IGREJA LOCAL DE WITNESS LEE E SUA PRÁTICA DE ORAR-LER


Nas reuniões da Igreja Local de Witness Lee, há um costume de lerem a Bíblia de uma forma diferente do que a nossa. É na verdade uma crença no “orar-ler” como a forma correta de se manusear as Escrituras. Afirmam que o "orar-ler" seja fundamental para se contatar a vontade de Deus. Observe a base para suas crenças, como creem e agem, e que aquilo que os tornam errados não está na prática desse tipo de leitura, mas encararem o método deles o mais correto e o nosso o incorreto, consequentemente. 

Crença da Igreja Local de Witness Lee - “A letra mata - todos precisamos liberar o espírito. ‘A Letra mata mas o espírito dá vida.’ A letra significa doutrinas, formas, essas coisas são letras. Qualquer coisa além do Espírito é um tipo de letra, e essa mata”. - A Expressão Prática da Igreja, página 145. 

Crença da Igreja Local de Witness Lee - “Esqueça sobre ler, pesquisar, entender e aprender a Palavra. [...] Todavia, a idéia que muitos de nós temos da Bíblia é que ela é uma espécie de ensino, um livro cheio de doutrinas. Desse modo, chegamos à Palavra com a intenção de entendermos e sabermos alguma coisa [...] Não devemos ir à Bíblia para aprender e entender somente.” - Orar Lendo a Palavra, página 5, 11, 12. 

Crença da Igreja Local de Witness Lee - “Pegue a Palavra de Deus e ore lendo alguns versículos de manhã e à noite. Não há necessidade de exercitar a sua mente para tirar dela algum proveito e não é necessário que reflita sobre o que leu. Por exemplo, ao orar - Leia Gálatas 2:19, apenas olhe para a página impressa que diz “Estou crucificado com Cristo”. Então, com os olhos na Palavra e orando do fundo do seu interior diga: ‘Glória ao Senhor, eu estou crucificado com Cristo: Amém!” - Orar Lendo a Palavra, páginas 10-12.

Refutação - A Igreja Local de Witness Lee leva o nome de seu fundador. Witness Lee nasceu em 1905 em Chefoo, China, fundou sua primeira igreja em Los Angeles, EUA, em 1962, e faleceu aos 9 de junho de 1997. Mas o que dizer das crenças e práticas acima mencionadas? A Igreja Local não proíbe a leitura da Bíblia, mas incentiva que seus membros pratiquem o “orar-ler”. E por que orar-ler? Porque para eles, quando 2 Coríntios 3:6 diz “porque a letra mata, mas o espírito vivifica”, ler apenas a letra leva à morte. Assim, não incentivam o aprofundar-se no conhecimento da Bíblia através de sua leitura, mas obrigam aqueles que desejam ingressar nesse movimento à prática da leitura em tom de oração. Se fosse apenas um costume deles, seria tolerável, mas seus adeptos afirmam que os cristãos leem a Bíblia erroneamente, pois por não a orarem lendo, perdem as bênçãos do Espírito. Então, a pergunta é: A que “letra” 2 Coríntios 3:6 se refere? À letra que o versículo 7 menciona: “O ministério da morte gravado com letras em pedras”, ou seja, a Lei de Moisés, da qual Jesus é o fim. - Veja Deuteronômio 4:13; Romanos 10:4.

A melhor refutação que temos para A Igreja Local de Lee está na resposta à pergunta: Como o próprio Deus, na Bíblia, recomenda a leitura de sua Palavra?

“Leram no livro, na Lei de Deus, claramente, dando explicações, de maneira que entendessem o que se lia.” - Neemias 8:8.

“O seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.” - Salmo 1:2.

“Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.” - Atos 17:11.

“E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.” - Mateus 6:7.

Enquanto Witness Lee afirma “esqueça sobre ler, pesquisar, entender e aprender a Palavra, Neemias 8:8 usa as palavras “ler” (hebraico: qara´, significando ler, proclamar, gritar) , “explicações” (hebraico: seqel, significando “discernimento, entendimento” e “entendessem (hebraico: Biyn, significando “compreender”). Também, em Atos 17:11, usa-se o verbo grego “anakríno” para “examinando”, cuja idéia é “analisar cuidadosamente, investigar, verificar e questionar”. Ninguém, nessas passagens, precisou orar-ler como a Igreja Local do Lee apregoa. - Confira os significados dessas palavras no Léxico Hebraico e Grego de Strong.

