fé para doar dinheiro, mas não para receber o milagre. A primeira vez que estive na IURD foi em Campinas, antes de minha conversão, quando buscava um ambiente cristão para servir a Deus. Fiquei impressionado com a artimanha do pregador, que afirmou: "Quem vem aqui em busca de milagres, mas não é generoso com Deus, como Deus pode ser generoso para com a pessoa?" Será que esses pregadores poderiam me mostrar na Bíblia onde Deus condicionou um milagre qualquer a dar dinheiro para a igreja? Claro que não!

Quando Jesus disse: "Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade." (Mateus 7:22, 23) Primeiro, Jesus não concordou que essas pessoas realmente profetizavam, expeliam demônios ou faziam milagres. Jesus apenas mencionou o que elas diriam naquele dia, do julgamento. A resposta de Jesus, que certamente será dada aos líderes da IURD, é: "Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade". Qual iniquidade? A avereza, o engano, a extorsão, a malandragem. Como disse outro pregador deles: "O sangue da igreja de Cristo é o dinheirodos fieis" e "Ou dá ou desce". Louvo a Deus porque fui instruído por Sua Palavra a passar longe desses homens, que cheiram dinheiro como drogado o craque. É uma pena que haja entre nós apologistas cristãos que afirmaram de público que a Universal não é uma seita, quando na verdade toda sua declaração doutrinária, no que se refere à Cristologia, cai por terra, ou desce, diante das heresias cometidas por seus líderes. Por favor, convençam seus amigos próximos a não doarem dinheiro a essa "igreja". COntribua para que menos pessoas sejam lesadas como a Sra. acima. - Fernando Galli.
_____

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres