ESPIRITISMO KARDECISTA - SERÁ QUE REENCARNAMOS?

.
"Estou na minha vigésima primeira encarnação!", afirmou categoricamente uma senhora para um ministro do evangelho. Talvez você já ouviu pessoas afirmarem algo parecido. Essa doutrina espírita, ensinada por povos pagãos e codificada por Allan Kardec, no século XIX, encanta pessoas sinceras e desesperançosas. Como expressou uma senhora que havia perdido seu filho num acidente, "quer coisa melhor do que eu reaver esse filho numa outra vida, talvez como meu pai, ou irmão ou filho novamente?" Como responder aos espíritas que sinceramente crêem dessa forma?

A Crença Espírita Kardecista

O que ensina o espiritismo com respeito à reencarnação? Embora todos nós saibamos disso, vale conferir a explicação deles nos livros de Allan Kardec. Dois deles assim se expressam sobre o assunto:

___________________________________________________________________________

"Pelo espiritismo, [...] o homem sabe que a alma progride, sem cessar, através de uma série de existências, até que pode aproximá-la de Deus." - Allan Kardec, A Gênese, página 26, 14a. Edição Revisada e Corrigida, Editora Ide.

"Qual o objetivo da encarnação dos Espíritos? Deus a impôs a eles com o objetivo de os fazer chegar à perfeição: para alguns é uma expiação, para outros é uma missão." - Allan Kardec, O Livro dos Espíritos, página 94, Questão 132, 3a. Edição, Editora Boa Nova.
___________________________________________________________________________

Mas quais seriam as provas dessa crença sobre várias existências? Afirmações de pessoas que não conseguem se lembrar de suas supostas vidas passadas? Ou relatos daquelas poucas que se lembram, mas que sempre afirmam já terem vivido numa cidade famosa e ocupado um cargo importante? Ou a convicta explanação dos médiuns, que afirmam ser o espiritismo uma ciência, mas não apresentam provas científicas sobre a reencarnação?

Em contrapartida, os cristãos têm uma opinião baseada num livro que fala apenas verdades, a Bíblia. Ela é bem clara ao dizer:

"E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo." - Hebreus 9:27.
Os espíritas não crêem assim, porque para eles a reencarnação lhes aproxima mais de Deus, a cada existência. Então, quem está com a razão - a Bíblia ou Allan Kardec? Os cristãos crêem na Bíblia porque ela ensina de modo simples como surgiu a vida, e que o Criador jamais intencionou que o homem reencarnasse para se aproximar mais de Deus. O homem tem uma única oportunidade de se aproximar ou não de Deus, numa única vida. Por isso, Paulo podia dizer:

"21 Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro. 22 Entretanto, se o viver na carne traz fruto para o meu trabalho, já não sei o que hei de escolher. 23 Ora, de um e outro lado, estou constrangido, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor. 24 Mas, por vossa causa, é mais necessário permanecer na carne." - Filipenses 1:21-24.
Para Paulo, um judeu convertido a Jesus, morrer era lucro. Por que ele pensava assim? Por que desejava voltar a viver aqui na terra num outro nascimento? Não, mas porque depois de sua única vida, ele tinha a certeza de que estaria com Jesus, o que era incomparavelmente melhor. Ele jamais diria isso se cresse na reencarnação. Não faria sentido ser melhor morrer e estar com Cristo por uns tempos e voltar a nascer aqui.

Os espíritas apreciam muito as palavras ditas pelo próprio Jesus nos evangelhos. Então, segundo Jesus, qual é o modo de nos aproximarmos de Deus? Observe:

"Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada." - João 14:23.
De acordo com Jesus, Deus, o Pai, vem com Jesus fazer morada em nosso coração, ou seja, uma relação muito íntima entre o cristão e Deus. Quão próximos de Deus nos tornamos, não é mesmo? Qual o requisito? Se amarmos a Jesus e guardarmos sua palavra. Nada de reencarnar, nada de nascer de novo literalmente. E o que encanta os cristãos é que Deus procura essa aproximação, dando conselhos e leis para que vivamos de um modo digno de pertencermos a Deus. Deus procura esses adoradores, segundo Jesus. (João 4:24) Deus não cria espíritos e os joga para ver como eles se saem, mas cria cada ser humano com um espírito, e convida a todos para essa aproximação. Evidentemente que devemos também invocar o nome do SENHOR, depois de o aceitarmos, porque perto está Ele dos que o invocam. (Salmo 145:18) Se Ele está perto de quem faz isso, não precisamos reencarnar.

Mas o que dizer da perfeição? Precisamos reencarnar para sermos perfeitos? Vejamos o que a Bíblia ensina sobre isso:

"Seja perfeito o vosso coração para com o SENHOR, nosso Deus, para andardes nos seus estatutos e guardardes os seus mandamentos, como hoje o fazeis." - 1 Reis 8:61.

"43 Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. 44 Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; 45 para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. 46 Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? 47 E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? 48 Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste." - Mateus 5:43-48.
Novamente, a perfeição não está atrelada à reencarnação, e não há sequer um único versículo bíblico que sugira isso. Pelo contrário, a perfeição está relacionada a andar nos estatutos e nos mandamentos do Senhor (o que é uma conseqüência de quem tem fé verdadeira), a amar até mesmo nossos inimigos.

Allan Kardec também diz que a reencarnação é para muitos uma expiação, ou seja, uma enitência para progredirmos, conforme eles entendem. Mas a Bíblia também nos ensina sobre quem e com o que ele fez expiação por nossas vidas. Leia:
"Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado." - 1 João 1:7.
Os espíritas precisam entender que a morte de Jesus realiza um milagre na vida do que nEle tem fé verdadeira. Somos purificados de nossos pecados e, conseqüentemente, aproximamo-nos de Deus.

Conclusão

O maior interessado em promover a doutrina da reencarnação é o inimigo da vida eterna, Satanás, e suas hostes demoníacas. Eles sabem que se a doutrina da reencarnação se tornar uma verdade para uma pessoa, o sacrifício de Jesus Cristo por ela dará lugar à salvação por méritos próprios, ou seja, a pessoa passará a se salvar através de sucessivas reencarnações, o que biblicamente é impossível. Mas desejamos ganhar espíritas para Jesus. Para ajudar os espíritas a raciocinarem sobre o assunto, sugiro a seguinte abordagem:

"Respeito seu ponto de vista. Mas imagine que você esteja na sua vigésima primeira encarnação (ou vida). Você deve crer que está mais próximo de Deus e mais perto da perfeição do que a vigésima, não é? E na vigésima encarnação você estava mais próximo de Deus e mais perto da perfeição do que a décima nona. Então, cada existência sua anterior você estaria mais longe de Deus e mais distante da perfeição. Então pense em como você foi criado. Consegue imaginar um Deus de amor criando os espíritos bem mais longe de Deus e mais distantes da perfeição? Não seria muito mais amoro da parte de Deus ter criado o homem à sua imagem, segundo a sua semelhança, próximos de Deus? E não foi mais amoroso ainda Deus, segundo a Bíblia, apesar de o homem ter pecado e se distanciado de Deus, ser convidado, através da fé em Cristo Jesus, a ser morada de Deus? (Leia João 3:16, João 14:23) Querido(a), o que Jesus fez na minha vida vale por mil encarnações! Foi uma mudança maravilhosa, e até eu partir e estar com Cristo, quero melhorar ainda mais. Deseja conversar mais sobre esse assunto?"
Que Deus abençoe seus esforços em provar, mediante a palavra de Deus, a Bíblia, que fora da graça de Deus não há salvação, e que por méritos próprio é impossível sermos salvos.

Fernando Galli

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÓ ROSA - APOSTILA PARA ESTUDAR AS CRENÇAS DA SEITA

CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - LIBERTANDO-SE DE UMA INVERDADE CABELUDA

ESBOÇOS DA FÉ - QUE TIPO DE UVAS VOCÊ PRODUZ? - ISAÍAS 5:1-7

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - DESCULPAS PARA JUSTIFICAR SUAS FALSAS PROFECIAS PARA 1914, 1925 E 1975

O QUE SIGNIFICA SER MANSO?

APOSTILA - RAZÕES PARA JAMAIS SER TESTEMUNHA DE JEOVÁ - NÍVEL INICIANTE 1

CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO AMIGO - PROVÉRBIOS 17:17

MAÇONARIA - UM SEGREDO SOBRE AS ORIGENS DE SEUS SINAIS SOLENES.

COMUNIDADE CRISTÃ AMOR E GRAÇA - ALGUMAS DE SUAS HERESIAS