CATOLICISMO ROMANO E A ORAÇÃO A SANTO ANTÔNIO

Circula na internet e em alguns folhetos católicos uma oração chamada Responsório de Santo António. Aqui no Brasil, este homem é considerado Santo Casamenteiro, e é invocado quando se perde algum objeto. Seu nome verdadeiro era Fernando de Bulhões. Nasceu em Lisboa aos 15 de agosto de 1195 e faleceu aos 13 de junho de 1231. Foi canonizado pela Igreja Católica em 1232 pelo Papa Gregório IX. Foi considerado pelo Papa Pio XII como o Doutor da Igreja. Observe a oração dirigida a este homem. De modo algum queremos denegrir a imagem desta pessoa, todavia, no campo teológico, refutaremos as heresias contidas na seguinte oração:
RESPONSÓRIO DE SANTO ANTÔNIO
.
Se milagres desejais,
Recorrei a Santo Antônio;
Vereis fugir o demônio
E as tentações infernais.
Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.
Todos os males humanos
Se moderam, se retiram,
Digam-no aqueles que o viram,
E digam-no os paduanos.
Repete-se: - Recupera-se o perdido...
Pela sua intercessão
Foge a peste, o erro, a morte,
O fraco torna-se forte
E torna-se o enfermo são.
Repete-se: - Recupera-se o perdido...
Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo
Repete-se:- Recupera-se o perdido...
V: Rogai por nós, bem-aventurado Antônio.
R: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
.
Com todo respeito aos Católicos Romanos, temos que discordar, baseados na Bíblia, com a oração INTEIRA. Perguntamos assim:
.
1. Por que orar "Se milagres desejar, recorrei a Santo Antônio", se a Bíblia ensina que os milagres são feitos em nome de Jesus? Veja:
Tomai conhecimento, vós todos e todo o povo de Israel, de que, em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, a quem vós crucificastes, e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, sim, em seu nome é que este está curado perante vós." - Atos 4:10.
Em nenhum lugar na Bíblia lemos sobre curar alguém em nome de um apóstolo, ou mesmo de um discípulo. Por que deveríamos, então, recorrer a Santo Antônio em busca de Milagres?
.
2. Por que orar a Santo Antônio na esperança de que: "Vereis fugir o demônio e as tentações infernais", se os demônios e suas tentações, de acordo com a Bíblia, devem ser expulsos no nome de Jesus? Veja:
"Isto se repetia por muitos dias. Então, Paulo, já indignado, voltando-se, disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela. E ele, na mesma hora, saiu." - Atos 16:18.
Novamente, o nome de Jesus é que tem poder, não o de um homem considerado santo. Aliás, a Bíblia chama de santo todo aquele que recebe Jesus como seu Salvador. Não precisamos esperar um Papa nos canonizar. Observe que nos texos a seguir, membros da igreja do primeiro século, antes de morrerem, já eram chamados de santos:
"Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus." - Efésios 1:1.
"Desde que ouvimos da vossa fé em Cristo Jesus e do amor que tendes para com todos os santos. - Colossenses 1:4.
"Saudai todos os vossos guias, bem como todos os santos. Os da Itália vos saúdam. - "Hebreus 13:24.
3. Por que orar a Santo Antônio com a intenção de que: "Recupera-se o perdido", se a Bíblia ensina que é Jesus Cristo, o Filho do Homem, quem recupera o perdido? Observe:
"Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido." -Lucas 19:10; Veja Mateus 18:11.1.
Só Jesus recupera o perdido, porque Ele é Deus. Ele é Todo-Poderoso. É verdade que em Mateus 10:6 Jesus pede aos discípulos para procurarem as ovelhas perdidas de Israel, mas isso não significa que tenhamos que pedir a eles hoje para fazer o mesmo por nós. Jesus ordenou a aqueles discípulos procurarem as ovelhas perdidas enquanto estivessem vivos, não depois de mortos. O mesmo podemos fazer, procurando os perdidos e evangelizando-os. Esse ministério de evangelismo nada tem a ver com as ações de um santo no céu interceder por pessoas aqui na terra.
.
4. Por que orar a Santo Antônio para que: "Romp[a]-se a dura prisão", se quem nos liberta da prisão é o nome de Jesus? Veja:
"Ele, porém, fazendo-lhes sinal com a mão para que se calassem, contou-lhes como o Senhor o tirara da prisão e acrescentou: Anunciai isto a Tiago e aos irmãos. E, saindo, retirou-se para outro lugar." - Atos 12:17.
Aqui vemos que o Senhor, referindo-se a Jesus, tirou Pedro da prisão. O versículo 7 disse que foi um anjo do Senhor quem fez isso. Mas observe no relato todo (o contexto) que Pedro não pediu intercesão a um anjo, mas assim aprouve Deus fazer. E o fato de Deus ter usado um anjo não implica que precisemos invocar a ajuda de um deles, ou um dos nossos heróis da fé preferidos, que aguardam a ressurreição, para nos ajudar.
.
5. Para que orar a Santo Antônio "E no auge do furacão Cede o mar embravecido" se apenas Deus tem poder para fazer o mar e a tempestade se acalmarem? Veja:
"O SENHOR é tardio em irar-se, mas grande em poder e jamais inocenta o culpado; o SENHOR tem o seu caminho na tormenta e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés. Ele repreende o mar, e o faz secar, e míngua todos os rios; desfalecem Basã e o Carmelo, e a flor do Líbano se murcha." -Naum 1:3, 4.
.
"Perguntou-lhes, então, Jesus: Por que sois tímidos, homens de pequena fé? E, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar; e fez-se grande bonança." - Mateus 8:26.
Conforme observamos nos textos acima, no Antigo Testamento é Deus quem tem poder sobre a tempestade e o mar. No Novo Testamento, é o próprio Deus, na pessoa de Jesus Cristo. Nenhum "santo" aqui tem esse poder.
.
6. Por que orar a Santo Antônio com a intenção de que: "Todos os males humanos se moder[e]m, se retir[e]m" se é o nome de Jesus quem faz isso? Observe:
"Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. [...] Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si." - Isaías 53:5, 11.
Aqui trata-se, conforme até mesmo as Bíblias Católicas, nas notas de roda-pé, de uma profecia messiânica, ou seja, que se cumpriria no Messias, Jesus Cristo. Se é Jesus quem leva nossas iniquidades, e por meio deles somos sarados, como ensinar que precisamos de Santo Antônio para que os males se retirem?
.
7(a). Por que orar a Santo Antônio para que "pela sua intercessão f[uja] a peste, o erro, a morte", se o único que pode interceder por nós, no céu, é Jesus, visto ser Ele onisciente, ou seja, só Deus (Jesus) pode ouvir um infinito número de pedidos ao mesmo tempo? Veja:
"Agora, vemos que sabes todas as coisas e não precisas de que alguém te pergunte; por isso, cremos que, de fato, vieste de Deus." - João 16:30.
"Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós." - Romanos 8:34.
A Igreja Católica Romana poderia citar ao menos um versículo na Bíblia que mostrasse alguém no céu, a não ser Jesus, interceder a Deus por nós? Evidentemente que não! Obviamente que nós, enquanto na terra, podemos interceder por alguém, orando por ele, mas isso quando ficamos sabendo de alguém que precise de uma oração. Isso é bíblico. Todavia, os méritos dos resultados da intercessão não são nossos, como a oração em questão e outras parecem atribuir aos "santos" a que se destinam. Também, como podemos imaginar alguém no céu, que não seja Deus, com o poder de ouvir milhões de preces para intercessão ao mesmo tempo?
.
7(b). Por que orar a Santo Antônio para que fuja a peste, o erro e a morte, se é no nome de Jesus que a peste (doença) é curada, o erro é evitado por conhecermos a verdade, e a morte é evitada apenas por Deus (no caso Jesus)? Observe:
"E vieram a ele muitas multidões trazendo consigo coxos, aleijados, cegos, mudos e outros muitos e os largaram junto aos pés de Jesus; e ele os curou. De modo que o povo se maravilhou ao ver que os mudos falavam, os aleijados recobravam saúde, os coxos andavam e os cegos viam. Então, glorificavam ao Deus de Israel." - Mateus 15:30, 31.
Se Jesus tem poder para nos curar e para nos livrar da morte, em situações perigosas que enfrentamos, e quando estamos doentes e sofrendo, correndo o risco de morrer, então por que fazer tais pedidos a Santo Antônio?
.
8. Por que orar a Santo Antônio "para que sejamos dignos das promessas de Cristo", se é pela fé em Jesus Cristo que herdamos as promessas, e não pela oração, prece ou reza a um "santo"? Veja:
"Para que não vos torneis indolentes, mas imitadores daqueles que, pela fé e pela longanimidade, herdam as promessas." -Hebreus 6:12, Veja também 2 Pedro 1:3, 4.
O texto acima diz que herdamos as promessas pela fé, e exorta-nos a imitar os que tem fé, e não pedir a eles que se ajam como intercessores, a fim de que as promessas de Jesus se cumpram em nossas vidas.
.
Conclusão
.
Fernando de Bulhões, chamado posteriormente de Antônio, com certeza foi uma pessoa dedicada a Deus. Falou de Jesus. Mas apenas Deus é declarado como ouvinte de orações. Jesus é Deus, por isso, as orações devem ser feitas em nome de Jesus. Ele mesmo disse:
"E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho." - João 14:13.
Assim, afirmar que através de Santo Antônio se consegue todas esses pedidos acima considerados não tem corroboração bíblica. Para a Igreja Protestante e Evangélica, significaria dizer que Jesus não nos seria suficiente para nos atender, e por isso, precisamos de mais um intercessor, junto a Deus, para sermos atendidos.. Portanto, é nosso sincero desejo de que nossos amados católicos romanos reflitam sobre essa questão, de se confiar em santos. - Fernando Galli.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7