Enquanto Witness Lee afirma “Não há necessidade de exercitar a sua mente para tirar dela algum proveito e não é necessário que reflita sobre o que leu”, o Salmo 1:2 nos aconselha a “meditar” (no hebraico: hagah, significando “proferir sons baixos”). A idéia de meditar de dia e de noite indica os atos de conhecer e pensar, com a finalidade de praticar. Nada a ver com ‘orar-ler’. Por fim, embora os adeptos desse movimento fiquem repitindo palavras de textos bíblicos em tom de oração, como um mantra de religiões orientais (e o fundador do movimento é oriental), Jesus nos aconselha para quando orarmos não usarmos de “vãs repetições”. Se na oração, as vãs repetições são errôneas, também o são na leitura da Bíblia, se ensinarmos que agindo assim agradaremos mais a Deus.

Por que a prática de ‘orar-ler’ rebaixa a Palavra de Deus? Porque, primeiro, ela é ensinada como doutrina na Igreja Local de Lee, e isto não se encontra nas Escrituras. Segundo, seus praticantes são levados a crer que nós, cristãos, não lemos a Bíblia corretamente, e alguns chegam a dizer que, por não lermos como eles, não temos intimidade com o Espírito Santo de Deus. Em outras palavras, trata-se de uma heresia contra a Palavra de Deus, que jamais exigiu de seus leitores sinceros uma leitura em tom de oração para recebermos o Espírito Santo. Essa heresia nada tem a ver com o método de repetição usado por alguns preletores, ou pregadores, bem como instrutores, que desejam salientar pontos-chaves de determinados versículos. Esse método é bom, mas nada tem a ver com orar-ler para “liberar o espírito”, conforme sugere Witness Lee.

Todavia, quando os adeptos de Lee e desta organização explicarem como fazem para “orar-ler”, podemos lhes dar uma resposta evangelística. Observe um exemplo disso: 

Crença da Igreja Local de Witness Lee - “O orar-ler é fundamental para um cristão poder contatar a vontade de Deus.Veja um exemplo de como fazemos: Pegamos o texto de Efésios 3:17 que diz: “e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor.” Então, em vez de estudarmos o texto, dizemos: “E assim, amém, e assim habite Cristo, aleluia que Cristo tem que habitar em nós, assim habite Cristo em vossos corações, amém Cristo habita em nós, antes Deus estava longe de nós, mas amém que por intermédio de Seu Filho, Ele pode habitar dentro de nós, a obra prima contendo o Criador, que maravilhoso, mas é somente pela fé, tem que crêr, aleluia que pela fé, Cristo pode habitar em nós, estando nós arraigados e alicerçados em amor, amém, alicerçados em amor, Deus é amor, eu preciso, eu necessito estar alicerçado e arraigado em Deus, amém.” 

Refutação - Nós cremos que orar e ler seja fundamental para criarmos uma intimidade com Deus. Todavia, em momento algum nas Escrituras lemos que a prática do “Orar-Ler” seja ensinada. Poderia mencionar algum versículo que ensine isso? (Espere uma resposta.) Sabe, eu creio muito em Jesus, e sei que Ele mudou a minha vida. Creio que é o nome que está acima de todo nome. (Ler Filipenses 2:9-11) Assim, Cristo habita em meu coração desde que eu o aceitei como meu único e suficiente Salvador. Você já fez isso? (Espere uma resposta positiva.) Se já fez, seria bom considerarmos se na sua vida há alguém, além de Jesus Cristo e da Bíblia, ditando regras e doutrinas para você. Que tal falarmos mais sobre isso? 

Observação: Os sectários seguem um líder. O líder da Igreja Local, já falecido, é Witness Lee com seus livros. Então, você precisa estudar os ensinos dele, e se preparar para ser usado pelo Espírito Santo de Deus, para remover a influência que o Sr. Lee continua exercendo na vida dessa pessoa. Estude sobre o que é “mantra”. As religiões e seitas orientais trouxeram essa prática para alguns grupos pseudo-cristãos. Raciocine que o Cristianismo não se mistura com práticas não-bíblicas. Mas não deixe de elogiar sinceramente o fato de a pessoa usar o nome de Jesus no seu dia-a-dia.

Amamos os membros “Igreja Local” e nada temos contra o caráter deles. Desejamos de todo o coração que se corrijam e se livrem das heresias de seu fundador Witness Lee. - Fernando Galli, 20 de julho de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários devem contem no máximo 500 caracteres